Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Semi Ojeleye, Kadeem Allen e Jabari Bird são apresentados pelo Boston Celtics

Antes da viagem para a NBA Summer League de Salt Lake City, o Boston Celtics realizou a apresentação de três dos quatro atletas selecionados no 2017 NBA Draft: o ala Semi Ojeleye, o armador Kadeem Allen e o ala-armador Jabari Bird. O trio posou para fotos com a camisa celta, ao lado do ala Jayson Tatum, terceira escolha no recrutamento, que foi apresentado dias antes pela franquia de Massachusetts.

Ex-jogador do SMU Mustangs e selecionado na 37ª escolha geral, Semi Ojeleye é considerado uma potencial surpresa entre os atletas recrutados no segundo round do Draft. Forte, com excelente impulsão e ótimo arremesso de longa distância, Ojeleye ganhou o apelido de “The Terminator”, inspirado no filme “O Exterminador do Futuro”.

Em entrevista ao site oficial do Boston Celtics, Ojeleye falou sobre o aprendizado que teve com duas lendas do basquete: em Duke, o ala foi treinado por Mike “Coach K” Krzyzewski, cinco vezes campeão universitário e tricampeão olímpico com a seleção dos Estados Unidos, enquanto Larry Brown, campeão da NBA com o Detroit Pistons em 2003/2004, foi o seu comandante em SMU.

“Eles me ensinaram a ser disciplinado e paciente, principalmente nesse processo de transição para o nível profissional. Agora, tenho que me manter concentrado em todos os momentos, mantendo a cabeça baixa, porque esperam perfeição na NBA. Neste nível, você precisa disso para ganhar”, afirmou Ojeleye, que vestirá a camisa 37 em Boston.

Já Kadeem Allen, que foi selecionado na 53ª escolha geral e estava no Arizona Wildcats, não escondeu a satisfação com a oportunidade dada pelo Boston Celtics e disse que vai trabalhar duro para se manter na equipe. “Estou empolgado com o desafio, a prática e a competitividade são tão difíceis quanto nos tempos de universidade. Todos estão jogando duro, tentando conseguir esse emprego”, disse o novo camisa 45.

Recrutado na 56ª escolha geral, Jabari Bird reencontrou, em Boston, o ala Jaylen Brown, ex-companheiro dos tempos de California Golden Bears. Mais velho que Brown, mas novato no basquete profissional, o “xará” de um dos maiores ídolos da história celta comentou o reencontro. “Foi muito legal ter encontrado alguém que conheço para me dar algumas dicas daqui. Ele disse para eu trabalhar duro, competir e ter uma ética de trabalho consistente, sem descanso. Tenho que ser um profissional em tudo o que fizer”, revelou Bird.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 comentários

  1. Neto

    nada sobre a saída do Bradley ? essa troca foi um retrocesso

  2. Não gostei da troca Bradley x Marcus Morris, entendo a situação de que não teríamos como renovar com bradley e isaiah, provavelmente Ainge conversou com eles para estipular por quanto eles renovariam, logo, vendo que seria inviável a troca foi projetada, no entanto, acho que poderíamos ir atrás de PFs ou Cs melhores que o Morris, pois ele não irá suprir nossas carências, não é um bom reboteiro, não é um defensor de aro, não é alto para a posição 4, tanto que estava jogando até de SF.

    Alguns desses jogadores seriam bem vindos:
    Nome (Contratos dos jogadores por ano)
    Willie Reed (1M);
    Boban Marjanovic (7M);
    Willy Hernangomez (1,5M)
    Dewayne Dedmon (2,9M)
    Kyle O’Quinn (4,2M)
    Kristaps Porzingis (4,5M)

    São opções que iriam preencher as necessidades do time sem comprometer o teto salarial. Acredito que Porzings seria impossível, pois ao meu ver o Ainge deu All-in(apostou tudo) nesta temporada, mas estavam furtando-o nas propostas.

    Creio que fez uma péssima negociação ao acertar esse contrato pesadíssimo do Gordon Hayward, que é um bom jogador, de ajuste fácil mas não é o que precisavamos, entendo, é uma estrela, vai melhorar, mas haviam peças melhores a investir, claro que pode ter um pequeno detalhe nisso tudo, os times/jogadores não aceitarem vir a Boston, o que faz tornar tudo muito subjetivo, mas digamos que pela oferta certa, estes jogadores que tiveram transações nesta free agency aceitariam ir para o Celtics, bem, definitivamente, Hayward não seria nem de perto uma das primeiras escolhas de transações.

    Explico o porquê: trata-se de um jogador que vem para ocupar uma posição que temos ótimos talentos, que podem até não ser do seu nível, mas que são bons no seu conjunto (Crowder, Tatum e Brown), melhores em algumas individualidades(Crowder na Defesa) e outros com perspectiva de ser melhor jogador(Tatum e Brown) em breve, isso tudo sem ter que minar o teto salarial e sem perder nenhuma peça do time. O outro fator, que para mim é determinante, trata-se do nosso time ser tão ineficiente em pegar rebotes, concedendo muitas segundas/terceiras chances aos adversários e não permitindo essas oportunidades para nós o que chega a ser revoltante.

    Diante desse quadro, iria pesado no Anthony Davis, Griffin, Porzings, Demarcus Cousins, Whiteside…..se jogadores com essas características não aceitassem boas ofertas (envolvendo: Crowder + Bradley + Smart + Rozier + Picks, que não seja a do Nets ou Lakers2018) eu iria me retirar e manter o plano com o draft, afinal o próximo está recheado de PF e C de qualidade.

    Ainda estamos em rebuild, mas pelo fato de termos feito este rebuild de maneira tão bem conduzida a ponto de chegarmos nas finais de conferências do leste, no entanto, creio que não temos time para bater o Warriors, Cavs, Spurs, Rockets, Okc. Temos a impressão que nosso time está pronto, e para mim não está, até estaria, desde que resolvessemos os problemas comentados.

    Enfim, vejo que o draft foi ótimo ao conseguir o Tatum e mais uma pick de loteria, apenas, pois não gostei das demais escolhas; e vem fazendo uma free agency para acalmar aqueles que não sabem ter paciência e dizer que conseguimos algo, oferecendo tudo para quem não é merecedor de tanto.

    • Com esse time não nos vejo atrás de Spurs ou Rockets!!! Nos vejo no mínimo iguais, só que pra mim somos melhores!! E pra mim não é tão difícil percebermo isso, Spurs um time velho e sem brilho que dependerá totalmente do K.Leonard! Claro que foram bem adicionando Gay…MAS vejo o Celtics melhor com os movimentos…. olho não jogador a jogador, mas um conjunto hoje de 10 jogadores! Manteremos boa defesa de perímetro além de tem o que faltou sim à equipe, que é o jogador que ajudaria Thomas na pontuação!! Hayward veio com salário alto pra mim, mas é um jogador que não tínhamos e nos deixa melhor tecnicamente falando!

      Os Rockets são bons ofensivamente, mas nosso time hoje também, com isso creio que somos bem melhores na defesa e com esse balanço positivo ofensivamente, creio que somos tão bons quanto!

      Resumindo, todo mundo critica Ainge por ser parado, mas quando ele faz um movimento ficamos loucos criticando (não seu caso)…mas temos que esperar tudo terminar e vermos o final… as vezes esse foi o primeiro movimento!

      Esperemos… ODIEI a saída do Bradley… mas hoje Thomas – Brown(Smart ou aquisição) – Hayward – Morris – Horford é um quinteto mais forte que o anterior pois tem defesa e muito, muito mais ataque… foi péssimo perder Bradley, mas o negócio foi bom ofensivamente e SÓ aconteceu assim pelo curto tempo, senão um negócio mais vantajoso por outro seria feito!

      mas está feito e acho que dará certo!

  3. Bem a troca pra fazer sentido teria que abrir o cap em 3 milhões…então o marjanovic, não conta, o porzingis tentaram e não conseguiram pq o knicks pediram demais, o Dedmon é free agent e não troca, então não abre cap space, o kyle o quinn, e willy reed, por favor…o Marcus Morris, pode até não ser nenhum all star, mas é bem melhor que estes dois, o Hernangomez, acho que em escala menor, mas creio q o knicks tbm não iriam querer fácil, ainda mais pq eles vão para tank nessa season e o bradley ajudaria muito pouco, não gosto de ver o Bradley sair..mas a visão é ou era ele pelo Morris, ou sign and trade sem levar quase nada por Smart e Crowder, com contratos mais longos e mais baratos…o time do celtics melhora, e mantém a espinha dorsal em relação ao ano passado… Thomas Crowder Hayward Morris e Horford, um time mais alto e físico do que era, e no banco tem Rozier Smart Brown Tatum Ziziz e Yabusele além do Nader, e especula-se que vão atrás ou do jamal crawford, grande amigo do IT4, ou do Tony Allen…achei um movimento bastante lógico, apesar de indigesto.

  4. Paulo Jr

    Não existe nenhum torcedor que não ficou triste com a saída do Bradley. Mais realmente não tinha como ele permanecer no Celtics, pelo que ele merece e vai receber na próxima temporada.

    Convenhamos que o Bradley com a idade do Smart tbm só tinha defesa. Não sou o maior fã do Smart, mais ele defende bem até três posições em quadra, tem mais um ano de contrato(Por escolha do celtics) e a nao ser que evolua de mais (tomara que sim) nessa próxima temporada vai receber um contrato acessível.

    Volto a dizer… Temos que esperar os próximos capítulos para depois criticar. Se ficar nisso acho que acertaram em escolher Tatum no draft, acertaram em trazer o Hayward, tiraram os péssimos Zeller, Amir e Jerebko e Perdemos com essa do Bradley, porém se trouxerem o Allen por um salário baixo acredito que é um time muito superior ao da última temporada.

  5. Cara,

    Só pra deixar claro, não tenho uma camisa do Bradley em casa, mas o respeito muito pela temporada que vi o cara se dedicar em 2016 (sweep dos Cavs) e no ano passado (quase sweep) e preferiria que o Crowder fosse trocado do que ele.

    Agora tem gente que deve ter uma estátua do Bradley no quarto, só pode.
    Primeiro, dizem que é melhor perder o THOMAS do que AB.
    E agora que era melhor manter AB que contratar HAYWARD.

    Só pra deixar claro, quem dita o preço dos jogadores é o mercado e não os torcedores que sempre puxam sardinha para o seu time.
    Quem quis o Bradley (por causa do problema da FA) foram só Pistons, Lakers e Clippers, segundo o Woj.
    Não dava pra ter ganho mais do que o Ainge ganhou.
    FAs tops não vem para rosters cheios de jogadores do tipo KOs (e fomos nós que começamos essa tendência em 2007).

    Gostaria de destacar alguns stats (dados normalizados por 36 min e considerando que o Hayward jogava no Oeste e Morris no Pistons) :
    Média AB+KO combinados: ~16.7 pontos, 2 turnovers, 3 assists, 7.5 rebs
    Média HAY+MOR combinados: ~19.2 pontos, 1.6 turnovers, 3 assists, 5.4 rebounds

    São 15% mais pontos e 18% menos turnovers com a mesma quantidade de assists contra a perda de 28% de rebotes.
    PORÉM o time ganha mais 10kg de massa muscular (104 contra 94) e mais 04 centímetros de altura (2,05 contra 2,01) de forma que acho que o encaixe HAY+MOR no esquema do Stevens pode melhorar e muito o aspecto rebote.
    Além disso são 11 games a mais na média para HAY+MOR, dadas as lesões anuais do AB que devem ter também pesado na conta do Ainge.

    É uma análise tosca, mas o roster titular já é mais forte que o ano passado.

    O rebote é assunto crítico e precisamos ter muita atenção com isso.
    O Zizic é baixo para padrões de C da Liga e vai sofrer muito nesse quesito, mas deve ter uma evolução consistente.

    Se vierem Dedmon e Crawford/Allen devemos passar pelos Cavs,

    #Pas
    []s verdes

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.