Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Semifinais do Leste – Toronto Raptors (0-2) x Boston Celtics (2-0)

Com a missão de abrir uma incrível vantagem de 3-0 contra o atual campeão na segunda rodada dos playoffs, o Boston Celtics entra em quadra hoje contra o Toronto Raptors, às 19h30 (horário de Brasília), nas quadras da ESPN Wide World of Sports, em Orlando, na Flórida. O time Celta vem de duas partidas excepcionais conta o time de Nick Nurse, consolidando-se como um candidato a levar a Conferência Leste. SPORTV e NBA League Pass transmitem o confronto.

Após 2 jogos excepcionais, Jayson Tatum vem liderando as estatísticas no confronto da série, com médias de 27.5 pontos e 8.5 rebotes, além de 4 assistências. Contudo, quem vem superando as expectativas é Marcus Smart. Conhecido por sua defesa de elite, o armador se destacou nos ultimos jogos também do lado ofensivo da quadra. Com médias de 20 pontos por jogo no confronto e 4.5 rebotes, foi por sua atitude ofensiva no último quarto do segundo jogo da série que o Celtics recuperou a frente do placar e venceu o jogo. Além da tradicional qualidade de Kemba Walker e Jaylen Brown, há também a expectativa de uma boa partida de Robert Williams, que vem jogando bem na série. Estão fora por lesão Javonte Green, Gordon Hayward e Tremont Waters

Pelo lado do time canadense, é esperada uma forte reação de jogadores como Fred VanVleet e Kyle Lowry, dois dos principais jogadores da equipe, que estiveram abaixo do esperado. Entretanto, é em Pascal Siakam que os torcedores do Raptors depositam a maior expectativa, pois nos dois primeiros jogos da série marcou médias de 15 pontos e 5.5 rebotes, muito abaixo das médias que obteve na temporada de regular, que foram de 22.9 pontos e 7.3 rebotes. A tendência é que o técnico Nick Nurse mantenha a equipe que entrou em quadra na última partida.

FICHA TÉCNICA

Local: The Field House (Orlando, FL)

Horário (de Brasília): 19h30

Transmissão: SPORTV e NBA League Pass

TORONTO RAPTORS: Fred VanVleet, Kyle Lowry, OG Anunoby, Pascal Siakam e Marc Gasol. Treinador: Nick Nurse

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Marcus Smart, Jaylen Brown, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

Author avatar
Vinicius Schaarschmidt
Sou gaúcho de Porto Alegre, Gerente de Produtos de profissão trabalhando na área de Tecnologia da Informação há quase 15 anos. Apaixonado por esportes, especialmente Futebol e Basquete, torço para o Internacional e para o Boston Celtics. O Jornalismo é uma paixão antiga e tenho aqui a oportunidade de trazer um pouco das minhas opiniões sobre o maior campeão da história da NBA!

18 comentários

  1. Lucas Soares Jardim

    Que vacilo do JB na marcação. Agora temos uma série, não pode cometer um erro desses pqp

    • Leonardo

      Não achei falha do JB. O Anunoby saiu da marcação do JT (que não ficou marcando ninguém) e foi pra zona do JB (ficou marcando o Siakam e tomou um screen do Gasol pra não conseguir voltar pra sua zona). Não pode ficar um cara livre como ficou num jogo de playoff.

  2. Marcos

    Jogaço.
    Achei gracinha do Stevens colocar o Tacko. Cara hiper frio e mudando o jeito do time.

    Kanter não precisa jogar, deixa o Rob Williams.

    Abs verdes,

    • Bruno Correa

      Achei o Kanter bem.. ajudou.
      Descansa mais o Theis.
      Mas na defesa ele parece um boneco do posto kkk.

      Stevens retardado botando o tacko como se isso fosse mudar algo vs um quase all star q eh o Lowry. Ridículo.

      Mas isso não muda nada… não entendi pq deixaram o cara sozinho. Não eh simples fechar cada um no seu e marcar infinito sem desgrudar e sem tirar o olho?? Alguém explica como no último lance o cara me consegue ficar SOZINHO? Só consigo imaginar que estavam comemorando antes do tempo :p

    • Marco Antônio de Paula

      Perdemos hoje a série. Mesmo com um time melhor. Jogo ganho. Mas nós temos Stevens. E quem tem Stevens nunca pode se empolgar. Mesmo jogando contra um Toronto muito mal que tem apenas o Lowry levando o time deles nas costas. Sempre que nos empolgar com esse time, nunca podemos esquecer. Temos Stevens em nosso banco. então meu amigo, a vida do Celta nunca será fácil

  3. Leonardo Christian Gabriel

    Porque marcar quem vai voltar a bola em jogo, tacko em lowry…
    5 marcando 4, certamente não sobraria ninguém livre. Foi oque Houston fez ontem pra cima de Okc.
    Enfim, bola de sorte.
    Kemba na última assistência, é um lord mesmo.

  4. Michael

    Perder 1 jogo não é ruim mas perder desta forma deixa qualquer um indignado, Colocar Tacko foi o maior erro, Tinha 3 outras opções para ele, ja o arremesso sem marcação é de matar, como isso em um playoffs? espero que esta derrota pelo menos sirva para eles não comemorarem até o ultimo segundo, a unica coisa que consola é a falta de experiencia em playoffs, se não fosse isso eu estaria mais puto do que estou.

    • Marco Antônio de Paula

      Perder jogo assim não é novidade. Já perdemos um jogo assim pros Bucks, Ultimo segundo do jogo. Meteram uma bola pro Middleton que acertou um arremesso contestado e ganhou o jogo. Fiquei puto? Sim. Mas pelo menos o Middleton estava contestado. Agora um cara arremessar livre, sem nenhuma contestação , nesse momento do jogo. Isso é Inédito. È muito simples. CAda um no seu. Nunca vi isso.

      • R2

        Foi isso que pensei ao ver o que aconteceu: “Como esse cara apareceu sozinho, ninguém estava com ele?”
        Era theis no gasol, smart no siakan, brown no valflet e tatum nesse cara.. mas não rolou!

    • Leonardo Christian Gabriel

      Se perder a serie Stevens ganha a conta…

  5. Marco Antônio de Paula

    Eu nem vou discutir a partida sem brilhos do Tatum e do Smart hoje, e nem vou discutir algumas rotações de Equipe que eu não concordei. Tambem não vou discutir a partida espetacular do Kemba hoje. Nem discuto o fato do time do Celtics tencicamente ser melhor que os Raptors que vem jogando mal a série.

    Quero entender como um técnico, com o jogo ganho, com apenas uma tática. Cada um com o seu. Marcação individual no ultimo segundo do jogo. o máximo que pode acontecer e mesmo assim, difícil é um arremesso contestado,

    Mas esse técnico imbecil inventa um Taco Fall em cima da hora, que mal jogava na temporada regular , para ficar pulando igual a um imbecil na lateral da quadra, enquanto o Shooter do adversário recebe uma bola absolutamente, completamente livre para definir o jogo.

    Se o cara faz o arremesso pelo menos contestado, nem vou julgar tanto. Mas o cara arremessou sem ninguem. Acho que isso nunca existiu na história da NBA, no segundo final, um jogador adversário receber uma bola livre para arremessas sem contestação e decidir o jogo. Só com o time do Zé Chiclete isso pode acontecer.

    Eu estava me segurando para não criticar esse fracassado. Até estava gostando da defesa do time nesses playoffs. Mas que é incompetente, nunca perde a coroa. Stevens é isso. o Problema não é perder o jogo. Mas perder o jogo desse jeito, destruindo o moral da nossa equipe, e fortalecendo o psicológico do adversário.

    Essa é a diferença entre Nurse e Stevens. Nurse, mesmo com um time pior, com os jogadores mal em quadra, em uma jogada armada , pode decidir um jogo e talvez uma série.

    Enquanto do nosso lado. Nesse momento decisivo, Nosso Técnico Vai estar mascando chiclete e torcendo para alguma jogada genial de nossos jogadores..

  6. Teobaldo

    “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”. Piegas, é verdade, mas é a síntese de um jogo muito bom, que valeu cada segundo (poderia ter valido até meio segundo, mas aí também é muito masoquismo. kkkkkkk!). Não entendi o nosso objetivo durante parte do terceiro quarto em arremessar de fora do perímetro. O Raptors tinha 1 cara com 5 faltas e 2 com 4 faltas. Não seria mais óbvio jogar infiltrando? Em relação à jogada do Kemba na nossa última cesta, o cara simplesmente comeu o relógio com farinha. Jogadassa!!! Quando vi o Tacko Fall uniformizado achei que ele ia para o garrafão tentar evitar uma ponte aérea. Agora, é catar os cacos e tentar recuperar o moral do time. Saímos de um “quase concreto” 3 X 0, que destruiria psicologicamente o Raptors” para um 2 X1, com nada definido, mas ainda acredito que passaremos. Go, Celtics!!!

  7. Marcos Pastich

    Entrei só pra ver a galera do contra! Se quando a gente ganha a turma da corneta não alivia, imagina em uma derrota. Kkkk. Perdemos num detalhe em um jogo em que Tatum não foi bem. Acho que levamos essa série num 4×1 ou 4×2… Tem muito negativismo nos comentário, parece até que a maioria aqui torce contra e vibra com as derrotas só pra ter razão! Vai entender o que se passa na cabeça das pessoas hoje em dia… Abraços pra quem torce pela vitória!

    • Bruno Correa

      Todos torcem.
      Pensando de cabeça fria, acho que foi o momento oportuno pra esse erro, finais não cabem isso.

      • Marco Antônio de Paula

        Esse erros nunca são oportunos. Mas já passou. Agora é bola pra frente. Aprender com os erros e crescer nesses playoffs. O Importante agora é recuperar o lado mental do time e seguir em frente.

    • Fernando Henrique

      É exatamente isso cara, até desanima tentar uma conversa, um debate. O pessoal inventa uma pior que a outra, eu chego a desacreditar no que to lendo

  8. Fernando Silva

    Na minha opinião, evidente que seria melhor não marcar o armador adversário que só recolocaria a bola em jogo.

    Com meio segundo não seria possível a bola voltar às mãos dele para o arremesso.

    Mas, se pensarmos que foi uma noite um pouco abaixo do JT e que estamos sem GH, que deve estar perto de voltar, só posso ficar otimista.

    Meus cumprimentos à Kemba, que jogador.

    Repito: na season anterior, se tivéssemos Kemba e não KI, o banner estaria pendurado.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.