Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jogo 2 – Raptors 99 x 102 Celtics

Na noite de terça(1) o Boston Celtics enfrentou novamente o Toronto Raptors pelas semifinais da Conferência Leste e novamente saiu vitorioso. Em grande noite de Jayson Tatum que liderou o ataque celta, a equipe verde venceu um jogo que foi equilibrado até os segundos finais e abre uma importante vantagem de 2 a 0 contra os atuais campeões da NBA.

O primeiro período de jogo mostrou grande equilíbrio de ambos os times. Com defesas bem postadas em quadra nenhum dos times foi capaz de abrir vantagem no placar. Enquanto os Raptors faziam um ótimo jogo arremessando do perímetro a equipe do Celtics usava muito Robert Williams III dentro do garrafão para pontuar. Placar do período 28 x 28.

No segundo período novamente os times foram muito iguais. Pelo lado celta Tatum era quem impulsionava o ataque, liderando a equipe em pontuação até o intervalo e recebendo boa ajuda de Jaylen Brown. Kemba Walker por outro lado chegou até o intervalo sem muitos destaques positivos no jogo, com baixo aproveitamento nos arremessos de quadra e alguns erros que resultadas em ‘turnovers’ . Pelo lado dos Raptors, VanVleet e Siakam dividiam a responsabilidade ofensiva, inclusive foi uma bola de três de Siakam que deixou a vantagem para o Celtics em apenas dois pontos no intervalo. Placar do intervalo 48 x 50.

No terceiro período o Celtics sofreu uma queda de rendimento. Com a equipe cometendo vários erros ofensivos no início do período e os Raptors fazendo um bom jogo arremessando do perímetro, a equipe de Toronto foi capaz de virar o placar de jogo e abrir uma pequena vantagem. O ataque celta passou por altos e baixos no período, inclusive permitindo uma sequência de onze a zero para a equipe dos Raptors, e só não foi pior pois a defesa verde seguia bem postada em quadra e porque Tatum estava em quadra para carregar o ataque celta. Placar do período 78 x 70.

O ultimo período iniciou de forma primorosa para os celtas. Marcus Smart acertou uma sequência de cinco arremessos seguidos de três pontos destruindo a vantagem dos Raptors. Além disso a equipe voltou com uma boa defesa, dificultando muito as ações ofensivas da equipe de Toronto. E o jogo seguiu parelho até os momentos finais, quando Kemba Walker que não fazia uma boa partida acertou um importante arremesso e deixou os celtas três pontos a frente. Na sequência Siakam desperdiçou a posse de bola pisando na linha lateral, a equipe celta recebeu a bola de volta mas não foi capaz de pontuar para finalizar o jogo, os Raptors ainda tiveram uma ultima chance de empatar, mas VanVleet não conseguiu acertar o arremesso de três pontos, decretando assim, a vitória do Boston Celtics. Placar final 99 x 102.

Apesar da queda no terceiro período a equipe do Boston Celtics fez um bom jogo e mesmo após chegar ao quarto período em desvantagem no placar foi capaz de virar o jogo e sair com uma importante vitória. Destaque positivo para Jayson Tatum que liderou o ataque celta com 34 pontos, e para Marcus Smart que acertou uma belíssima sequência de 5 bolas de três pontos no último período para colocar a equipe verde de volta no jogo.

A equipe do Toronto Raptors fez uma boa partida e viu a vitória escapar nos detalhes, agora a equipe atual campeã da NBA fica com as costas na parede para o próximo jogo. Destaque positivo para OG Anunoby que fez 20 pontos e foi muito bem nos arremessos de três pontos.

As equipes voltam a se enfrentar quinta(3) às 19h30 horário de Brasília.

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (34 pontos, 8 rebotes e 6 assistências)

Jaylen Brown (16 pontos e 8 rebotes)

Marcus Smart (19 pontos)

Kemba Walker (17 pontos e 6 rebotes)

Robert Williams III (11 pontos)

Destaques do Raptors

OG Anunoby (20 pontos e 7 rebotes)

Fred VanVleet (19 pontos, 5 rebotes e 7 assistências)

Kyle Lowry (16 pontos, 5 rebotes e 7 assistências)

Serge Ibaka (17 pontos e 9 rebotes)

Melhores momentos

https://www.youtube.com/watch?v=YSGG4MNYSwc

Author avatar
Henrique Correia
Paulista, morador de Bauru no interior do estado de São Paulo, analista de suporte e corredor de rua nas horas vagas. Apaixonado por basquete, descobriu no jornalismo um hobby e quem sabe futuramente pode encontrar uma profissão. Acompanha a NBA desde 2010, torcedor fiel do Celtics, aguarda ansiosamente pra ver seu primeiro titulo.

8 comentários

  1. vitor

    Torcer pro Heats hoje. 🤞🤞

  2. R2

    Cara, os verdes e seu 3o quarto assustador! Entendo que com o banco pífio que temos, isso é compreensível, deixando mais reservas em quadra o time adversário tende a crescer de produção, mas que não faz bem pro coração ver esse tipo de coisa, isso não faz! rsrsrsrs

  3. R2

    Li o comentário de alguém dizendo que estamos fadados a perder Hayward de graça, e tive a curiosidade de olhar o cap, e realmente sem extrapolar o teto será impossível manter o time com ele.
    Eu particularmente acho que se ele aceitasse um contrato beirando 20mi anuais valeria muito a pena mantê-lo no time. Mas isso definitivamente limita muito o time, teríamos que ter a capacidade que Toronto e Heat mostraram e garimpar bons talentos na G-league e entre os jogadores não draftados para fortalecer um pouco a pontuação do nosso banco.
    Rockets também montou uma estratégia de contratação interessante, achando jogadores rodados com contratos de salario mínimo para compor o banco…

    Enfim, olhando o desempenho do time e a instabilidade dos demais, fico pensando que se tivessemos dado um “all win” nessa temporada e montado um banco um melhor teríamos toda condição de ser campeões, mesmo com tipos como lakers e clippers e seus elencos estrelados. Nosso time titular é capaz de jogar de igual pra igual com todos, mas quando a rotação começa perdemos muito e as vezes isso custa a vitória!

    • “Perder Hayward de graça” – Veja se algum GM da Liga quer o cara por 30m ou menos =)
      O pessoal fala como se fosse fácil fazer uma trade com o Gordon hoje – Considerado no HoopsHype e outros sites como o pior contrato em vigência da NBA.

      O contrato para ele tem de ser por volta dos 12m (igual ao do Smart) e, no caso, ele teria que aceitar a redução salarial.

      Se ocorresse, acredito que a torcida (pelo menos eu) subiria de respeito pelo cara – Um ex-jogador, digo ex-All Star, que aceita reduzir salário e vir do banco para jogar em time contender por muitos anos.
      No entanto, sinceramente, duvido que ele tope.
      E acho que o Stevens vai falar bastante com o Ainge para mantê-lo a qualquer preço – Os vínculos familiares e afetivos são muito fortes nesse caso (não que o Ainge se importe muito com isso, rsrsrs – A saída do Pierce e Thomas foram sangue frio, para dizer o mínimo).

      Abs verdes,

  4. Marco Antônio de Paula

    Hoje será um jogo fundamental para chegar na final da Conferência. Para os Dinos é tudo ou nada. Se vencerem, ganham nova moral para lutar pela Série. Perdendo, acho que abandonam o barco. Eles vão querer intimidar nosso time com um jogo mais físico. No Ultimo jogo já desceram a marreta no Tatum. Temos que jogar bem concentrados e focados. Diminuir nosso numero de erros. (Jogo passado tivemos muitos TO). Eles vão tentar jogar mais no nosso garrafão, visto que as bolas de fora deles não estão caindo. Vão tentar explorar também a defesa do Kemba.

    Precisamos ficar atentos. Não podemos entrarem clima de já ganhou. Stevens tem que pensar nessa rotação. Muitos caras do banco em quadra limitando a produção do time pode ser fatal. Tatum e brown são novos, podem ficar muito mais tempo em quadra. Se o Kemba tiver com a mão quente, tem que ficar mais tempo em quadra também.

    Hoje temos que jogar com seriedade e intensidade. Se Smart, Kemba, Tatum e Brown, estiverem em um bom dia, acho que a vitória é nossa.

  5. Grandes jogos agora nos playoffs, séries fantásticas de Nuggets e Jazz, Bucks e Heat, e OKC e Rockets.
    CP3 deu aquela amarelada bonita (4 chances de fechar o jogo contra os Rockets, teve o Thunder) e um bando de juízes malucos apitando Bucks x Heat.

    Ganhando hoje dos Raptors (acredito nisso) devemos partir para sweep e descansar.

    Heat e Bucks devem fazer uns 6 jogos e quem vier estará mais cansado.
    O fator cansaço parece estar presente na bolha.
    Rockets morto no 3o quarto em toda a série contra OKC e ontem o Giannis parecia estar totalmente exausto.
    Torço para o máximo de pressão para cima dos Fakers, de forma que, se chegarem, cheguem no limite físico contra os Clippers.
    Vamos aproveitar para chegar inteiros e descansados.

    Os favoritos para o caneco continuam sendo os Clippers, mas vejo nossas chances subindo muito com a eliminação dos Bucks e o aumento de minutos dos minutos Smart, Brown e Tatum COM a bola na mão.

    Abs verdes,

  6. Marchall

    Muito clima de “Oba oba” de algumas pessoas. Não necessariamente daqui, mas de twitter.

    Esse jogo é um divisor de águas pra eles. Se os jogadores dos Celtics não entrarem pilhados igual no último jogo vão perder hoje e tomar a virada nos próximos jogos.

    Tem que ganhar hoje pra desmotivar os caras.

  7. Marchall

    Outra coisa..
    Eu sou um dos que mais detona o Brad Stevens aqui. Não gosto do tipo de jogo dele, somos muito vulneráveis aos jogadores de garrafão.

    Mas hoje eu acho que ele está sendo inteligente. Raptors estão apertando a marcação em cima do Tatum e do Brown.

    Acredito que ele tenha pensado nisso e liberado mais o Kemba pra pontuar. Só eu percebi isso?

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *