Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Warriors 106 x 109 Celtics

O jogo começou no dia 1ª de Abril, mas terminou no dia 2ª, para que ninguém tivesse dúvidas sobre o seu resultado!

No encontro entre a melhor equipe do momento, o Golden State Warriors e a maior equipe da história, o Boston Celtics, quem se deu melhor dessa fez foi a equipe verde!

A exemplo do primeiro encontro entre as duas equipes, onde o jogo foi decidido nos segundos finais de uma segunda prorrogação, o que se viu em quadra foram duas equipes aguerridas, disputando cesta a cesta em condições de igualdade, com constantes alterações na liderança do placar e com a decisão do resultado ficando para os segundos finais.

Sem contar com Crowder mais uma vez, o Celtics adentrou na quadra adversária em condições opostas ao primeiro confronto, onde o Warriors era o visitante e não contava com Klay Thompson, lesionado.

A ausência do Ala no entanto não impediu que o Celtics demonstrasse aos mandantes da casa seu tão conhecido cartão de visitas, a defesa de perímetro.

Marcando os condutores adversários com extrema pressão, a equipe Celta não foi tão eficiente em reduzir o aproveitamento nos arremessos adversários, mas por outro lado provocou uma quantidade enorme de turnovers (desperdícios de bolas) nos rivais, que grealmente terminavam em contra ataques rápidos com cestas fáceis para a equipe de Boston.

Prova disso é que Stephen Curry, conhecido por ter um dos melhores controles de bola da NBA, se não o melhor, saiu de quadra com gritantes 9 desperdícios, algo que se não for o recorde na carreira do atleta, certamente estará bem perto de ser.

E foi no  já conhecido de “se garanta na defesa e faça o que der no ataque” que o Celtics manteve o equilíbrio do jogo por quase toda a partida.

Um dos raros momentos de disparidade na partida, no entanto foi no começo do quarto derradeiro, onde o Celtics em uma rápida sequencia chegou a abrir 11 pontos de vantagens no placar, vantagem essa que seria liquidada nos minutos posteriores até que o Warriors tivesse a posse de bola com 10 segundos para o final, dependendo de uma cesta de 3 pontos para levar a partida para a prorrogação, assim como no primeiro encontro das equipes.

Entretanto o raio não caiu no mesmo lugar, Curry e depois Green erraram seus arremessos e como resultado a equipe de Boston saiu vitoriosa.

Foi a PRIMEIRA derrota do GSW em seus domínios em toda a temporada. A equipe rival vinha de 36 vitórias consecutivas em seus domínios nessa temporada (54 contando a temporada anterior), inclusive tendo apresentações memoráveis, como na vitória por uma diferença de 30 pontos sobre o Spurs, seu principal concorrente no Oeste.

Do outro lado, o Celtics segue na briga pela terceira posição no Leste e está agora a apenas uma vitória de conquistar matematicamente sua classificação para os playoffs.

Destaque do Celtics

Jared Sullinger – 20 pontos – 12 rebotes – 3 assistências
Evan Turner – 21 pontos – 5 rebotes – 5 assistências
Isaiah Thomas – 22 pontos – 6 assistências

Destaques do Warriors

Stephen Curry – 29 pontos – 5 rebotes – 6 assistências
Draymond Green – 16 pontos – 9 rebotes – 7 assistências

Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

8 comentários

  1. O campeãoooo voltouuuuuuuuuuuu !!!!!!!!!!!!!
    GIGANTE !!!!!!!!!!!!!

  2. Renato

    Que jogo! Aos críticos do Bradley nunca mais ousem em levantar a voz kkkkkkk esse Mito fez o Curry fazer apenas 6 pontos no primeiro tempo e cometer 9 turnovers, quando no segundo tempo o Stevens tirou ele da marcação do Curry o cara fez 19 pontos em 5 minutos. Sullinger, Smart e Turner muito bem, e os demais todos tiveram alguma colaboração. Stevens mais uma vez mostrando suas qualidades. Durant, Horford, De Rozan, fiquem a vontade estamos a sua espera.

  3. NA matéria escrevi que estamos a uma vitória de nos classificarmos matematicamente para os playoffs, mas na verdade, se o Bulls perder hoje pro Pistons…já era….ja estaremos classificados, mesmo sem jogar.

  4. Marcelo Lopes da Silva

    Sensacional. Isso é ser Celtcs!! Ótimo jogo, bom de assistir e com o final que eu queria.

  5. Dagmar Souza

    Esse é o espirito do Celtics!!!?????

  6. Fernando CS

    O momento é de euforia, afinal batemos a equipe que pretende ter a melhor campanha da história da liga, em seus domínios. Mas, da mesma forma que devemos de paciência ao criticar as derrotas para o 76`, é bom ter cautela com esta vitória. Enfim, continuamos muito bem, mas com alguma propensão a ser Robin Wood. Ganhamos das equipes mais fortea e vacilamos com algumas bem fracas.

  7. […] e branca conquistou três vitórias, com destaque para os resultados históricos contra o líder Golden State Warriors e o rival Los Angeles Lakers. Em clima de euforia total, com o apoio da torcida e contra um […]

  8. […] com antecedência aos playoffs, venceu oponentes tidos como mais fortes – vide a vitória recente contra o Golden State Warriors – e hoje é um dos times mais temidos da liga. Grande parte deste sucesso deve-se ao […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.