Analisando o Draft – Jaylen Brown

O Celtics Brasil inicia, nesta segunda-feira, 27 de junho, uma série de matérias especiais sobre os seis atletas recrutados pelo Boston Celtics no NBA Draft 2016, realizado no dia 23 de junho, no Barclays Center, ginásio do Brooklyn Nets. O primeiro jogador analisado será o ala Jaylen Brown selecionado na 3ª escolha do evento.

 

Jaylen Brown

Posição Ala-armador/Ala (SG/SF)
Experiência 19 Anos | Freshman (1 ano universitário)
Altura 2,00 metros (6’6.75″)
Envergadura 2,13 metros (6’11.75″)
Peso 101 quilos (222 lbs)

Quando o comissário da NBA, Adam Silver, anunciou que o Boston Celtics havia selecionado Jaylen Brown, um misto de comemoração e frustração tomou conta da fanática torcida do maior campeão da NBA. Afinal de contas, em um Draft que prometia negociações sensacionais em busca de um All-Star ou a aquisição de um jovem para contribuir de imediato, manter a escolha foi decepcionante. A torcida não questionou o talento do atleta; a seleção de um jogador a se desenvolver, contudo, não foi bem digerida pelos exigentes fãs celtas.

Jaylen Brown é um garoto com corpo de homem. Com apenas 19 anos, o ala oriundo da Universidade da Califórnia impressiona pela estrutura física e esbanja atleticismo.

 


Nascido em Marietta, no estado de Georgia, o ala estudou no Colégio Joseph Wheeler no High School (Ensino Médio), destacando-se bastante pelo time de basquete, a ponto de figurar no segundo lugar do ranking de sua posição (ESPN e Rivals), atrás apenas de Ben Simmons. Em sua transição para o College (Faculdade), escolheu ir para o time do Golden Bears, da Universidade da Califórnia.

Em sua única temporada pela equipe universitária de California Golden Bears, mostrou que é um jogador de duas vias, unindo extremo esforço defensivo com explosão ofensiva. Não importa se o matchup é um pivô ou um armador, Brown não evita o confronto nos dois lados da quadra. Não existe bola perdida para Jaylen: a raça e a determinação são pontos principais de seu jogo. Brown teve ótimas médias em sua temporada de calouro: 14.6 pontos, 5.4 rebotes, e 2.0 assistências em 27 minutos por jogo. Com este desempenho, foi nomeado calouro do ano em sua conferência (Pac-12).

Seus números foram duramente contestados após sua seleção, principalmente seu aproveitamento em arremessos de três pontos, o qual ficou abaixo dos 30%. Contudo, Brown disparou apenas 102 tentativas durante sua temporada em Cal, sendo uma amostra bem pequena para análise. Durante os treinamentos para o Celtics, Brown teve um aproveitamento de 76 acertos em 100 tentativas para três pontos, apenas três acertos abaixo do combo guard especialista em tiros de longa distância, Jamal Murray, e nove acertos menos que aquele que é considerado o melhor arremessador da classe 2016, Buddy Hield. Ora, claro que arremessar parado e sem marcação não é um parâmetro confiável, porém seu arremesso não é tão ruim quanto se comenta, apenas precisa de um maior polimento.

O jovem calouro deve adaptar-se como um swingman em sua carreira, ou seja, jogando tanto na posição de ala-armador como de ala – ele possui altura semelhante a Jimmy Butler e Kawhi Leornard (2,00 metros), por exemplo. Brown deve usar e abusar de seu físico e de suas infiltrações para ter sucesso na liga. Muitos analistas o apontam, inclusive, como o calouro mais explosivo da classe.

Após ter sido selecionado, Brown não conseguiu esconder sua satisfação e alegria por jogar pela franquia de Boston. O jovem prometeu muito empenho e dedicação nos treinamentos, e disse ainda que os fãs celtas não irão decepcionar-se com a sua seleção. Sabemos que Danny Ainge não escolhe apenas por talento, portanto, o jovem precisa suar sangue verde e demonstrar vontade de atuar por Boston. Agora, esse olhar apurado e experiente de nosso General Manager recaiu sobre Brown, e ao menos empenho e entrega devem sobrar no jovem talento.

Principais qualidades

Atributos físico-atléticos, efetivo no catch-and-shoot, defensor de elite, bom reboteiro, explosão na transição defesa-ataque e ética de trabalho.

Principais defeitos

Tomada de decisões, seleção de arremessos, alto número de desperdícios de bola e polimentos técnico.

Veja mais detalhes na análise pré-draft de Jaylen Brown, do autor Fábio Malet.

Ajuste

Em um plantel recheado de bons defensores, a escolha de Brown parece ser redundante. Suas principais características não são as maiores carências do elenco. O seu atleticismo, no entanto, é algo que a equipe não possui. Além de dispor de um corpo pronto para a NBA, Jaylen tem um salto vertical absurdo – o que facilita suas infiltrações e finalizações próximas ao aro -, tem grande envergadura e velocidade, além de ser explosivo no dois lados da quadra.

Mesmo a seleção tendo sido dentro do top 5, provavelmente o jogador não chegará para ser titular. Jae Crowder é o dono da posição e Brown terá de ganhar seus minutos saindo do banco de reservas (salvo a ocorrência de uma troca envolvendo Crowder).

E você caro leitor, o que achou de nossa escolha neste recrutamento? Deixe sua opinião nos comentários.

 

Alefe Miranda
Alefe Miranda

Empresário, empreendedor e musicista. Torcedor apaixonado pelo Boston Celtics desde as finais de 2010 quando, começando a aprender sobre basquete, viu aquele maravilhoso time de Paul Pierce, Kevin Garnett, Rajon Rondo e Ray Allen chegar as finais e por pouco não ganhar mais um campeonato.

20 Comentários

  1. Francisco Machado disse:

    Acho que essa envergadura aí tá errada.

    0

    0
  2. Francisco Machado disse:

    Fui contra o Brown por achar que o jogo dele é basicamente o mesmo do Crowder.
    Mas aí eu pensei.
    O que o Crowder, um cara pick 34 de 24 anos, evoluiu na mão do Stevens…..
    No que será que o Stevens irá transformar um cara pick 3 de 19 anos?

    0

    0
  3. Renato TD disse:

    O cara é fera !

    0

    0
  4. Zé buceta disse:

    QUE HOMEM!! É O FUTURO MACHO ALFA DA NBA

    0

    0
    • Chiovato disse:

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      lembrei do everaldo marques narrando, muito bem lembrado e engraçado!!!
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      0

      0
  5. Robson disse:

    Vai ser o calouro do ano.

    0

    0
    • Maurício Green disse:

      Muito dificil cara, ele não vai ter tempo de quadra para isso.

      0

      0
      • Fabio de abreu disse:

        Tomara q seja , mas por vir pra um time forte como celtics devera ter menos minutos q Hield Simmons Ingram ou Dunn acho a chance dele ser o melhor jogador desse draft daq a 3-4 bem maior q a de ser calouro do ano

        0

        0
  6. Celso Cachali Jr disse:

    Gosto muito do Brown estou ansioso para ve-lo jogar
    na Summer League

    0

    0
  7. Scal disse:

    Ele foi a melhor escolha para o caso de manter a pick. Só escolheria outro, no caso o Dunn, se fosse pra fazer uma trade.

    O q eu não gostei foi da pick 16. Apesar de não considerar uma escolha ruim (pelo contrário, até me surpreendi vendo vídeos dele), prefiria o Luwawu.

    0

    0
  8. Andre Frenhane disse:

    Tem futuro o garoto, acho que sua média de pontos é relativamente baixa por forçar algumas jogadas, mas tem recursos para ser pontuador. Estou empolgado para ver a Summer League, até mesmo para ver o Abdel Nader, ví alguns vídeos dele e me pareceu um cara forte que gosta do jogo de contato, e ainda manda umas bolinhas de três. Acho que vamos nos surpreender com a garotada.

    0

    0
  9. Tuhã Schmitt do Evangelho disse:

    Esse cara vai dar o que falar, muito forte e tem um jogo rápido em transição – muito utilizado no basquete atual. Boto fé que Stevens vai transformá-lo em um Crowder 2.0 logo logo.

    0

    0
  10. Maurício Green disse:

    Um puta atleta, muito versátil e com um grande up side. Muitos analista falam que vai ser um puta jogador, mas outros dizem que não vai dar certo na NBA.

    Vamos esperar e torcer. Mas não esperem que ele comece jogando e que tenha muitos minutos ano que vem.

    0

    0
  11. Lucas disse:

    O cara ser atéltico = fool’s gold. Não sou fã dessa escolha, enfim, minha opinião. Draft de 2017 é o que há, VAI NETS!!! (Não faça merda Ainge!!!!, tbm)

    0

    0
  12. Sander disse:

    Se vcs repararem bem, o Ainge trouxe nesse draft uma coisa que nosso time não tem: Atleticismo.
    Precisa.ls de jogadores que infiltrem mais, que batem de frente no garrafão. Brown, Yabusele, Zizic e Ben Hentil nos trazem isso. Teremos uma bom parâmetro na Summer League, onde nosso time deve ser:
    Rozier – RJ Hunter – J.Brown – Yabusele – Mickey
    D. Jakcson – Abdel Nader – Young – Ben Bentil – Zizic

    Ao meu ver, temos o melhor time da Summer League. Completo em todos os sentidos.

    0

    0
  13. Math disse:

    Rapaziada, vou criar um grupo do Celtics no WhatsApp, a quem se interessar deixe o número abaixo, ou mande mensagem para: 91 983961193
    E se acaso já tiver um grupo da rapa, me ponham haha
    E Jaylen Brown será o Havelicek Black, tmj

    0

    0
  14. […] Analisando o Draft – Jaylen Brown […]

    0

    0

Deixe uma resposta para Math Cancelar resposta