Brad Stevens é eleito melhor técnico do Leste em fevereiro

A NBA anunciou, na tarde desta terça-feira (1º), que o técnico Brad Stevens, do Boston Celtics, foi eleito o melhor treinador da Conferência Leste em fevereiro. É a segunda vez que o comandante celta leva o prêmio: em abril de 2015, Stevens liderou o Alviverde a uma arrancada história, que resultou na sétima colocação do Leste e a classificação para os playoffs.

Em sua terceira temporada no maior campeão da história da liga, Brad Stevens conduziu o Boston Celtics a uma campanha de nove vitórias nos 12 jogos que disputou em fevereiro, com destaque para seis vitórias consecutivas no TD Garden. Neste mês, o Celtics teve as melhores médias do Leste em pontos e percentual de lance livre, além de ser a segunda franquia com mais assistências.

Com o excelente desempenho em fevereiro, o Boston Celtics se consolidou no G-8 da Conferência Leste, subiu para a terceira colocação e está se aproximando do Toronto Raptors, líder da Divisão do Atlântico e vice-líder do Leste. Com 36 vitórias em 61 partidas na temporada 2015/2016, a equipe celta está com 59% de aproveitamento.

Curiosamente, o próximo duelo do Boston Celtics será contra a equipe que teve o melhor técnico da Conferência Oeste em fevereiro: com nove vitórias nos 11 jogos que disputou no mês, Terry Stotts colocou o Portland Trail Blazers na zona de classificação para os playoffs. Celtics e Blazers se enfrentam nesta quarta-feira (2), às 21h30, no TD Garden.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

2 Comentários

  1. Lucas Oliveira disse:

    Uma pena que precise levar o time nove vitórias em 12 partidas para ter este reconhecimento.

    Nada contra o Tyronn Lue, Gregg Popovich e muito menos contra o Kerr. Mas é muito mais fácil ser técnico de Curry – Thompson – Green, Love – Lebron – Irvin e Aldridge – Kawhi Leonard – Duncan, etc. Do que um time que até meados de fevereiro não tinha nenhum all star e já despontava entre as primeiras posições.

    0

    0
  2. Carlos Eduardo Oliveira disse:

    Stevens para presidente… do Brasil,,,

    0

    0

Deixe um comentário