Em recuperação de lesão, Isaiah Thomas não vai precisar de cirurgia

Destaque do Boston Celtics na temporada 2016/2017 da NBA, o armador Isaiah Thomas não vai precisar de uma cirurgia no quadril nesta intertemporada. Em entrevista ao jornalista Adam Himmelsbach, do Boston Globe, o GM celta Danny Ainge disse que o camisa 4 está praticamente curado da lesão sofrida durante a final da Conferência Leste, contra o Cleveland Cavaliers.

“Isaiah está fazendo um bom progresso. Já está arremessando, anda a toda velocidade na bicicleta ergométrica, está trabalhando na piscina. Está progredindo muito bem”, elogiou o dirigente do Celtics.

Logo após sofrer a lesão no quadril, que o tirou dos últimos jogos do Boston Celtics na competição, Isaiah Thomas procurou vários especialistas, que não descartaram a cirurgia, mas recomendaram a diminuição do inchaço para saber qual seria o processo de recuperação.

Em 76 jogos de temporada regular pelo Celtics em 2016/2017, Isaiah Thomas teve médias de 28,9 pontos, 5,9 assistências e 2,7 rebotes em 33,8 minutos. Com essa temporada de altíssimo nível, o armador foi convocado para o All-Star Game, ficou em quinto lugar na votação para jogador mais valioso (MVP) e também apareceu entre os cinco primeiros na eleição de jogador que mais evoluiu (MIP).

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

10 Comentários

  1. Fernando C Silva disse:

    Boa notícia. Espero que IT se encontre na sua melhor forma pois vamos precisar.

    Quando li o post que Irving não seria capaz de conduzir uma equipe nos offs eu me lembrei das finais da conferência. Poderíamos ter emparado a série em 2 x 2 se Irving não tivesse uma noite espetacular em Cleveland.

    Entendo que, se tivessemos IT em plena forma, a série poderia ser mais equilibrada.

    Em resumo, este é meu pensamento: como bater os Cavs nas finais da conferência?

    O fator altura pesa contra o IT e será explorado por todos os adversários nos offs.

    Porém, ainda assim não considero IT um defensor deficiente no 1 contra 1, salvo se combater um atleta 15 ou 20 cm mais alto.

    Vejo nossa equipe mais atlética, mais forte e mais talentosa, claro que a depender do desempenho do Morris.

    Se o MM vingar, ao contrário do Amir, creio que possamos, se não tivermos problemas de lesão, peitar os Cavs. Temos ferramentas físicas mais adequadas para conduzir as trocas defensivas de maneira a dificultar a exploração da altura do IT.

    0

    0
  2. JailtonSV disse:

    Tomara que mantenha a mesma forma e desejo que a cirurgia não se faça necessária.

    Em um hipotético confronto com o Cavs, não vejo problema ele começar no banco (embora ache que não precise) com o intuito de aumentar a estatura da equipe.

    O Celtics melhorou seu elenco, porém o que ocorreu na final da conferência não foi uma mera diferença técnica. O Celtics foi engolido pelos Cavs, teve jogo que estava definido no segundo quarto. Espero que estejamos preparados psicologicamente também.

    0

    0
  3. Eu discordo quanto ao fato da altura do Thomas ser problema. Os armadores top da liga não são parados por ninguém. Para frear um pouco esses caras é preciso os melhores defensores, Patrick Beverley é um dos melhores defensores da posição 1, se não o melhor e é baixo, e o que isso muda? Quase nada, Curry, Irving, Wall, Thomas, Lillard, Walker, Westbrook, Hardem, em mais outros que me esqueci farão sempre muitos pontos independente do marcador, são jogadores que não tem marcação que funcione e sim o dia que a mão deles não está quente.

    Quanto a uma final com o Cavs?! Hoje vejo um time capaz de jogar de igual pra igual, eles sem L. James vitoria nossa na certa. Logico isso tudo depende de como os jogadores contratados agora irão render, e os que ficaram no time se manterão o nivel, melhorarão ou declinaram, e isso varia de temporada para temporada. Más estou muito Feliz com meu Celtic’s!!! O time é muito promissor para agora e pros proximos anos! Banner 18 é realidade!!!!

    0

    0
  4. silvio freitas disse:

    Com esse time, não dá pra enfrentar os Cavs e muito menos Warrions .
    O time melhorou porque varreu os entulhos do banco . As promessas terão mais tempo de jogo . Melhorou um pouco. Num final com cavs será 4×1 ou 4×2 . Paremos de sonhar.
    Precisamos de um pivô top tipo AD , ou Cousins . aí sim
    Silvio Freitas

    0

    0
  5. Paulo Jr disse:

    Sem duvidas nosso time esta mais forte do que o da temporada passada! Não acho que existe esse abismo entre esse elenco e os Cavs como dizem, ainda mais sabendo que o clima por la não esta dos melhores.
    Temos vários jogadores jovens em franca evolução e pedindo passagem enquanto os Cavs tem um grande numero de veteranos que estão em decadência física e técnica. sem falar que temos um técnico que sabe tirar o máximo de seus atletas, enquanto eles tem um carregador de Gatorade que diz estar no comando.
    Confio no trabalho que tem sido feito e acredito que teremos uma melhora para a temporada 2018/19 pois como dito aqui msm os proprietários ja disseram que podem abrir os cofres para tornar o time campeão!

    0

    0
  6. Se LeBron estiver com o Ragatanga a série não dura muito. Isso é fato. Porém tem um problema grande que muitos não estão prestando atenção, se Derrick Rose conseguir se manter saudável, o negócio vai ser difícil. Obviamente ele não atingirá o nível de MVP de novo porém se ele estiver bem o negócio tbm é difícil. Ele saudável é um desses caras que não tem como marcar.

    0

    0
    • Marco Ferreira disse:

      Marcos, concordo com você sobre o Rose, um grande jogador que tem tudo para apresentar um bom basquete, mas todo o ano eu penso assim e ele nada!
      Se realmente o Irving sair dos Cavs, ai nem o Rose no seu melhor momento vai suprir essa falta que ele faz, neste caso é um Cavs mais fraco mesmo com o Rose saudável.

      Agora temos mesmo que nos preocupar com o nosso elenco, gostei de algumas mexidas, não gostei de outras, mas no papel temos um time mais forte e preparado para a temporada, precisamos sim melhorar muito para ganharmos a conferencia, mas essa melhora pode vir dos nossos jovens, um banco mais consistente já que na temporada passada nos sofremos muito a rotação.

      Expectativa para 2017/2018 a milllll….

      Let’s Go Celtic’s…

      0

      0
  7. Marcelo SM disse:

    As trocas do meio da temporada decidirão muita coisa (como sempre): se o Pelicans não tiver chance de ir à pós-temporada, eles aceitarão uma das nossas (baixas) first pick (tipo a do próprio Boston) pelo Cousins. Será a cereja do bolo!

    0

    0
    • Marco Ferreira disse:

      Marcelo, sou fã incondicional do jogo do Cousins, mas não acredito que o DA vá fazer uma proposta por ele.

      Quando o Sacramento abriu negociações no ano passado para trocar o Cousins eles procuraram o Celtics e ouviram que nós não tínhamos interesse, por que agora o Celtic’s faria uma proposta, já que o Cousins saiu por um preço de banana para o Pelicans e nós nem abrimos negociação.

      Aparentemente não é um jogador de grupo e isso atrapalha muito, Thomas já jogou com ele e parece que não deu o aval no ano passado, mas vindo do Ainge podemos esperar tudo né!

      0

      0
  8. Fábio Malet disse:

    Excelente notícia! Essa região do quadril, para esportistas, é uma das que mais incomoda. Uma lesão semelhante (mas mais grave) ajudou a abreviar a carreira do Guga. Todo cuidado é pouco, mas só de não precisar cirurgia já é uma excelente notícia.

    0

    0

Deixe um comentário