Jayson Tatum se firma como segunda opção ofensiva do Celtics e arranca elogios de Stevens

Em sua primeira temporada como profissional e atuando pelo Boston Celtics, o ala Jayson Tatum está tendo um verdadeiro batismo de fogo. Depois que Gordon Hayward sofreu uma grave fratura no tornozelo esquerdo e a vaga no quinteto titular caiu no seu colo, o jovem de 19 anos teve que amadurecer na marra, e as responsabilidades só aumentam: com a lesão de Jaylen Brown e o desgaste de Al Horford, Tatum está recebendo mais bolas na quadra de ataque e dividindo as atenções com o astro Kyrie Irving, situação essa que poderia intimidar qualquer calouro.

Mas Jayson Tatum não é qualquer calouro. Terceira escolha do 2017 NBA Draft, o camisa 0 do Boston Celtics está registrando um aproveitamento excelente para quem mal saiu do basquete universitário: em 39 jogos, todos como titular, Tatum tem médias de 14,2 pontos e 5,6 rebotes em 31,1 minutos, além do aproveitamento de 51,2% nos arremessos e 47,3% de três pontos. Os números impressionam ainda mais quando levamos em consideração que o jovem ala faz apenas nove arremessos por partida, sendo que apenas três desses lances são de longa distância.

Sendo mais acionado na quadra de ataque, Jayson Tatum está mostrando todo o seu potencial e contribuindo cada vez mais com o Boston Celtics. Na virada histórica sobre o Houston Rockets, na última quinta-feira (28), o camisa 0 anotou 19 pontos, segunda melhor marca da franquia na partida, e completou oito jogos consecutivos com pelo menos 10 pontos.

Em entrevista ao jornalista Gary Washburn, do Boston Globe, o técnico Brad Stevens falou um pouco sobre o momento de Jayson Tatum. O comandante celta admitiu que é difícil colocar a responsabilidade nos ombros do calouro, pela pouca idade e pelo entrosamento que ainda está sendo lapidado com os companheiros de franquia, mas elogiou a postura de Tatum e pretende aumentar, aos poucos, a participação do camisa 0 nas principais ações ofensivas de Boston.

“Na medida em que a temporada continua, você aprende mais e mais sobre os caras que estão lá, com o que eles podem lidar. A questão é se ele pode se tornar a referência em certas ações, se isso é uma coisa boa, com eficiência e sensatez, ou se isso é algo mais difícil de gerenciar nessa idade. Mas ele está mostrando que pode lidar muito e, enquanto avançarmos, ele terá cada vez mais oportunidades”, disse Stevens.

Cada vez mais elogiado por comissão técnica e torcedores, Jayson Tatum está preparado para mais um compromisso do Boston Celtics na temporada 2017/2018 da NBA. Neste domingo (31), o Alviverde de Massachusetts encara o Brooklyn Nets, às 20h30 (horário de Brasília), no TD Garden.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

7 Comentários

  1. Sander disse:

    Só tenho uma coisa a dizer: Com a dupla Jay-Jay, nós temos um excelente futuro garantido. Não vou nem citar o fato do Irving ser bastante novo, nem do Rozier, Smart, Nader, Yabusele, Ojeleye, Picks futuras, e etc… Todos tem potencial para contribuir com o time de formas diferentes.

    4

    0
  2. Bruno Moura disse:

    Esse muleke está jogando bem demais… Vamos torcer para que a evolução seja constante.

    2

    1
  3. Renato disse:

    Stevens está certo. Tem que se ter calma, e não dar responsabilidade exagerada para um calouro, mas de fato ele tem feito por merecer, pela capacidade absurda de decisão e pela maturidade muito acima da média. Sem dúvidas o melhor calouro até aqui. O melhor ofensivamente e o quarto melhor defensivamente. Para terem uma idéia Kuzma e o segundo melhor ofensivamente e o pior defensivamente

    3

    0
  4. JailtonSV disse:

    Esse draft trouxe muita gente boa.

    Quando vejo o Time titular do Celtics com tanta gente capaz de pontuar, fico espantado com o contraste do banco. Penso que seria interessante ter um desses caras liderando a pontuação na segunda unidade, pois quando Smart, Rozier, Morris, começam a dar sinais que não será a noite deles… Haja tijolo.

    4

    2
    • Renato disse:

      Esse cara seria o Hayward, mas a lesão impediu. Aos poucos Tatum deve ter esse espaço e o jogador que virá da exceção de 8,9 milhões tende a ser um scorer.

      1

      0
  5. Fernando Silva disse:

    Tatum foi a melhor escolha do draft. Ponto para DA e Stevens.

    4

    0
  6. Danilo disse:

    Eu ouvi uma vez o Pierce falar que “ Ps movimentos do Tatum hoje, lembra os meus na minha 7ª temporada” Achei estranho e pensei que fossem, apenas para encher a bola do calouro. Mas eis que a temporada começou e estamos vendo que Pierce “The Chuck” fazia jus a seu apelido quando elogiava o calouro. A maturidade do Tatum é assombrosa! Parabéns ao Ainge novamente..

    2

    0

Deixe um comentário