25 anos da maior pontuação Celta

 

Na última sexta-feira (12/03), completaram exatos 25 anos de um feito extraordinário de um dos maiores jogadores Celtas de todos os tempos. Larry Bird se tornou o maior cestinha (em uma única partida) da história do Boston Celtics.

O Celtics havia vencido o título da temporada de 1983/84, derrotando na série final o Los Angeles Lakers por 4 a 3. No ano seguinte a equipe Celta manteve sua ótima campanha na NBA. Mas além do bom desempenho, a temporada de 1984/85 reservava a quebra de um grande recorde na história do Boston Celtics.

No dia 12/03 de 1985, Celtics e Hawks se enfrentaram em Atlanta. O duelo, que parecia ser apenas mais um da temporada, acabou se tornando algo histórico.

O Celtics tinha como principais estrelas, Dennis Johnson, Kevin McHale, Larry Bird e Robert Parish. Os principais jogadores do Hawks eram Dominique Wilkins e Antoine Carr.

Os quatro futuros membros do Hall Da Fama (Mchale, Bird, Parish e Wilkins) fizeram deste confronto de temporada regular, parecer um duelo de playoffs.

A partida foi muito equilibrada, do início ao fim. Após muito sufoco, o Celtics conseguiu vencer o jogo por 126 a 115. O ala Celta Larry Bird marcou incríveis 60 pontos (quase metade da pontuação Celta) na partida.

Com os 60 pontos marcados, Bird se tornou o maior cestinha, em uma única partida, na história do Boston Celtics. O fato curioso é que Larry Bird bateu esta marca histórica nove dias e quatro jogos após Kevin McHale converter 56 pontos contra o Detroit Pistons. Portanto, durante apenas nove dias, McHale teve o privilégio de ser o maior cestinha do Celtics em um jogo só. Mas poucas partidas depois, Kevin McHale perdeu tal honraria.

Completam o pódio dos cinco maiores cestinhas do Celtics em um único jogo, o armador John Havlicek, que marcou 54 pontos também contra o Atlanta Hawks em 1973; Larry Bird novamente, que anotou 53, contra o Indiana Pacers, em 1983; e dois jogadores empatados com 51 pontos (Sam Jones e Ray Allen).

Mais uma curiosidade. Na partida entre Celtics e Hawks, adivinhem quem atuava pelo time de Atlanta? Nosso “querido” técnico: Doc Rivers, que estava em seu segundo ano na NBA, e jogava com o número 25. Além do Hawks, Rivers também atuou pelo New York Knicks, San Antonio Spurs e Los Angeles Clippers.

Confira abaixo um vídeo com todos os 60 pontos de Bird:

http://www.youtube.com/watch?v=YRUlpUkPMLA

Se preferir, você pode ver abaixo um remix mais curto dos 60 tentos de Larry Bird:

http://www.youtube.com/watch?v=of30hr8-3k8

Por: Flávio Catandi

Flávio Catandi
Flávio Catandi
Jornalista e Radialista apaixonado por basquete. Participa do Celtics Brasil desde 2008. Já foi redator, colunista e hoje é editor do site. Nas horas vagas gosta de escrever roteiros e gravar curtas e documentários. Pode ser encontrado na cidade de São Paulo com uma camiseta Celta.

6 Comments

  1. Guilherme Camillozzi disse:

    Monstro, jogava muito, muito mesmo

    junto com Bill Russell, os maiores idolos da história do Celtics
    nao somente pelo que jogavam em quadra, mas tambem pela fidelidade ao clube

    0

    0
  2. Lucas Lemuel disse:

    Isso é o demo só pode ser!

    0

    0
  3. RFORNER disse:

    ponto bagarai hein ?!

    Mas vindo de LB nao me impressiona … rsss

    0

    0
  4. Flavio de Franca disse:

    Flávio Catandi, meu xará, tu deve ter a maior bronca do Ainge, hein!!!
    Onde vc cita as estrelas do time , só não fala do Danny Ainge(fala dos outros 4 titulares) e nas curiosidades nem comenta sobre o nosso “chefe”.
    O Ainge era um belo jogador.

    Abraço.

    0

    0
  5. Flávio Di Donato Catandi disse:

    Xará, num tenho bronca do Ainge.

    Nosso atual GM foi sim um belo jogador, só não citei ele neste texto por que Ainge não se tornou membro do Hall da Fama.

    Dos quatro jogadores que falei, todos foram para o Hall of Fame em Springfield (Bird, McHale, Parish e Wilkins).

    E futuramente Danny Ainge será um dos atletas lembrados na coluna Craques do Passado.

    Abraço

    0

    0
  6. Flávio Di Donato Catandi disse:

    A maior pontuação em um único jogo na história da NBA foi obtida pelo pivô Wilton Chamberlain, que marcou 100 pontos no dia 3 de março de 1962.

    Com os 100 tentos marcados, Wilt ajudou sua equipe, o Philadelphia Warriors a derrotar o New York KNicks por 169 a 147.

    0

    0

Deixe um comentário