Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Blazers 100 x 94 Celtics

No último jogo da decepcionante sequência de jogos fora de casa do Boston Celtics, o time sofreu na madrugada de domingo(11) para segunda-feira(12) sua sexta derrota da temporada. O time iniciou o jogo de forma diferente, sem arriscar tantas bolas de três. Mesmo assim o ataque do time foi ineficiente, cometendo muitos erros e deixando os Blazers abrir vantagem. Quem nos manteve no jogo foi Tatum, que estava inspirado.

No segundo quarto as coisas pioraram. Péssimas escolhas de jogadas individuais e muitas tentativas de definição precipitadas no ataque ajudaram os Blazers, que abriram uma ótima vantagem.  A bola de três fez a diferença para a equipe de Portland que aproveitou muito bem as oportunidades de arremesso, já que a defesa do Boston Celtics errou muito nas trocas. O time de Portland teve total domínio da partida. O resultado do Intervalo foi de 54 x 37 para os Blazers.

No terceiro período o time voltou diferente. Ainda apoiado na grande atuação de Jayson Tatum, o time tomou melhores decisões no ataque e defendeu melhor, resultado: Cortamos a diferença.  Porém alguns jogadores de nossa rotação seguiam muito apagados na partida. Smart ainda não tinha nenhum ponto marcado na partida, Brown seguia discreto e Horford muito inconsistente. Até o intervalo havíamos acertado duas tentativas de onze nas bolas de três, após o intervalo acertamos sete de quinze. Uma ligeira melhora.

No ultimo período o time voltou bem, após uma bola de três de Rozier chegamos a cortar a diferença para apenas dois pontos. O período foi parelho quase o tempo todo. Porém o time de Portland parecia mais equilibrado, com boas atuações de vários jogadores e cometendo menos erros. No momento de passar a frente no placar o Boston Celtics parecia sempre se precipitar. Apesar de nossa melhora, jogadores importantes seguiam mal na partida. No fim do jogo Kyrie Irving ainda manteve o placar próximo com bons arremessos para três pontos. Mas não foi suficiente para bater os Blazers. Derrota por 100 a 94.

Se podemos tirar algo de positivo desse jogo foi a atuação de Jayson Tatum que terminou o jogo com vinte e sete pontos e voltou a jogar muito bem depois de alguns jogos apáticos. Irving fez uma boa partida, e terminou com vinte e um pontos. Mas o time segue decepcionando em suas atuações. Fica a dúvida da falta de utilização de Robert Williams em nossa rotação, vide que nosso garrafão tem sofrido nos últimos jogos.

Pelo lado dos Blazers, Lillard com dezenove pontos e doze assistências foi o destaque ao lado do pivô Jusuf Nurkic que teve dezoito pontos e dezessete rebotes. Uma atuação dominante no garrafão.

O Boston Celtics joga agora na quarta-feira(14) no TD Garden contra o Chicago Bulls. O Portland Trail Blazers volta a jogar também na quarta-feira, contra o Los Angeles Lakers no Staples Center.

 

Destaques do Blazers

Damian Lillard (19 pontos, 5 rebotes e 12 assistências)

CJ McCollum (14 pontos)

Jusuf Nurkic (18 pontos e 17 rebotes)

Al-Farouq Aminu (11 pontos e 9 rebotes)

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (27 pontos e 8 rebotes)

Kyrie Irving (21 pontos e 6 assistências)

Marcus Morris (13 pontos e 6 rebotes)

 

Melhores momentos

 

 

Author avatar
Henrique Correia
Paulista, morador de Bauru no interior do estado de São Paulo, analista de suporte e corredor de rua nas horas vagas. Apaixonado por basquete, descobriu no jornalismo um hobby e quem sabe futuramente pode encontrar uma profissão. Acompanha a NBA desde 2010, torcedor fiel do Celtics, aguarda ansiosamente pra ver seu primeiro titulo.

8 comentários

  1. Celso Cachali Jr

    Assistir o jogo do Celtics está chato de mais… Uma jogada apenas, so bola de três..
    Já estou começando a achar que é o brad é o culpado. Por estas jogadas em excesso.

  2. Marchall

    Bad Stevens é o culpado sim. Um treinador que insiste em Brown no time titular é de chorar!

    Fora que o Hayward está jogando com o nome só, então temos três jogadores em quadra.

    Sendo que o Horford está velho e cansa logo, então temos Tatum e Irving!

    Ano que vem temos que entrar forte no mercado e realizar algumas trade.

    SMART BROWN HORFORD ROZIER

  3. Marco Antônio de Paula

    Time não tem jogada de garrafão. Time força demais em bolas de 3. Defesa muito frágil. Precisamos de reformulação. Horford não segura mais o garrafão defensivo. Hayward não consegue se acertar na defesa. Brown caiu demais. Acho que essa temporada tem tudo para ser mais decepcionante que a anterior pelo jeito.

  4. Essa temporada pode ser mais decepcionante, mas acredito nesse elenco, creio que precise fazer algumas mudanças na primeira unidade e na segunda, estamos com grandes fragilidades em alguns setores, espero que venha mudança, pra equilibrar as unidades.

  5. Samucarj

    Qualidade temos de sobra, agora falta montar um time mais equilibrado.

    KI, SMART, TATUM, MORRIS E AL HORFORD.

    Com essa formação não vamos a lugar nenhum, BRAD é gênio já provou isso. Espero que reveja seus conceitos pq tá complicado.

  6. Erondi Nunes

    Calma companheiros é só temporada regular, quantas vezes vimos o campeão se acertando pelo caminho. Será preocupante se em janeiro o time continuar assim. Pensem lá na frente nos playoffs é lá q precisamos ganhar. Embora critiquem o Brad (as vezes com razão) esse cara devia ter um contrato vitalício pois é um gênio

    • Fernando Silva

      Assino embaixo

    • Marco Antônio de Paula

      Concordo com vc, que o time pode melhorar ao longo da temporada, principalmente no ajuste ofensivo e no ajuste defensivo fora do perímetro. Mas não consigo imaginar esse time acertando o garrafão defensivo. Horford não vai mudar e ser o novo reboteiro e defensor de garrafão de uma hora para outra. Nunca foi isso, desde a temporada passada. Horford não tem mais esse atleticismo. O jogo de garrafão ficou muito mais físivo, com os atletas com muito força atlética. Se não buscar um pivô dominante, não vamos longe, apesar de acreditar na melhora do time em outros setores. Playoffs, chegaremos fácil. Final da NBA, acho difícil sem garrafão.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.