Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Cavaliers 128 x 122 Celtics

Antes mesmo de iniciar a partida contra o Cleveland Cavaliers, na noite desta quinta-feira (3), na Quicken Loans Arena, o Boston Celtics já sabia que teria muitas dificuldades para conquistar a terceira vitória consecutiva na temporada 2016/2017 da NBA. Afinal de contas, além de encarar, fora de casa, o atual campeão da liga, invicto após quatro jogos e com o time completo, o Alviverde teve que lidar com o esgotamento natural de um back-to-back e o desfalque de três atletas importantes: Jae Crowder, Al Horford e Kelly Olynyk. Favorito, o Cavaliers confirmou às expectativas e venceu, mas não faltou luta por parte do time celta, que conseguiu jogar de igual para igual, apesar das dificuldades, e foi derrotado por apenas seis pontos: 128 a 122.

Mais uma vez, os destaques do Boston Celtics foram os atletas de perímetro. Mesmo sem acertar um arremesso de três pontos em seis tentativas, o armador Isaiah Thomas foi bem nas infiltrações, cavou muitas faltas e encerrou o jogo em Cleveland como cestinha celta, com 30 pontos. O ala-armador Avery Bradley, além de anotar 26 pontos em 38 minutos, pegou 10 rebotes e registrou o seu segundo duplo-duplo nesta temporada. O pivô Tyler Zeller também fez dois dígitos em dois fundamentos, com 11 pontos e 10 rebotes.

Além de Thomas e Bradley, quem também chamou a atenção no Boston Celtics foi o ala calouro Jaylen Brown, que teve a sua primeira oportunidade como titular por causa da lesão de Jae Crowder. Mesmo tendo que encarar o astro LeBron James, Brown não se intimidou, se impôs na marcação e ainda foi bem na quadra de ataque, com aproveitamento de 50% nos 16 arremessos que tentou. Em 35 minutos, o camisa 7 celta fez 19 pontos, pegou cinco rebotes e conseguiu três roubadas de bola.

Pelo lado do Cleveland Cavaliers, LeBron James fez mais uma atuação brilhante e flertou com um triplo-duplo: foram 30 pontos, 12 assistências e sete rebotes em 36 minutos. Principais auxiliares de “King James”, o ala-pivô Kevin Love e o armador Kyrie Irving também foram fundamentais na vitória da franquia de Ohio: enquanto Love anotou 26 pontos, Irving fez 23. Destaque também para o duplo-duplo do pivô Tristan Thompson, com 15 pontos e 14 rebotes.

Com cinco vitórias em cinco jogos, o Cleveland Cavaliers continua isolado na liderança da Conferência Leste. Além disso, com o tropeço do Oklahoma City Thunder diante do Golden State Warriors, a franquia de Ohio é a única invicta em 2016/2017. O Boston Celtics, por sua vez, sofreu a sua segunda derrota em cinco partidas, tem aproveitamento de 60% e está na sexta colocação do Leste, ao lado do Milwaukee Bucks.

Depois de enfrentar Chicago Bulls e Cleveland Cavaliers em dois dias, o Boston Celtics terá um pequeno período para descansar e treinar, pois já volta a jogar neste domingo (6), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Denver Nuggets, no TD Garden. Antes disso, no sábado (5), o Cavaliers encara o Philadelphia 76ers no Wells Fargo Center.

Destaques do Cavaliers

LeBron James (30 pontos, 12 assistências e sete rebotes / duplo-duplo)

Kevin Love (26 pontos e oito rebotes)

Kyrie Irving (23 pontos e seis assistências)

Tristan Thompson (15 pontos e 14 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (30 pontos e seis assistências)

Avery Bradley (26 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Jaylen Brown (19 pontos e cinco rebotes)

Tyler Zeller (11 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

17 comentários

  1. GBRUNUS

    Que jogo! Foi muito legal ver a reação do time. Com o apagão dos cavaleiros, voltamos ao jogo.
    A derrota para mim era esperada, agora vem descanço.
    Espero que o Olynik volte a jogar no sábado, n aguento o Zeller(principalmente sua defesa).
    Além de uma recuperação do ombro do Bradley, a volta de Horford e se possível a do Crowder.
    Se não acredito que o Brown possa fazer outro bom jogo.

    Leeet’s go Celtics!!!!!!!

  2. Fernando C Silva

    O time está muito bem. Estou satisfeito.

    Está me chamando atenção, no entanto, o fato da nossa defesa levar muitos pontos neste início de season.

    Acredito que com o treinamento vamos melhorar neste aspecto.

  3. Mateus

    Só não pode ser esquecido que o único time fraco que o Celtics enfrentou é o Nets no mais são todos fortes, ou seja é natural que um time com mudanças importantes enfrentando bons times sofra uma quantidade alta de pontos

  4. Mauricio Green

    O Celtics ( Brad) deixou mais uma vez o recado: Não importa onde, como e contra quem vamos sempre competir.

    IT e AB muito bem ( que tal um descanço p o ombro do AB).

    Brown muito bem, que continue assim. Rozier se soltando, mais uns jogos vai ajudar mais.

    Agora do outro lado Jerebko ao seu jeito bem na defesa e mal no ataque ( só vai bem no ataque quando se limita a chutar de 3 livre), seus minutos tem q ser limitados mas com as contusões. Mikey perdendo às oportunidades infelizmente… E Green muito mal, se contunuar assim em breve o Young vai ter uma chance.

  5. Lucas Oliveira

    Jogo legal de se assistir, a derrota era esperada, mas não só veio com pouca diferença como pudemos ver o J. Brown cravar em cima do Lebron!
    O que esse menino fez este jogo foi impressionante, ele não só terminou o jogo com ótimos números, como absorveu as críticas do último jogo em uma única noite (jogo em back to back), se não me engano ele fez todas as falta no último quarto, algumas para parar o jogo no final. E isto marcando o Leobron.
    Simmons não estreou, mas J. Brown é o melhor calouro até agora, muito melhor que o Ingram a propósito.

  6. phabio passos

    BEM, O TIME JOGOU BEM, FEZ SEU JOGO E DEIXOU A RESPONSABILIDADE PRA CAVS.
    MESMO COM DESFALQUE 3 JOGADORES IMPORTANTE HARFORD, CROWED E OLYNYK, ACHO SO ESSE 3 DARIA JOGO.
    CONTRA DENVER,DEVEMOS HARFORD, QUEM SABE OLYNYK,COM ISSO PODE SE DAR UMA DESCANSO A BRADLEY PRA CUIDAR MELHOR DO OMBRO….

  7. contera

    3 jogadores importantes de fora contra o Cavs ja era um resultado esperado, entao acho que foi um bom jogo. agora começa a me preocupar o fato de os nets nao estarem com um time tao ruim como pensávamos, tem varias equipes piores e talvez estas picks acabem sendo altas acredito que o melhor seria uma troca na pausa do all star game principalmente por um jogador dominante no garrafão pra jogar de center e colocar o AL na 4 assim paramos de ser estuprado nos rebotes ofensivos

    • Ainda não acredito no Nets indo bem, lembrando q o Lin acabou de se machucar e não tem previsão de volta.

      • David Pessoa

        O Nets não vai jogar tão bem, mas também não vai jogar tão mal. Isso porque o Nets tem alguns jogadores experientes e talentosos como o Scola, o Lin e o Lopez, sem falar que o time não tem mais absolutamente nada a perder e não vai querer nos entregar uma escolha top 3 de draft de bandeja. Ou seja, o time não vai se classificar pros playoffs, mas também não vai ficar em ultimo lugar como esperávamos, na minha opinião.

    • Mauricio Green

      Falei isso logo depois do nosso jogo contra eles . O time é ruim sim, mas muito diferente da ano passado, joga em um esquema bem definido, certinho e não para de competir. Ou seja, falta talento mas não falta vontade.Por isso q eles estão arrancando vitórias inesperadas. Vamos torcer p eles desandarem
      Quando trocarem o Lopez!

  8. drakes

    A questão do Olynyk é se ele volta bem, eu não tenho certeza,mas acredito que nas temporadas anteriores ele demorava umas duas partidas, tá certo que primeira temporada sempre é complicada e agora ele tem o Al Horford eu acho que ajuda mais o jogo dele por que ele deve ficar mais livre de marcação.

    Em termos de The player efficiency rating (PER) deve ser o melhor começo de temporada de um rookie do Celtics desde que hollinger inventou e popularizou sua ferramenta de analise, 16,9 é bem alto.

  9. O badalado Nets perdeu mais uma, já é o penúltimo do leste rs. Agora sem Lin por 6 jogos, tende a ser 6 derrotas.

    To achando que o Ainge já tem 1 All Star na manga, não renovou com o Olynyk e recusou de imediato o Lopez do Nets

    Já imaginou se ele arranca um Cousins na pausa All Star…ai meu corassaummmm kkkk

    • drakes

      Eu acho que o Lopez está em grande fase, mas tem algo estranho, ele já foi poupado em um jogo de volta, parece ter alguma restrição de tempo, e vc olha para ele e fica impressionado com a forma dele que é ótima.

      Mesmo que o Nets não seja top 5, sendo top 10 vai ter um monte de bigs ali, como: Bolden, Rabb, Jarrett Allen, Bam Adebayo, Jonathan Isaac apesar de ter certeza que não será a escolha do Celtics vou ficar de olho no Tyler Lydon.

      É o retorno quase da discussão quando foi o draft do Towns, Okafor,Russel etc, muitas vezes o melhor encaixe para time nem estará na ponta do draft, nessa escolha me lembro era sobre o Myles Turner seria possivelmente um jogador para esquema do Stevens, passada 2 temporadas aquela discussão depois do big 3 não tem nada não é bem assim.

      Ano passado, escolheu-se um jogador para o esquema, isso é nítido, apesar do meu ceticismo sobre o Jaylen Brown dizia-se que ele arrasou nos treinos,os rumores o sixers considerava-se ele o segundo depois do Simmons,

      • drakes

        Portanto, Renato, acho melhor relaxar e pensar em draft lá no final da regular, agora é ver se o celtics fica em terceiro, e torcer muito que vá as finais da conferência.

        • To tranquilo rs. O Nets será TOP 5 isso garanto pq a equipe por mais que tenha evoluído é muito limitada em termos de elenco, e outras equipes também parecem melhores o próprio Lakers. Ontêm assisti o jogo do Nets, acho que querem negociar o Lopez por 2 motivos:

          1) Ele ainda tem mercado e pode gerar escolhas draft para criar um futuro para franquia, além de não fazer sentido pagar um salário alto sem expectativas de playoffs.

          2) Ele apesar da qualidade técnica, não vai aguentar o esquema implantado pelo técnico de muita velocidade e transição, deve perder desempenho ou até se lesionar. Repare que a minutagem dele está muito inferior a temporada passada.

          • O Nets não é badalado, mas não é tão ruim como diziam que seria.
            Você já assistiu um jogo do Knicks ou do Suns?
            Está medonho, rsrsrs

            Tem uma coisa: não podemos trocar a pick, temos que usá-la (ou draftar alguém que outro time queira comprar) e da última vez que pescamos em sexto saiu o Smart (que, para trocar de imediato, não tem tanto valor assim).

            Acho que a pick será top-10. O pessimismo de sempre.
            Sobre o J-Brown, já é meu favorito para ROY e tudo para ser o melhor draftado desde o Billups.

            Sobre o B. Lopez, o Ainge deve ter recusado tão somente pelo preço.
            Não acho que ele recusaria a compra de um center de qualidade, não fosse isso.

            []s verdes

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.