Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Após estreia como titular, Brown é elogiado por LeBron e Thomas

Com apenas 20 anos e quatro jogos de experiência na NBA, o ala Jaylen Brown teve o seu batismo de fogo na quinta-feira (3), quando o maior campeão da história da liga enfrentou o Cleveland Cavaliers na Quicken Loans Arena. Além de fazer a sua estreia como titular, substituindo o lesionado ala Jae Crowder, um dos xodós da torcida celta, Brown travou um duelo nos dois lados da quadra contra o ala LeBron James, simplesmente um dos melhores jogadores de basquete de todos os tempos. Para muitos, um desafio impossível, mas não para o camisa 7 do Celtics: apesar do tropeço alviverde por 128 a 122 para o Cavaliers, Brown deixou uma excelente impressão, com 19 pontos, cinco rebotes, três roubadas de bola, duas assistências, um toco e 50% de aproveitamento nos arremessos em 35 minutos.

Em entrevista ao jornalista Mark Murphy, do Boston Herald, Jaylen Brown disse estar feliz pela partida de alto nível diante do Cleveland Cavaliers e de LeBron James, mas lembrou que é apenas o começo de uma longa caminhada, não só nesta temporada, mas em sua carreira profissional. Brown afirmou também que está tentando manter o foco na evolução de seu jogo e que planeja fazer história na NBA.

“Não é um filme. Esta é a vida real. Agora que você está aqui na NBA, é hora de jogar basquete e construir o seu nome. Mesmo sendo um calouro, não estou tendo minutos de calouro. Tenho que sair, ser forte e agir como se fosse um veterano. Como diz o treinador Stevens, pequenas dobradiças balançam grandes portas”, comentou o jovem camisa 7 celta.

Perguntado sobre um possível e natural nervosismo no jogo contra o Cleveland Cavaliers, Jaylen Brown foi enfático ao dizer que não sentiu a pressão e que encarou o atual campeão da NBA com respeito, mas sem temor. “Acho que sou mais competitivo que muitos jogadores nesta liga. Eu tinha um foco, não estava nervoso, intimidado ou qualquer outra coisa. Eu tinha um trabalho a fazer e tentei fazê-lo com o melhor de minha capacidade”, disse o ala.

A atuação de Jaylen Brown contra o Cleveland Cavaliers rendeu elogios até mesmo do adversário LeBron James. O camisa 23 dos Cavs, que abraçou e teve uma conversa com Brown depois da partida, disse ter gostado do duelo com o ala celta e até fez uma brincadeira com o Brooklyn Nets, dono da escolha de Draft que resultou na contratação do camisa 7 pelo Alviverde. “Ele é um garoto forte. Acho que é um bom talento. Boston definitivamente está desfrutando das escolhas de Draft que estão recebendo do Nets nos últimos anos”, afirmou “King James”.

Jaylen Brown, por sua vez, retribuiu os elogios de LeBron James e disse que considera o ala do Cleveland Cavaliers um exemplo para a sua carreira profissional, que está apenas no começo. “Eu tenho muito respeito pelo LeBron, não apenas em quadra, mas fora dela, por fazer doações para as crianças, saber lidar com si mesmo, não ter problemas com a lei. Ele é um grande modelo para mim”, frisou Brown.

Capitão informal e ídolo da torcida do Celtics, o armador Isaiah Thomas também foi só elogios a Jaylen Brown e vaticinou: se o ala continuar nesse ritmo, será o grande nome da franquia de Massachusetts e um dos melhores jogadores da NBA.

“Você tem que ter confiança para entrar nesta liga, e eu nunca vi ele ter uma atuação ruim. Um garoto de apenas 20 anos, enfrentar o melhor jogador do mundo, e não se diminuir em nenhum momento, é sinal de um jogador especial e talentoso. Ele pode jogar de ala, ala-pivô, é muito forte e atlético, é um cara trabalhador, muito esperto. São excelentes sinais”, disse Thomas.

Com Jae Crowder fora dos jogos do Boston Celtics por, no mínimo, uma semana, Jaylen Brown deve atuar como titular em mais algumas partidas e mostrar que o show diante do Cleveland Cavaliers não foi obra do acaso. O próximo duelo de Brown e do Celtics será neste domingo (6), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Denver Nuggets.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

7 comentários

  1. Jackson

    Jaylen Brown foi uma contratação fantástica e acertada de Ainge e do Celtics. O garoto tem um futuro brilhante, talento de sobra e, sobretudo, o espírito Celta. Inegavelmente tem chances reais de ser o Rookie of the year!

  2. Esse é aquele momento que o Crowder liga para o médico e diz: ” Dr. já me sinto bem melhor, quero voltar a jogar rs”.

    Brincadeiras a parte, esse garoto veio para ficar, como disse Thomas, ainda não teve um jogo que ele não foi útil a equipe, pelo contrário, assume riscos, vai pra dentro e mostra muito foco dentro do jogo.

    Outra coisa legal é o fato dele se preocupar com o extra quadra e querer fazer história na NBA, isso tende a fazer com que ele evolua ano a ano durante sua carreira.

    Como tinha dito na pré temporada, cheiro de Franchise Player no ar.

  3. Quincy Adams

    Alguém aí resgata, depois que a temporada acabar, as cornetas da noite do draft.

  4. Sander

    O Jaylen se continuar assim, ele vai ser o titular na 3, deslocando o Crowder para a posição 4 ou até mesmo sendo negociado. O teto do mlk é muito alto, ele tem habilidade, força física, atitude, é trabalhador e vai evoluir rápido.
    Tem tudo para ser o nosso FP, pois, ele tem o espírito celta.

  5. Lucas Oliveira

    Concordo com todos os comentários, única coisa que me incomoda um pouco é a idéia dele se tornar “o” nosso franchise player. Para mim ele vai virar “um” FP, nós trouxemos um super jogador All Star e mesmo assim quem está em destaque em todos os jogos é o Isaiah, nós já temos um FP, vamos criar outro e continuar caminhando rumo a títulos em um futuro próximo.

  6. Fernando C Silva

    Ainge teve a sua escolha número 1. Sem mais sobre JB.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.