Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 102 x 109 Bulls

Em seu segundo jogo seguido no TD Garden, na tarde de sexta-feira (28), o Boston Celtics queria se livrar da má fase e conquistar uma importante vitória sobre o Chicago Bulls, na partida que marcaria a estreia do terceiro uniforme, apelidado de ‘Parquet Pride’. Entretanto, o Alviverde teve uma atuação desastrosa no último período de partida e acabou sendo batido pelo Bulls, por 109 a 102. Foi a quarta derrota consecutiva do Celtics como mandante.

A vitória do Bulls teve dois pilares: a força do garrafão e o talento do armador Derrick Rose. Destaques da franquia de Illinois, o espanhol Pau Gasol e o francês Joakim Noah registraram um duplo-duplo cada, somando 30 pontos e 29 rebotes. Eleito melhor jogador defensivo da última temporada, Noah teve uma atuação sólida, com 15 pontos, 14 rebotes, seis assistências e seis tocos em 35 minutos. Já Rose, recuperado das diversas lesões que sofreu nos últimos anos, terminou o jogo com 21 pontos. Jimmy Butler, com 22, foi o cestinha do Chicago.

Em um Celtics bastante irregular, o melhor atleta foi o ala-pivô Jared Sullinger, que deixou a quadra com 23 pontos e 10 rebotes, registrando mais um duplo-duplo. Do banco de reservas, Evan Turner e Brandon Bass tiveram boa participação, com 16 e 13 pontos, respectivamente. O armador e capitão Rajon Rondo beirou o triplo-duplo, com oito pontos, nove assistências e sete rebotes, mas foi criticado pelo baixo aproveitamento nos arremessos e por errar dois lances livres cruciais no final do jogo, quando o duelo estava empatado em 102 a 102.

Colecionando derrotas nos últimos três jogos, o Boston Celtics não se afastou da zona dos playoffs por causa do desempenho fraco de seus oponentes. Com apenas 30,8% de aproveitamento, a franquia de Massachusetts ocupa a 11ª colocação na Conferência Leste, com três vitórias a menos que o oitavo colocado Indiana Pacers. Já o Bulls, considerado um dos principais times da mesma conferência, está na terceira posição, atrás apenas de Toronto Raptors e Washington Wizards.

Depois do confronto em Boston, Celtics e Bulls ganharam um dia de descanso até os próximos compromissos pela temporada regular. O Celtics segue atuando em seu TD Garden, onde receberá, neste domingo (30), o atual campeão San Antonio Spurs. O Bulls, por sua vez, mede forças contra o Brooklyn Nets, fora de casa, no Barclays Center.

Destaques do Celtics

Jared Sullinger (23 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Avery Bradley (18 pontos e duas assistências)

Brandon Bass (16 pontos e nove rebotes)

Destaques do Bulls

Jimmy Butler (22 pontos e três rebotes)

Pau Gasol (15 pontos e 15 rebotes)

Joakim Noah (15 pontos, 14 rebotes, seis assistências e seis tocos)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 comentários

  1. Rafael Galeoti

    Gasol errado no segundo parágrafo: o do Bulls é o Pau. Corrige lá, brothers! 🙂

  2. Marcos

    Acabei de ver Wizards x NOP…

    Faltando1m30, Wizards um ponto baixo e PP34 bandeja, mata uma de 3 (5 pts) e dá um toco espetacular na defesa…

    E nosso time incapaz de fechar jogos ganhos…

    []s verdes

  3. Carambola

    “Entretanto, o Alviverde teve uma atuação desastrosa no último período de partida”.
    Pode salvar esta frase pois ainda vai ser usada muitas vezes na temporada. Incrível como o time para de jogar no último quarto. Não quero acreditar, mas tá muito com cara de ser intencional. Não pode ser só inexperiência ou ruindade, isso se manifestaria nos demais períodos também. E as invencionices do Stevens, no último período ficam evidentes.
    Para perder basta querer, mas para ganhar não.

  4. Marcos

    Já perdendo por 7 no primeiro quarto e o Olynyk acabou de entrar para “marcar”o Tim Duncan…

    O time jogou um bom tempo com Rondo-AB-Green-Sully-Zeller (troque o AB pelo GWall/Smart e acho que é o que temos de melhor)

    []s verdes

  5. The Real Jay

    Mais uma vez, último quarto ridículo, e perdemos pro spurs, útlimo quarto 33×16..Ai complica bastante, Kelly Olynk cada joga ta decaindo muito, Zeller com 10 reb, sendo 4 OF, Brad tem q começar a rever essa forma de jogo, e parabéns ao Bass, o jogador mais consistente do Celtics junto ao Sully.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.