Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 103 x 109 Spurs

Na partida de abertura da rodada cheia desta sexta-feira (25), pela temporada 2016/2017 da NBA, o Boston Celtics recebeu o San Antonio Spurs no TD Garden, sonhando com a quarta vitória consecutiva na competição e com o fim da série invicta de sete jogos da franquia texana. Contando com o time completo, o Alviverde fez um bom papel, principalmente no começo do jogo, mas não foi o suficiente: acumulando falhas nos rebotes e sofrendo com uma arbitragem desastrosa, os celtas foram batidos pelo Spurs por 109 a 103.

Com uma defesa atenta e jogadas bem trabalhadas na quadra de ataque, o Boston Celtics abriu 14 pontos de diferença para o San Antonio Spurs ainda no primeiro quarto. No período seguinte, entretanto, o Alviverde passou seis minutos sem pontuar, deixou que o Spurs encostasse no placar e levou uma vantagem de apenas dois pontos para o intervalo.

Animado, o Spurs voltou com tudo no terceiro quarto e assumiu a liderança no placar, que foi retomada pelo Celtics após uma sequência de arremessos certeiros de três pontos, com Avery Bradley e Kelly Olynyk. Quando parecia que levaria vantagem para o último quarto, o Celtics sofreu duas cestas de três pontos de Davis Bertans e Patrick Mills, que recolocaram San Antonio na frente. Já no Q4, o Celtics esteve perto da virada em pelo menos três momentos, mas o Spurs contou com marcações duvidosas da arbitragem nos dois lados da quadra e teve sangue frio para matar o jogo no fim.

Mais uma vez, os cestinhas do Boston Celtics foram o armador Isaiah Thomas, que anotou 24 pontos, e o ala-armador Avery Bradley, com 19 pontos. Em tarde inspirada nos dois lados da quadra, o ala Jae Crowder fez 18 pontos. O pivô Al Horford teve uma atuação tímida diante do Spurs, mas registrou um duplo-duplo: 12 pontos e 10 rebotes.

Líder do San Antonio Spurs depois da aposentadoria de Tim Duncan, o ala Kawhi Leonard foi o cestinha do Alvinegro do Texas, com 25 pontos, e ainda registrou um duplo-duplo, com 10 rebotes. Os principais auxiliares de Leonard vieram do banco de reservas: o armador Patrick Mills fez 19 pontos, o ala letão Davis Bertans anotou 15 pontos, e o ala-pivô David Lee, que foi atleta do Celtics em 2015/2016 e não deixou saudade, fez um duplo-duplo, com 15 pontos e 12 rebotes.

Com o tropeço em casa, o Boston Celtics caiu para a sexta colocação da Conferência Leste, com nove vitórias em 16 jogos e aproveitamento de 56,3%. Já o San Antonio Spurs, invicto há oito jogos, chegou a 13 triunfos em 16 embates, tem aproveitamento de 81,3% e permanece na terceira posição da Conferência Oeste, atrás apenas de Los Angeles Clippers e Golden State Warriors.

Depois do difícil duelo contra o San Antonio Spurs, o Boston Celtics terá o final de semana para descansar e treinar, já pensando no compromisso diante do Miami Heat, nesta segunda-feira (28), às 22h30 (horário de Brasília), na AmericanAirlines Arena. O Spurs, por outro lado, já volta a atuar na noite deste sábado (26), contra o Washington Wizards, no Verizon Center.

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (24 pontos e oito assistências)

Avery Bradley (19 pontos e oito rebotes)

Jae Crowder (18 pontos e cinco assistências)

Al Horford (12 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Spurs

Kawhi Leonard (25 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Patrick Mills (19 pontos)

David Lee (15 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Davis Bertans (15 pontos e dois rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

12 comentários

  1. Sander

    Para jogar contra um time como os Spurs, nosso garrafão precisa estar bastante afiado. No começo pode fazer frente, mas quando começa a rotação, eles deitam em cima, a rotação deles mantém o nível e o nosso cai drasticamente.

  2. Fernando C Silva

    Se o AH jogar na 5, precisamos de alguém na posição 4. Se AH jogar na 4, precisamos de alguém na posição 5.

    A dificuldade é encontrar as opções qualificadas que atendam ao estilo de jogo do Stevens.

    Vejo o P. Gasol, Davis, Lamarcus e o D. Green como espaçadores de quadra com bom tiro de média e de longa.

    Mais alguém???

    Podemos esperar o KO amadurecer, desenvolver o jogo defensivo e ganhar massa muscular? Mais 2 anos, se é que ele chega onde precisamos.

    São poucas e difíceis as opções.

    Talvez fosse o caso do Stevens trabalhar mais o jogo ofensivo no garrafão.

    Ok. Talvez o Stevens nem se preocupe em treinar o posicionamento mais central dos bigs no garrafão pois não temos o atleta apropriado. Não sei se é este o caso. Talvez.

    Como o Stevens montaria a equipe se tivesse o DH12 ou Cousins?

    Desde que saiu de Indiana, o Roy Hibbert jogou pelo Lakers e agora pelos Hornets. Será que não conseguiríamos ter trazido o atleta?

    Não precisamos de um C que defenda o aro e pegue rebotes?

    Ou será que simplesmente nem tentamos pois o atleta tem características muito distantes do estilo de jogo que o Stevens deseja?

  3. Arbitragem interferiu absurdamente no resultado.
    O Celtics jogou MELHOR que o Spurs, mas teve uma enormidade de faltas claríssimas não marcadas a seu favor, coisa de tipo 10…12…faltas não marcadas!
    Aí complica, não tem como vencer não!

    • Mauricio Green

      Já escrevi. O outro post mas acho que vale o registro:
      O que foi a falta téc. no Smart x a não falta téc. no Gasol???

      Forma 25 (22 feitos) lances livres pro Suprs x 9 marcados p o Celtics (7 feitos).

      Isso na nossa casa…. A arbitragem é a pior coisa da NBA

  4. Renato

    É aquela história de sempre, o Celtics precisa de um jogador TOP para ser respeitado, e o Stevens também tá na hora de ser mais enérgico contra a arbitragem, toma uma técnica ou outra, mas os árbitros já ficam com receio de apontar qq coisa contra o Celtics.

    Griffin, Ibaka, Millsap, um desses 3 já faz dessa equipe um adversário real ao Cavs, e Cousins ou Davis fazem dessa equipe favorita ao título.

    Para nossa alegria Nets perdeu mais uma e já é a terceira pior equipe da temporada, quando ganharam os primeiros jogos, falei que isso era cavalo paraguaio, time é horroroso, dificilmente escapa de ficar entre os 5 piores.

    • Lucas Oliveira

      Problema é que a sequência de derrotas coincide com a contusão do Lin… Por isso ainda não estou muito animado.
      Ah se a pick Mavs fosse dessa temporada….

      • Renato zeca-pimenteira, hehe
        Vamos ver se o Lin demora mt pra voltar.
        Torcendo para o moral cair e daí eles vão ladeira abaixo.

        A pick do Mavs era top-7 prtected, então não ia adiantar nada.

        []s verdes

        • Renato

          Kkkkkk para o bem do nosso Celtics, mas mesmo com retorno do Lin, não acredito em melhora tão significativa, ao ponto de fazer com que o Nets fique fora do TOP 5 do draft. O time e muito ruim, no nível do Suns e pior de todos os outros que vi jogar. A tendência é o desânimo com a realidade.

          • Mauricio Green

            A postura e sistema deles no início da temporada me preocupou. Torço q o Renato “seca pimenteira” acerte na mosca. Que o Lin fique de fora um bom tempo e que eles troquem o Lopes. Aí não vai haver sistema nem postura que segure eles na tabela.

            O Mavs deve melhorar um pouquinho, Nowinsk voltou e eles vão melhorar. Acho que se o Nets continuar nessa draga acabam sendo passados pelo Mavs.

  5. Gustavo Miglioretti

    Eu acho que o Noel seria um otimo complemento pro Horford. Ele é um baita defensor, jovem, e o sixers nao tem interesse nele…. unico problema é o historico de contusoes…. mas eu investiria numa troca, espera ele voltar de lesao. O sixers deve querer pick e mais algum jogador jovem.. eu nao sei se eles aceitariam pick de 2 rodada desse ano e o Young por ele, seria mto bom

    Horford tá defendendo por 2, seja com Amir ou com Olynyk, eu adoro essa small ball com o Crowder na 4 mas nao da pra ser a unica opçao.

  6. drakes

    Uma pergunta sobre o Yabusele, ele não parece um SF com bom jogo do perímetro e não um PF?

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.