Celtics 128 x 95 Cavaliers

Sem poder contar com o pivô Al Horford e o ala Jaylen Brown, o Boston Celtics aproveitou a força de sua torcida para conquistar a vitória sobre o Cleveland Cavaliers, pelo placar de 128 a 95. O time 17 vezes campeão da NBA segue tentando a recuperação na temporada 2018/2019, tendo em vista o começo bem abaixo das expectativas. O triunfo contra o time de Ohio é o segundo em sequência, deixando o alviverde de Boston na sexta posição isolada na Conferência Leste.

O primeiro tempo do jogo foi dominado pelo time celta, que abriu confortável vantagem ainda no começo do quarto inicial. Com a entrada da segunda unidade, a intensidade do jogo sofreu uma pequena queda, possibilitando ao time de Cleveland encostar na partida. Na metade do segundo quarto, o Cavaliers conseguiu a virada no placar, que não durou muito, tendo o maior campeão da NBA recuperado a vantagem antes do intervalo de meio de jogo, quando o placar ficou em 62 a 52, com um lindo arremesso de Marcus Morris no estouro do cronômetro.

Já no segundo tempo de jogo, um terceiro quarto impecável, especialmente no lado defensivo, permitiu ao Celtics abrir uma larga vantagem sobre o adversário, tendo vencido o período por 39 a 20. Com o resultado praticamente definido, tendo o amplo placar e o fato do Cleveland Cavaliers ser, atualmente, o segundo pior time da liga, o técnico Brad Stevens colocou em quadra suas unidades inferiores. Com isso, os principais jogadores puderam ser poupados do restante do jogo, num raro e valioso descanso, levando-se em conta que esta partida foi a primeira perna de um back-to-back que será encerrado na noite deste sábado (01), contra o Minnesota Timberwolves.

Pelo lado celta, o atleta que mais minutos acumulou no jogo foi o armador Marcus Smart, com apenas 29. O principal nome da franquia de Massachusetts foi o astro Kyrie Irving, anotando 29 pontos, com um incrível aproveitamento de 11 acertos em 15 tentativas de quadra, sendo 5 acertos em 7 tentativas de bolas de três. Irving estava inspirado atuando contra seu ex-time, distribuindo o jogo com maturidade e atacando de forma bastante eficiente. Marcus Morris e Marcus Smart, ambos recentemente promovidos ao time titular, contribuíram com a soma de 27 pontos. Gordon Hayward, que ainda não encontrou a sua velha forma, contribuiu do banco de reservas com 14 pontos e 4 assistências.

A equipe comandada pelo técnico Larry Drew tem graves problemas, sendo o principal deles a ausência de Kevin Love, que segue lesionado. O melhor jogador da equipe foi o calouro Collin Sexton, que marcou 15 pontos e distribuiu 4 assistências. O  pivô Tristam Thompson conseguiu um duplo-duplo de 13 pontos e 12 rebotes. Alec Burks, nova adição da equipe, contribuiu com 15 pontos e 6 rebotes vindo do banco de reservas, assim como Jordan Clarkson, que fez 16 pontos.

O Boston Celtics volta às quadras na noite deste sábado (01), quando enfrenta o Minnesota Timberwolves no Target Center, jogo que terá início às 23h (horário de Brasília), com transmissão pela ESPN e NBA League Pass. O Cleveland Cavaliers também jogará nesta noite, quando receberá o líder da Conferência Leste e time com melhor campanha na NBA até então, o Toronto Raptors.

 

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (29 pontos e 4 assistências)

Marcus Morris (15 pontos e 4 rebotes)

Gordon Hayward (14 pontos e 4 assistências)

Marcus Smart (12 pontos e 7 assistências)

Destaques do Cavaliers

Collin Sexton (15 pontos e 4 assistências)

Jordan Clarkson (16 pontos e 1 rebote)

Alec Burks (15 pontos e 6 rebotes)

Tristam Thompson (13 pontos e 12 rebotes)

Boxscore


Melhores Momentos

Publicidade

Eduardo Quirino
Eduardo Quirino
Eduardo, 31 anos, nascido em Niterói/RJ, mas é Resendense de coração. Bacharel em Direito, estudante de Administração e flamenguista, é apaixonado por esportes e envolvido com o basquete desde os 14 anos. Ex-pilar do Volta Redonda Rugby, ex-capitão do Resende Rugby e atual ala-pivô do Basquete Resende, tem como espelho a lenda Kevin Garnett, razão pela qual começou a torcer para o Boston Celtics em 2008. KG se foi, mas o amor pelo Celtics é pra sempre!

4 Comentários

  1. Publicidade

  2. Marco Antônio de Paula disse:

    Jogo muito fácil, que serviu para dar mais rodagem a segunda linha. Kyrie sempre bem ofensivamente. Garrafão teve alguns problemas no primeiro tempo. Não entendo essa insistência do Stevens no Yabubaleia, e o pouco tempo do Wiliams em quadra. Não consigo imagina no elenco que busca disputar títulos, um cara com 200 Kgs em quadra e com uma bunda maior que uma geladeira triplex. Acho muito mais fácil evoluir um Wiliams do que evoluir um Yabubaleia. Hoje deveremos ter um teste muito mais complicado. Jodo dos Wolves deve ser em cima do Towns no garrafão. Quando fala em garrafão, Celtics sempre tem problema. Smart e Morris jogaram bem. Brown para mim é banco atualmente. Será importante emplacar uma sequência de vitórias. Avante Celtão

    0

    0
  3. Erondi Nunes disse:

    Incrível como alguns queriam a cabeça do Smart e agora o querem de titular, o mundo da voltas por isso não deixem de acreditar no Hayward. O Willians é muito bom mesmo mas da pra ver q ele ainda está meio “perdido” quando entra.

    3

    0
  4. Teobaldo disse:

    Dessa vez não tivemos só do bêbado! Go Celtics!

    0

    1
  5. Marchall O sábio disse:

    Batemos em bêbado novamente!

    Hoje veremos o Towns x Celtics no xvideos. A não ser que um milagre aconteça e o Brown não jogue Hehehehehehe

    0

    0

Deixe um comentário