Prévia – Minnesota Timberwolves (11-11) x Boston Celtics (12-10)

MINNEAPOLIS, MN - MARCH 8: Kyrie Irving #11 of the Boston Celtics shoots the ball during the game against the Minnesota Timberwolves on March 8, 2018 at Target Center in Minneapolis, Minnesota. NOTE TO USER: User expressly acknowledges and agrees that, by downloading and or using this Photograph, user is consenting to the terms and conditions of the Getty Images License Agreement. Mandatory Copyright Notice: Copyright 2018 NBAE (Photo by Jordan Johnson/NBAE via Getty Images)

A excelente vitória sobre o Cleveland Cavaliers pelo placar de 128 a 95, diante do torcedor celta em pleno o TD Garden, foi foi um sopro de ar fresco na campanha mediana até então conquistada pelo Boston Celtics. Na tentativa de emplacar a terceira vitória em sequência, o maior campeão da NBA viaja até a cidade de Minneapolis para enfrentar o Minnesota Timberwolves de Karl-Anthony Towns. A partida da noite deste sábado (01) será a segunda perna de um back-to-back e terá início às 23h (horário de Brasília), com transmissão da ESPN e também do NBA League Pass.

Com o mesmo número de jogos disputados (22 para cada), as franquias de Boston e Minneapolis traçaram, até então, trajetória similar na competição, com leve vantagem para o time de Massachusetts. Se a temporada regular terminasse hoje, ambos estariam classificados para os playoffs, sem mando de quadra, no entanto, com o Boston Celtics em sexto colocado da Conferência Leste e o Minnesota Timberwolves em oitavo na Conferência Oeste. Porém, o momento vivido pela equipe comandada pelo técnico Tom Thibodeau é melhor, pois nos últimos 10 jogos disputados, 7 vitórias foram conquistadas, sendo 4 delas nos últimos 4 jogos.

Após 1 mês de meio desde o início da temporada 2018/2019 da NBA, o técnico Brad Stevens parece ter encontrado o time titular ideal, mesclando o poder ofensivo de Kyrie Irving e Jayson Tatum com o impacto defensivo causado por Marcus Smart, Marcus Morris e Al Horford. Ainda é cedo para afirmar que a mudança será duradoura, mas é fato que a entrada de Smart e Morris no quinteto inicial trouxe um novo nível de intensidade ao time, que só foi visto nas vitórias sobre o Philadelphia 76ers, Milwaukee Bucks e Toronto Raptors. Com isso, Gordon Hayward lidera a segunda unidade, inclusive como o playmaker principal, liberando Terry Rozier para jogar sem a bola nas mãos.

A incógnita é o ala Jaylen Brown, que não participou das últimas duas partidas em razão de dores na lombar, após sofrer uma forte queda na derrota para o Dallas Mavericks. Não houve indicação de Stevens no sentido de que Brown voltará para o time titular, já que tanto Morris quanto Smart estão jogando muito bem, sendo os dois atletas mais constantes da equipe na temporada até então. Para a partida desta noite, Brad Stevens ainda não sabe se poderá contar com Brown, sendo que a decisão será tomada momentos antes. Por sua vez, o pivô Al Horford, que foi poupado no jogo da última sexta-feira (30), retorna ao time titular.

O início de temporada conturbado do Minnesota Timberwolves tem um nome: Jimmy Butler. O astro, que pediu para ser trocado antes do início da temporada, causou problemas no vestiário da franquia de Minnesota, causando instabilidade na equipe. Desde a saída de Butler, na troca efetuada com o Philadelphia 76ers, o time de Tom Thibodeau parece ter encontrado um bom ritmo, tendo recebido Robert Covington, que assumiu a titularidade, e o ala-pivô Dario Saric. Thibodeau poderá contar com todos os seus atletas na partida desta noite (01).

FICHA TÉCNICA

Local: Target Centar (Minneapolis, MN)

Horário (de Brasília): 23h

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Marcus Smart, Jayson Tatum, Marcus Morris e Al Horford. Treinador: Brad Stevens

MINNESOTA TIMBERWOLVES: Jeff Teague, Andrew Wiggins, Roebert Covington, Taj Gibson e Karl-Anthony Towns. Treinador: Tom Thibodeau

Publicidade

Eduardo Quirino
Eduardo Quirino
Eduardo, 31 anos, nascido em Niterói/RJ, mas é Resendense de coração. Bacharel em Direito, estudante de Administração e flamenguista, é apaixonado por esportes e envolvido com o basquete desde os 14 anos. Ex-pilar do Volta Redonda Rugby, ex-capitão do Resende Rugby e atual ala-pivô do Basquete Resende, tem como espelho a lenda Kevin Garnett, razão pela qual começou a torcer para o Boston Celtics em 2008. KG se foi, mas o amor pelo Celtics é pra sempre!

27 Comentários

  1. Publicidade

  2. Daniel Monteiro disse:

    Quem diria que o Butler era a laranja podre, espero que acabe com o vestiário dos 76ers.Korver indo para o jazz e não indo para 76ers também é uma boa notícia para o boston.

    2

    0
  3. Fernando Silva disse:

    Estamos muito bem e o adversário é sim qualificado.

    3

    0
  4. Chiovato disse:

    Celtics hoje bem no jogo, sempre a frente e mesmo quando Wolves encostava, logo em seguida se convertia 3 bolas em sequencia e abríamos de novo! Muito bom o jogo e melhor ainda ver o Hayward no melhor jogo dele pelo Celtics… muito mais confiantes, armando e indo pra rebotes a todo momento, não escondendo do jogo e pontuando muito….estou muito feliz com esse jogo dele hoje e veio na hora de pegar confiança junto a um jogo seguro do time! Hayward 30 Pts – 8 Ast – 8 Reb … Irving, Tatum, Morris e Horford bem ofensivamente.. e Smart bem defensivamente… bom jogo do time que tem muito basquete pra mostrar e parabéns ao Hayward que é profissional, boa cabeça e merecia um jogo desses pra voltar a ser o ótimo player que é!!

    16

    0
  5. Paulo Bastos disse:

    Parece que estamos entrando nos trilhos!! Hayward monstro hoje!!! Let’s go Celtics

    8

    0
  6. Daniel disse:

    Bom jogo e bom ver Hayward voltando a velha forma e quase empalhacando um triplo duplo e sem divida foi o melhor do jogo , Tatum jogando bem demais , Irving é o dono do time , Morris no momento de dificuldade chamando o jogo e Horford bem , agora é manter esse ritmo e talvez o Stevens tenha encontrado a formação ideal , mas so queria ver um pouco do Willians , ver do que ele é capaz , mas por hora valeu pelo bom jogo

    15

    0
  7. Marcos disse:

    Hayward vindo do banco e sem medo de chutar (Só uma vez que pulou e nao soltou a bola, dando aquela andada).

    Destacar o grande trabalho defensivo do Smart e a boa % de (selecionados) arremessos que ele anda tentando.

    O Brad fez alguns testes (controlados) com a segunda unidade com Rozier, Irving e Smart juntos na quadra.
    Com a volta do Brown, a segunda unidade também deve ficar equilibrada.

    Ainda falta pegar um time cascudo para testar essa formação,

    Abs verdes

    9

    0
  8. Fernando Silva disse:

    Na minha opinião o Wolves foi um bom teste.

    Adversário em ascensão e qualificado.

    Obviamente teremos equipes muito melhores a superar.

    Mas valeu como momento de afirmação, de reação.

    Creio em uma boa sequência de vitórias.

    KI e GH são nossos principais atletas.

    Mais alguns jogos para GH estar 100%.

    Falta recuperar JB.

    14

    0
  9. Erondi Nunes disse:

    Não se enganem a recuperação do GH ainda não terminou, ele vai oscilar ainda. Viram a falta q faz o Draymond Green pro gsw??? Por isso q o Smart não pode sair do time

    12

    -1
  10. Fernando Silva disse:

    Também acho bem importante a participação defensiva do Smart no sentido de liberar mais o KI.

    JB tem potencial para desempenhar o mesmo papel com um ataque melhor, além da estatura.

    Porém, na minha opinião, terá que ganhar os seus minutos em quadra.

    O momento é do Smart.

    10

    1
  11. Ricky Lacerda disse:

    Vi falando do Bradley Beal ser envolvido em uma trade, acha q seria possível adquiríamos envolvendo o Rozier + Smart(Jaylen Brown) + alguma coisa se necessário, tbm se valeria a pena fazer essa troca, gostaria de saber da opinião da galera.

    1

    11
  12. Raphael disse:

    Uma troca pelo Beal não muda o Celtics de patamar, mas pode ser interessante sim, na minha opinião. Ele tem um arremesso mt limpo, bonita mecanica. O problema eh fazer o “match” dos salarios, ja que o sg de washington ganha na casa dos 20. Eu não trocaria o smart. Rozier + BROWN eu consideraria, mas precisaria de um terceiro time por conta do salário.

    8

    0
    • Lucas disse:

      Eu acho uma boa, porém tem que ver quem vai pra lá e fazer os salários baterem. Rozier + Brown eu fazia na hora, mas envolver o Smart é fora de cogitação, como alguém disse lá em cima o Smart é tipo o Draymond Green no gsw. E o Beal casaria perfeito com esse ataque “Live & Die by 3” nosso, só não sei a defesa dele como é que é, e também se ele é um dos frutos podres do vestiário dos Wizards.

      2

      0
  13. Fernando Henrique disse:

    Embora o começo de temporada do Brown tenha sido decepcionante pra maioria dos torcedores Celtas, eu acredito que ele ainda vá evoluir nessa temporada e se fixar como dono da posição. É parte importantíssima do time, e tenho certeza que o sucesso da equipe vai depender dele e dessa base (muito bem) formada via draft. Eu pessoalmente não o trocaria, e também não trocaria outros jogadores pelo Beal pra que o Brown venha do banco, não vejo um upgrade no encaixe do time.

    O Irving já se encontrou, Hayward ta no caminho (que deve ser longo ainda), e o Brown mesmo não vindo de lesão deve dar uma guinada também. Vamos esperar

    10

    1
  14. Marchall disse:

    Drummond é o cara para vestir a camisa do Celtics ano que vem! 15reb + 20 pts por jogo.

    Hayward
    Marcus Morris
    Jayson Tatum
    Kyrie Irving
    Drummond

    1

    7
  15. Marchall disse:

    Horford + Rozier + Brown + pick

    Time que não aceitar essa trade é burro demais!

    Williams no lugar do Horford
    Wannamaker no lugar do Rozier
    Smart no lugar do Brown

    Temos elenco para substituir esses caras 🙂

    0

    9
  16. Marchall disse:

    Nunca que vão aceitar essa trade pelo Davis, duvido muito! Vão pedir algum jogador top de linha nosso: Tatum, Hayward ou Irving!

    Esses três, levando em consideração que o Hayward volte a ser aquele All Star do Utah Jazz, não podem de forma alguma serem negociados!

    Rozier tem muito potencial, assim como Horford que é um pivô experiente e Brown que consegue dar uma enganada. Da pra pegar um titular top de linha com esses três.

    Davis – Primeira tentativa
    Drummond – Segunda tentativa
    Towns – Terceira Tentativa
    Embiid – Quarta tentativa

    Conseguem ver mais algum?

    4

    2
    • L.Gabriel disse:

      Davis, existem clausulas da NBA que impedem a trade, se sonharmos… somente na FA de 19/20
      Drummond – Seria interessante, mas duvido o detroit querer negociar, junto com blake griffin são a base do time
      Towns – Não gostaria, parece, por comentários, que quer ser dono de um time
      Embiid – Faz parte do processo em 76’s, não ranca de la por nada
      Nikola Vucevic – Acho uma trade mais possivel e interessante, Orlando não tem armador ( Rozier) e eles tem um prospecto de Pivo Mo bamba, coloca um experiente para treinar(Horford)
      Nikola Jokic – Gostaria muito, e tem um jogo inteligente como Horford, porem mais novo…

      5

      0
  17. Celso Cachali Jr disse:

    Tows Não seria em nenhum momento uma alternativa. Davis caro de mais.
    Drumond e Wistiside são minhas únicas alternativas

    1

    2
    • Netto Santos disse:

      Whiteside? Se nem o Heat quer esse contrato horrível dele, pq o Celtics iria querer? Whiteside não é melhor que o Horford e talvez nem melhor que o Morris, não é o que precisamos agora, precisamos subir de patamar, se não der pra trazer o Davis a melhor opção no mercado seria o Vucevic.

      2

      0
  18. Ricky Lacerda disse:

    Jokic e Drummond acho difícil uma troca, a não ser q seja bastante benéfica ao time deles… acredito q o whitside

    2

    2
  19. Ricky Lacerda disse:

    Acabou enviando antes o comentário de terminar kkkk… acredito q whiteside, Rudy Gobert ou vucevic sejam mais fáceis de conseguir uma troca sem sacrificar tantos jogadores, pela situação na tabela talvez até o capela

    1

    0
  20. Raphael Lima Ferraz disse:

    Pensando com os pés nos chão. Vucevic eh um alvo bastante realista e uma eventual trade pode beneficiar ambos os times. Orlando tem o Mo Bamba no banco para o futuro, não devem ter tanto interesse em renovar o Vucevic e, com certeza, iriam gostar da adição do Terry Rosier, já que o PG titular deles eh o DJ Augustin.

    Os Celtics, por outro lado, iriam ter seu elenco bem equilibrado com a adição do Vucevic. Jogamos sem um pivo top há anos e ainda iria ajudar o jogo do All Horford. O único problema eh q ele está no último ano de contrato e jogando muito bem, ou seja, sua renovação não será barata! Também tem o problema de estarmos reforçando um rival com essa troca.

    Fiz na ESPN trade machine e deu certo a seguinte trade: Brown + Rozier + Yabusele + Theis = Nicola Vucevic

    Teríamos que arrancar uma ou duas picks em contrapartida dependendo ou nao da inclusao do Brown: dá pra colocar o Morris no lugar dele se você ainda acredita no Jaylen (eu já estou desistindo oficialmente)!

    6

    9
    • Fernando Henrique disse:

      Eu acho muito caro, é um pacote muito alto pelo ultimo ano do Vucevic. Logico que é um bom alvo, mas não rola mandar esses três (Brown, Rozier e Theis).

      Pessoalmente sou mais pegar um jogador desacreditado ou um jovem com poucos minutos pagando barato, e confiar que o Stevens faça sua magica com ele, já que ta difícil com o Robert Wiliams

      2

      1
    • Netto Santos disse:

      Vucevic é a melhor opção se não rolar o Davis, mas essa trade aí é muito, bota muito nisso, por ele.

      5

      0

Deixe um comentário