Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

De volta ao quinteto titular, Sullinger é elogiado por Stevens

Contestado por muitos torcedores por seus problemas com a balança, o ala-pivô Jared Sullinger é a grata surpresa dos primeiros jogos do Boston Celtics na temporada 2015/2016 da NBA. Outrora relegado ao banco de reservas, o camisa 7 fez um bom papel na rotação e recebeu, do técnico Brad Stevens, a oportunidade de ser titular nos dois confrontos da última semana, contra Indiana Pacers e Washington Wizards. O voto de confiança foi aproveitado por Sully: depois de ficar a um ponto de anotar um duplo-duplo em Indianapolis, o ala-pivô fez 21 pontos e pegou oito rebotes diante do Wizards.

Satisfeito com as boas atuações de Sullinger, principalmente no aspecto defensivo, Brad Stevens elogiou o camisa 7, em entrevista ao site oficial do Boston Celtics. “Ele vive o melhor momento defensivamente. Acho que ele é muito ativo, muito bom no pick and roll, um grande reboteiro defensivo e fez um monte de bons jogos na defesa da equipe”.

Os dados corroboram as declarações de Stevens: nesses primeiros jogos da temporada, Sullinger apresentou evolução nos fundamentos defensivos, como tocos, roubos de bola e rebotes. Sully, por sua vez, credita seu desempenho aos treinamentos que fez nas férias e revelou que está estudando alguns adversários, além de usar mais o corpo no combate dentro do garrafão. O início de temporada é animador e os torcedores celtas esperam que Sullinger consiga manter o ritmo.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

7 comentários

  1. Sander

    O problema é que ele está em final de contrato, meu medo é ele jogar bem só essa temporada para ganhar um grande contrato, ai na próxima voltar a relaxar. Mas tenho que admitir que se trata de um ótimo jogador, tem tudo para ser nosso 4 titular no nosso presente e futuro.

  2. Walisson

    Fim de contrato chegando…hora de arrebentar pra garantir mais um contratinho bacana e, depois, voltar a relaxar….

  3. Renato

    Seja como for, HOJE , ele é necessário a equipe pelo talento acima da média, apesar do peso também acima da média.

    Sua defesa realmente melhorou muito e até os arremessos de longa distância tão voltando a cair. Acredito que o Ainge vai tentar mante-lo no elenco, mas pelo valor certo, de qq forma seu bom desempenho também permite uma troca na pausa all Star.

  4. Alex Shima

    O povo não reclamava que Sully não tinha valor de mercado? Agora tá começando a valer alguma coisa… põe ele num bolo e troca por um center que preste.

  5. Marcos

    Fat Sully tem jogado bem, só precisa parar de arremessar de 3 nesse sistema bobo.
    O melhor defensor e reboteiro no garrafão é o A. Jhonson, agora os dois podem jogar juntos (e devem especialmente contra times com bons bigs).

    Podiam criar um hype para conseguirmos uma trade na parada do AS game envolvendo ou Fat ou KO.

    []s verdes

  6. Daniel Emiliano

    Hoje está acima de todos os demais bigs de Boston.
    Lee e Zeller estão completamente fora de forma e Amir está ainda aprendendo o novo esquema.

    O que acho interessante é que no meu pensamento, ele está tão fora de forma quanto os dois citados, mas ta jogando bem pois esteve a VIDA TODA, fora de forma, e por isso está acostumado e não sente o baque que os demais sentem..kkkk

    O fato é. Que o Sullinger tem MUITO talento, todo mundo está cansado de saber. Acho que isso nunca esteve em discussão.

    O fato no entanto é que sua falta de ética de trabalho, terá consequências muito ruins na sua carreira em sí. Será sempre propenso a lesões e duvido que chegue na casa dos 30, atuando em alto nível.

    Por isso a vontade em troca-lo.
    pois topar dar um contrato de 5 anos com um valor bom, pra ele, pode ser um baita suicídio, para o futuro.

  7. Daniel Emiliano

    PS: Vale notar também que muito da melhora defensiva dele vem do fato de que ele está jogando muito mais minutos na 5 do que na 4.

    Dessa maneira ele pega jogadores mais lentos, que não tiram tanta vantagem do seu peso e falta de velocidade. Pelo contrário, Sullinger na 5, faz disso uma arma, assim como Big Baby fez por muitas vezes.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.