Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jazz 104 x 112 Celtics

Continuando sua excursão pela parte ocidental dos Estados Unidos, o Celtics visitou o Utah Jazz, em Salt Lake City, nas primeiras horas do domingo no horário de Brasília, em jogo válido pela rodada do sábado, 11 de fevereiro, da NBA. E mesmo enfrentando a melhor defesa da liga, o setor ofensivo do Celtics foi efetivo, culminando em uma vitória de 112 a 104, a nona da equipe nos últimos 10 compromissos.

O confronto da noite era bastante esperado por quem acompanha a NBA: o sétimo melhor ataque da liga, Boston Celtics, liderado pelo segundo melhor pontuador geral, Isaiah Thomas, enfrentava a melhor defesa da competição, Utah Jazz, que sofre apenas 96 pontos em média. Só que o ataque do Celtics fez o setor defensivo do Jazz parecer bastante vulnerável, fazendo com que a equipe de Boston controlasse o placar do embate do começo ao fim.

A formação ofensiva do Celtics na partida, idealizada pelo treinador da equipe, Brad Stevens, atacou de forma cirúrgica a defesa do Jazz. Assistências elaboradas, cortes limpos para dentro do garrafão, passes extras que levavam a arremessos desmarcados, controle do ritmo do jogo, 59% de aproveitamento nos arremessos e 13 bolas de três convertidas. Tudo isso fez parte de uma atuação praticamente perfeita de Boston no confronto.

“Sabíamos que eles são um time muito bom defensivamente, mas também sabíamos que se movêssemos a bola de lado a lado, poderíamos tirar os seus bigman para fora do garrafão. Nós atacamos eles na tábua e o pessoal converteu os arremessos.”, disse o armador Isaiah Thomas sobre a atuação ofensiva da equipe.

Apesar da boa atuação na partida, o já desfalcado elenco do Boston Celtics teve que lidar com outra lesão de um titular durante o confronto: com apenas 12 minutos jogados na partida, o swingman Jaylen Brown deixou o jogo com uma lesão no músculo posterior da coxa. Brown junta-se a Avery Bradley, que já desfalca a equipe há quase um mês, e Jae Crowder, que perdeu os últimos dois compromissos por conta de um problema pessoal.

Só que mesmo com as lesões, boas notícias também apresentaram-se ao torcedor do Boston Celtics, que pode assistir a boas atuações do até então contestado veterano, Gerald Green, e do criticadíssimo jovem James Young. Green, que acabou por substituir Brown na formação titular da equipe, terminou a partida com 16 pontos. Mesmo com minutos limitados, Young contribuiu com 10 pontos e boa disposição defensiva.

O próximo compromisso do Celtics é ainda fora de casa, no Oeste, quando visita o Mavericks, em Dallas, na noite da próxima segunda-feira, 13 de fevereiro. Já o Jazz terá outro jogo em casa: recebe o Los Angeles Clippers, em Salt Lake City, em uma briga direta pela quarta colocação da conferência, que daria o mando de quadra na primeira rodada da pós-temporada.

Destaques da Partida

Utah Jazz

Gordon Hayward: 31 pontos
Rudy Gobert: 14 pontos, 14 rebotes
George Hill: 22 pontos, 3 roubos de bola

Boston Celtics

Isaiah Thomas: 29 pontos, 5 assistências
Kelly Olynyk: 19 pontos, 7 rebotes, 2 roubos de bola, 2 tocos
Marcus Smart: 10 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e 3 roubos de bola
Al Horford: 16 pontos, 9 rebotes
Gerald Green: 16 pontos, 7/8 em arremessos de quadra

 

Author avatar
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e engenheiro de softwares sênior. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby e pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira a que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Boston Red Sox e Green Bay Packers.

2 comentários

  1. Paulo Jr

    Qual Será a gravidade da lesão do Brown? Se for algo de tire ele por um longo período seria uma pena, pois ele vinha evoluindo bastante no setor ofensivo e bem empenhado defensivamente. Contribuindo bastante. Tomara que o Crowder retorne msm para a partida de mais tarde…

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *