Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Marcus Smart – A primeira escolha celta

Bastou Adam Silver anunciar o nome de Marcus Smart como a primeira escolha do Celtics no Draft 2014 para uma enxurrada de burburinhos tomarem conta da internet e muitos torcedores já inconsoláveis dizerem adeus a Rajon Rondo e amaldiçoarem Danny Ainge!

Auto lá, pelotão!
Smart não é um simples PG e sua chegada não quer dizer necessariamente que Rondo esteja de saída, pelo contrário na minha opinião, pois se tem alguém que teve sua permanência colocada em risco com essa seleção, esse nome ao meu ver é o de Avery Bradley!

Smart, embora em muitos mocks por aí tenha sido intitulado como PG, é um “combo guard”, ou seja, pode atuar nas duas posições de armação, ocupando a posição de PG ou SG.

Com 1,92m de altura e 2,07m de envergadura, mais de 100kg e uma condição física espetacular, Smart é um atleta maior e fisicamente superior a Bradley sendo tão feroz na defesa quanto seu novo companheiro.

Smart é tranquilamente um dos melhores defensores de perímetro do projeto e pode marcar jogadores da posição 1, 2 e em alguns casos, até jogadores da 3, o que da ao Celtics uma versatilidade tremenda nas rotações defensivas.

Com mãos rápidas, velocidade lateral de elite e um ótimo senso de posicionamento, Smart já parece preparado para marcar até mesmo os melhores armadores da liga.

Porém se sua defesa e versatilidade defensiva são inquestionáveis, seu papel ofensivo ainda não está totalmente definido.

Smart dedicou seu último ano universitário a se consolidar como um PG, porém a falta de talento ao seu redor o obrigou a centralizar as jogadas ofensivas de sua equipe sobre si mesmo de forma que ainda é incerto como seria sua produção em uma equipe com vários talentos ofensivos competindo por oportunidades de finalização.

Isso não quer dizer no entanto que Smart não tem qualidade de passe e visão de quadra, pelo contrario, ele já demonstrou ter essas qualidades em algumas ocasiões. O que se questiona é se a filosofia “atacar primeiro, tocar depois” não ficou enraizada em sua mente após um ano onde esse de fato teve que ser seu pensamento.

Smart também terá que se readaptar a jogar sem a bola nas mãos o tempo todo, em Boston, situação na qual já esteve em seu primeiro ano de faculdade e na qual não demonstrou ter grandes dificuldades.

Outra qualidade importante a ser destacada em Smart é sua enorme ética de trabalho e seu espirito de liderança. Smart é um jovem com espirito de guerreiro vencedor que não se contenta jamais com a derrota e que não deixa seus companheiros de equipe se acomodarem. Caso Smart siga sua evolução técnica nos próximos anos, ele pode se tornar aquele tipo de jogador que toda franquia gostaria de construir em volta.

Dito todas suas qualidades, temos que frisar também suas fraquezas.
Smart é um arremessador abaixo da media. Embora seja um ótimo scorer, sua pontuação vem basicamente de sua ótima e arrojada infiltração. Em uma equipe onde poderá ter Rondo como companheiro de quadra, evoluir seus arremessos se torna algo fundamental já que caso isso não ocorra a ofensa celta pode se tornar muito previsível com jogadores adversários fechando o garrafão e dando espaço para que ele e Rondo arremessem, o que poderia causar uma grande queda na eficiência ofensiva da equipe.

Smart também é um “Turnover Prone”. Por jogar em uma intensidade e velocidade muito alta e abusando das infiltrações, não são raros os momentos em que o atleta desperdiça a posse de bola e gera contra ataques para os adversários.

Tanto no caso de Turnovers quando na falta de arremesso de média e longa distancia, Smart mais uma vez se parece muito com Bradley em seu primeiro ano de Celtics. Bradley no entanto evoluiu muito seu fundamento de arremesso nos dois últimos anos e é nisso que Smart deve tomar de exemplo.

Avaliação final

Embora o pânico tenha tomado conta de muitos torcedores como dito acima e embora eu tenha dito que Bradley é quem corre perigo, eu acredito que Smart pode conviver no Celtics juntamente com os dois, isso porque nesse momento da carreira Smart tem as características perfeitas para assumir o papel de um sexto homem, vindo do banco e recebendo vários minutos para jogar tanto na posição 1 como na 2.

Passado essa temporada, Bradley se tornará agente livre irrestrito e é nesse momento que Ainge terá o seu coringa na manga para ter um substituto para Bradley caso ele faça um pedido de renovação acima do esperado.

Informações do atleta

PosiçãoArmador / Ala-Armador (PG / SG)
Experiência20 Anos | Atleta Universitário (Sophomore)
Altura1,92 metros (6.3)
Envergadura2,07 metros (6.9)
Peso103 quilos (227 lbs)

Médias em 2013-2014

MinutosPtsRebAstStlBlkFG3PtsFT
32.7 min185,94,82,90,642,2%29.9%72,8%

Vídeo

[youtube id=”-2xqmw8NHco” width=”620″ height=”360″]
Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

16 comentários

  1. Walisson

    Eu pensei a mesma coisa após a escolha do Smart: quem mais corre perigo é o Bradley e não o Rondo.

  2. Kleber

    É, minha primeira impressão foi que pegaram Smart para envolverem Rondo em uma troca. Mas faz todo sentido que tenham pego o menino simplesmente porque Bradley é Free Agent. Faz muito sentido mesmo. Mas, no lugar do Ainge, eu trocaria Rondo por Love. Rondo é nova maior moeda de troca. E esse Smart é um futuro All Star.

    • leo

      não faz sentido pro Wolves, eles tem o Rubio que tem a característica de pass first também, Boston deveria tentar trocar Sullinger + Bradley + First Pick Clippers 2015 + First Pick Nets 2015 no love não sei se rolaria.

  3. Jean

    O Jogo desse cara me lembra demais o Dwyane wade!

  4. Sérgio Soares

    Gostei da escolha. Ainge foi no melhor talento disponível. Na mina opinião fez certo.

  5. Jota

    Vamos la, galera, todos amamos o Rondo. Mas qual é a chance do Ainge ter draftado, em uma classe dessas, dois jogadores para a mesma posição?

    Pressey já era um backup aceitável para o Rondo, e Young poder ser aceitável para o Bradley. Ah, não tem contrato garantido? Aí entra o Smart, ok, mas então pra que o Young?

    Pra mim ta claro que a ideia é tradear o Rondo. E eu não vejo nenhum absurdo nisso se for para reforçar a equipe. Tradeamos nossos dois últimos ídolos nos últimos 20 anos para tankar, porque não para reforçar a equipe agora?

    É uma grande chance que ele tem em mãos. Ou faz as trocas para jogarem com o Rondo, ou troca o Rondo e assume o rebuild. Trocar o Rondo não me agrada, mas conseguimos um PG decente, talvez o melhor da classe, então é algo para se pensar.

    Jogar com o Rondo será complicado para ele, justamente pela sua falta de arremesso. Não espero que ele seja um shooter no começo, ou se quer trabalhe sem a posse. Pode dar certo, mas é arriscado.

    No mais, ele é um bom jogador com a bola na mão. Polivalente, rápido, habilidoso, sabe atacara a sexta como poucos, é agressivo e brigador. Eu o vejo como Franchise player celta tranquilamente. Junto com o Gordon é o que mais tem a gana de vencer, as vvezes até exagerado. Vai ser o cara celta mesmo, daquele que nos gostamos tanto. Transbordando energia e vontade de vencer, isso as vezes supera a técnica.

    Se o rondo ficar, espero que façam uma excelente dupla na armação, e que consigam melhorar nosso garrafão, se não será mais um ano complicado.

    • Daniel Emiliano

      Pressey está bemmm longe de ser um backup aceitável para o Rondo.
      Ele tem boa visão de jogo e bom passe? sim, mas é só isso!
      Ele não tem condições de defender NINGUÉM na NBA e terminou a temporada como o segundo pior FG entre todos os jogadores da NBA!

      Smart vem inicialmente pra pegar esse espaço do Pressey e mais minutos na 2, sega como titular ou como reserva do Bradley.

      Ja Young, deve começar começar a ser trabalhado pra reserva do Green, na 3.

  6. Beat LA

    Puxa cara,minha primeira impressão com a nossa escolha não foi boa,achava mt melhor ter pego um cara p jogo de garrafão,achei uma escolha não mt sábia pois temos a 6 escolha,ai eles pegam um jogador para a posição que ja temos de melhor.Mas até ae beleza,contanto que não se desfaçam do rondo,pois quem irá armar nosso time,não se pd confiar tanto assim no smart,então espero que rondo não seja trocado,pq se for,vai so aumentar a dor de ter perdido pp e kg,além de uma temporada sofrível que se repetirá,caso vira acontecer a troca de rondo.Quanto aos peixes grandes é esperar,gostaria muito de ter o love,primeiro pq não vejo outro grande nome que possa pintar no Celtics,ele foi o que chegou mais proximo,pelo menos nos rumores,mas o que o t-wolves pediram nele é praticamente um assalto,não devemos fazer loucuras mas axo q com esse atual elenco,sem uma grande estrela,infelizmente não iremos mt longe mais uma vez na temporada

  7. promentory

    gostei das escolhas…. gostaria que o DA pegasse o Wiggins ou o Parker… ou o Embiid ou o Exum…. mas não dava pra pegar, simples assim….. então pegamos o que tinha de melhor pra pegar… não precisamos ninguem pra 4, ate por que ainda temos(espero que tenhamos) o Colton Iverson… e torcer pra nossa FA ser muito boa

  8. Thiago Matos

    Fora do top4 (Jabari, Wiggins, Exum, Embiid) minha dúvida sempre ficou entre Smart e Gordon… Estou muito satisfeito com a escolha e vejo Smart como um jogador com o perfil da equipe.

  9. joao guama cabano

    que avery bradley se liga um dos melhores defensores da nba

  10. Renato

    Na minha opinião o Smart foi uma escolha interessante do aspecto estratégico.

    Podemos testá-lo nas posições 1 e 2, e saber o que fazer com Rondo e/ou Bradley.

  11. Alefe Miranda

    Andei vendo uns 2 jogos da universidade do Smart, o cara na maioria do tempo tava marcando era PF, e eu nem vi essa tal dominância, de estar direto com a bola, vi ele muitas vezes fazendo o papel de um SG ou SF….

  12. Anderson Tomás

    Aceitável por que foi o Ainge que escolheu. Ele sempre tem uma carta na manga. Acho que pode dar certo, mas que eu queria um SG que chegasse pra fazer alguns pontos e tivesse alguma dominância de jogo, alguém com a personalidade do Victor Oladipo. Mas pode dar certo sim…

  13. […] Marcus Smart, calouro do Boston Celtics, draftado com a sexta escolha no 2014 NBA Draft, acaba de agendar mais um compromisso para as férias que antecedem sua estreia na NBA. Isso porque o atleta, oriundo de Oklahoma State, foi convocado e fará parte do time norte-americano que disputará coletivos com a seleção principal, que se prepara para o Mundial de Basquete, que ocorrerá na Espanha, ainda esse ano. […]

  14. […] para o Canadá. De qualquer modo, o negócio não deu certo e o Celtics ficará ‘apenas’ com Marcus Smart e James Young, selecionados no primeiro round do Draft. E você, torcedor celta? Queria ver Bruno […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.