Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Poucas horas após contratação, Ryan Kelly é dispensado pelo Celtics

Durou menos de 20 horas a passagem do ala-pivô Ryan Kelly pelo Boston Celtics. Depois de ter assinado contrato com a franquia de Massachusetts na noite de sexta-feira (21), o ex-atleta do rival Los Angeles Lakers participou de um treinamento com o elenco celta na tarde deste sábado (22), em Waltham, e foi dispensado no início da noite. A liberação de Kelly foi anunciada oficialmente pelo Twitter do Alviverde.

Curiosamente, antes da dispensa de Ryan Kelly pelo Boston Celtics, o técnico Brad Stevens elogiou o atleta em entrevista depois do treinamento deste sábado. Stevens lembrou da melhor atuação da carreira do ala-pivô, justamente contra o Celtics: em janeiro de 2014, na partida que marcou o retorno do armador Rajon Rondo após uma grave lesão, o Los Angeles Lakers bateu o Alviverde por 107 a 104, com 20 pontos e quatro rebotes de Kelly.

“Ele nos matou em uma partida há dois anos, fez 20 pontos aqui em Boston. Espaça bem a quadra, tem um bom passe. Sua capacidade de fazer um jogo certo de basquete sempre foi uma de suas maiores virtudes”, afirmou Stevens.

A liberação de Ryan Kelly é curiosa, mas já era esperada: como o ala-pivô Ben Bentil, dispensado na sexta-feira, recusou transferência para o Maine Red Claws, afiliado do Celtics na Liga de Desenvolvimento da NBA (D-League), a equipe verde e branca contratou Kelly para preencher essa lacuna. Nos próximos dias, o ala-pivô deve ser anunciado como atleta dos Garras Vermelhas. Também existia a possibilidade de uma troca, que não se concretizou.

Com a saída de Ryan Kelly, o Boston Celtics está com 16 atletas em seu elenco, e precisa fazer um corte até esta segunda-feira (24). Três jovens jogadores estão cotados para deixar o Alviverde: o armador Demetrius Jackson, e os alas-armadores R. J. Hunter e James Young.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

9 comentários

  1. Paulo Sérgio

    Isso foi uma coisa que não fez sentido nenhum. Só se fosse haver uma troca que flopou …… mas mesmo assim …… Ainge não faria uma coisa dessas.

  2. drakes

    Analisando racionalmente a coisa, o espaço para Bentil é bem pequeno nos próximos anos, só ver que em “stash” tem dois jogadores que estiveram melhor que ele na summer league, Yabusele e Nader (este em Maine), e ainda tem o Zizic indo bem na Europa.

    O trabalho do Ainge de conseguir ativos foi muito bom, só que o hoje em dia está em outro patamar, já que tem 86% de chances de ir aos playoffs (segundo 538), o objetivo é ir para as finais de conferência, você irá dar uma envelhecida no time, para ter jogadores testados na pressão, vc passou daquele momento que o cara pode ter pelo menos “stats” e ter uma produção negativa em termos de qualidade.

    Salário baixo como o do Bentil pouco ajuda em trocas hoje em dia, por que o cap aumentou muito, tá cheio de jogador mediano que recebeu acima dos 10 milhões, não dá para usar o salário para ajudar.

    A grande questão do Celtics é dar uma queimada em picks principalmente segunda rodada, e só contratar jogador que aceita stash na Europa, aí vem uma questão cultural que existe uma resistência muito forte tanto da torcida do Boston e Imprensa. E que não existe mais espaço de jogador que não rende e ficar esperando. A saída da diretoria é enviar para Maine, mas lá o cara ganha menos que as equipes europeias.

    Das 15 do próximo ano, temos já, sem trocas: IT, Hoford, Brown, Smart, Rozier, AB, Crowder, a provável pick do Nets. Podendo ainda estar sob contrato um desses 3: Hunter, Young, Jackson, Mickey. Só aí já dá 11, mais o Olynik que é restrito, se desistir dele é sinal que vem mais um jogador de máxima.Sobra 3 vagas (no máximo), sendo o time do Boston tem ainda mais três picks de segunda rodada para próximo ano.

    Tanto que esse ano, o Cetlics ainda tem uma exceção de $2,898,000 que pode ser usada até um pouco antes de Março.

    Concluindo, eu não vejo muito espaço para o Bentil até por que ele mostrou que vai demorar para vingar no estilo que o Stevens quer, se vingar.

    • Renato

      Drakes,

      Realmente o Celtics com essa concorrência insana é só para os fortes, o fato do cara ir para Europa, praticamente o tira a chance de jogar na NBA novamente, mas pode ganhar mais, inclusive na China.

      Na próxima temporada acho que Thomas, Smart, Crowder, Horford, Rozier, Brown esses estão garantidos, Bradley e Olynyk tem valor para o Celtics mas podem ser impossíveis de manter pelo valor a ser pedido. O resto dificilmente fica, talvez Hunter e Mickey.

      Se levar em conta o que coloquei acima são 10 jogadores, ou seja, ainda teríamos 5 vagas, sendo que Zizic e Yabuselle devem entrar em 2 vagas.

      Temos agora 12 vagas ocupadas. A escolhas Nets e duas escolhas de segundo round e fecha o elenco.

      Mas tudo isso é hipotético, acho bem possível uma trade já esse ano levando 2 ou 3 jogadores por 1, e abrindo espaço no elenco.

      Imagina uma equipe:

      Titulares:

      Thomas – Hayward – Crowder – Horford – Zizic

      Rozier – Smart – Brown – Giles – Olynyk

      Jackson – Hunter – escolha – Yabuselle – escolha

      Baita elenco versátil e talentoso

      • Sander

        Belo elenco Renato. Só acho que se o Brown for bem, o Crowder vira um jogador negociável, a escolha do Nets pode vir para ganhar destaque.

      • drakes

        Renato, só de contratos ativos tem 11 para o próximo acampamento, é difícil pensar que o time irá se livrar deles sem uma troca ou um fato revelante que seria necessidade de abrir espaço de cap para algum jogador, afinal vc tem que recomeçar do zero para um rookie, aprender as jogadas, dinâmica dos treinamentos, horários etc.

        Eu acho que o Yabuselle ainda não vem para próximo ano, Zizic sim. Sobre o próximo draft é meio cedo, mas eu vejo que se a pick for abaixo do acreditamos entre 5 a 10, vem um pivô.

        • Renato

          Young Team option, Olynyk FA, Jerebko e Jhonson FA, Zeller Team Option. Jackson Team Option, Bradley e Thomas expirantes. Se sair Jhonson. Zeller, Olynyk e Jerebko, certeza que Zizic e Yabuselle vem.

      • Mauricio Green

        Ano que vem mais um contrato maximo, provavel p 3 ou para 4/5.
        P mim o Zizic vem sim, so acho que não devemos contar com ele de titular.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.