Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (25-18) x Toronto Raptors (33-12)

De volta ao seu TD Garden, após três jogos consecutivos como visitante na temporada 2018/2019 da NBA, o Boston Celtics encara o Toronto Raptors na noite desta quarta-feira (16), em um duelo que, para muitos, poderá se repetir em uma eventual final da Conferência Leste. O momento das duas franquias, porém, é diferente: enquanto o Alviverde sofre para engrenar nesta edição da liga, a equipe canadense está no topo do Leste e tem a melhor campanha da competição. O duelo desta quarta, que começa às 23h (horário de Brasília) e terá transmissão da ESPN para todo o Brasil, será o terceiro entre Celtics e Raptors nesta temporada, sendo que cada equipe conquistou uma vitória nos encontros anteriores.

Depois de emplacar quatro vitórias consecutivas em casa, o Boston Celtics deu a impressão de que finalmente emplacaria um momento de regularidade na temporada e entraria de vez na briga pelo topo da Conferência Leste. Entretanto, após três derrotas consecutivas como visitante para equipes com aproveitamento inferior a 50% nesta edição da liga, o time verde e branco de Massachusetts estagnou na quinta colocação, com sete jogos de distância para o líder Toronto Raptors. No duelo desta quarta, mais até do que pensar em classificação, o Celtics precisa da vitória para recuperar o ânimo, e o apoio da torcida é fundamental para isso: em 20 jogos no TD Garden, o Alviverde conquistou 15 triunfos.

Para o terceiro jogo contra o Toronto Raptors, o técnico Brad Stevens conta com o retorno do armador Kyrie Irving, recuperado de lesão muscular, mas ainda tem uma dúvida no quinteto titular: ainda sofrendo com um mal-estar, o combo guard Marcus Smart só terá presença confirmada minutos antes da partida. Caso Smart não possa atuar, Jaylen Brown permanece no perímetro celta. Na rotação, as baixas são o pivô Aron Baynes, em fase final de recuperação de uma cirurgia na mão esquerda, e o ala-armador Jabari Bird, suspenso por tempo indeterminado após sequestrar e agredir a namorada.

Enquanto o Boston Celtics luta para ser regular, o Toronto Raptors confirma o seu favoritismo sem sustos. Invicto há cinco partidas e com sete vitórias nos últimos jogos, o time canadense se consolidou na primeira colocação da Conferência Leste, apesar da forte perseguição do Milwaukee Bucks. Diante do Celtics, mesmo fora de casa, o Raptors quer manter a pegada e conquistar mais um triunfo, não só para manter sua posição de destaque, mas também para dificultar ainda mais a vida de um candidato ao título do Leste.

Diante do Boston Celtics, o técnico Nick Nurse não deve fazer mudanças no quinteto titular do Toronto Raptors, que conta com o armador Kyle Lowry e o ala Kawhi Leonard como destaques. A rotação, entretanto, exigirá um pouco mais de atenção do treinador, já que o pivô lituano Jonas Valanciunas está fora, com uma lesão no polegar esquerdo, e o armador Fred VanVleet ainda se recupera de dores na coxa esquerda. Outra dúvida é o ala-armador C. J. Miles, que sofre com dores no quadril.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 23h

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Jaylen Brown, Jayson Tatum, Marcus Morris e Al Horford. Treinador: Brad Stevens

TORONTO RAPTORS: Kyle Lowry, Danny Green, Kawhi Leonard, Pascal Siakam e Serge Ibaka. Treinador: Nick Nurse

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

12 comentários

  1. Júnior M

    O que fizeram com meu Celtics de 6 meses atrás?
    O time está sem raça , Raptors praticamente desfilando em quadra.
    Não temos garrafão há 5 anos, mas desde o inicio dessa temporaa não temos defesa de perímetro, cometemos TOs primários, e nos falta comprometimento defensivo, falta-nos sangue nos olhos (a raça quesempre nos caracterizou e havia sido resgatada pelo nosso coach).
    Nosso coletivo parou de funcionar, enfim, estou decepcionado!

  2. Júnior M

    4 TOS seguidos do Celtics.

  3. Ray Araujo duarte do rego

    Que lindo Irving-brown-Hayward-tatum-horford funcionando

  4. Mdsss, tá caindo tudo no TD Garden, o Gordon Hayward e Terry Rozier jogando bem?? Não acredito no q estou vendo, é um outro Boston a partir dos últimos 2 minutos do primeiro quarto, é esse celtics q queremos ver o ano inteiro, Toronto abaixo do normal, mas o nosso time tá jogando muito bem no perímetro, problema nosso continua no garrafão, ibaka tá tentando manter o Toronto no jogo, até o greg monroe foi bem dentro do nosso garrafão, tirando isso o time tá jogando muito

  5. Ray Araujo duarte do rego

    Baynes tava fazendo muita falta nesse garrafão, mds

  6. Lucas Soares

    Tem gente que ainda critica o Kyrie kkkkkkkkkkkkk Ta de brincadeira, jogador mais clutch da liga fácil

  7. Marcos

    Kyrie Irving. Bruxo. Home court effect.

    Abs verdes

  8. Não tem como não amar o kyrie pelo amor de Deus kkkkk, não existe jogador mais decisivo e q gosta de jogo grande como ele, acho q aprendeu isso com Lebron kkkk

  9. Time joga péssimo contra aqueles que estão abaixo dele na liga, e perde todas 3, ai ontem vai jogar contra a melhor campanha do leste, ai já imaginamos o que poderia acontecer, mas não, vamos la e vencemos.

    Isso me da um pouco de alivio, de que nos offs temos chances de bater qualquer um no leste.

    Único porem e ficar numa colocação ruim e não poder decidir em casa os confrontos.

    Mas porem, feliz com o jogo de ontem, Go Celtics.

  10. Tom

    Gostei, time teve algumas boas atuações como as volta de baynes, importante pro time. Hayward(bom 1 tempo ofensivo e importante na defesa ) e Tatum( tirando as bolas malucas que de vez em quando ele arrisca). Rozier gostei também, não se afogou e fez o feijão com arroz.
    Agora, kirye, sem comentários, temos um gigante como franchise player.mas se calasse a boca seria sensacional, problema é essas entrevistas que ele tenta ser líder, dar recado pro time. Fala muita besteira sim. Gostei do AL também, defensivamente sempre Aparece em jogos grandes

  11. Fernando Silva

    Por estas e por outras que eu ACHO que Stevens segura o time.

    Rotações malucas, substituições que não entendemos, experiências, deixa um time pouco físico contra equipes que forçam o jogo atlético, enfim… as vezes acho que a ideia é segurar e baixar a bola.

    AH é nosso líder. KI nosso FP.

    KI pode falar, AH lidera pelo exemplo.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.