Celtics 117 x 108 Raptors

Em um dos jogos mais insanos do Boston Celtics na atual temporada, o maior campeão da NBA bateu na virada de quarta (16) pra quinta-feira (17) o líder da Conferência Leste, o Toronto Raptors, vindo para o TD Garden pressionado após derrotas consecutivas para Miami Heat, Orlando Magic e Brooklyn Nets. Excelente resultado para a equipe celta, que mostra aos fãs de basquete que os Celtics possuem totais condições de brigar com as demais franquias do leste por uma vaga nas finais do torneio, mesmo com sua inconstância ao longo da temporada.

O jogo, que teve transmissão da ESPN para o Brasil, não começou tão bem para o time do estado de Massachusetts, que viu os visitantes abrirem rapidamente uma boa vantagem no placar e administrarem o jogo no 1º quarto, encerrado em 36×30 para Toronto.

No entanto, a partida mudou de forma no 2º quarto. Os donos da casa enrijeceram sua defesa e diminuíram muito seus erros ofensivos, que foram constantes no início, fazendo com que Boston tomasse a frente do placar no meio do quarto e não perdesse mais a liderança até o intervalo, totalizando 34×17. 64×53 Celtics no primeiro tempo.

Já o 3º quarto, atualmente temido pelos torcedores celtas devido à queda de produção do time em muitos dos jogos recentes, voltou a assombrar os comandados de Brad Stevens. Muitas decisões erradas de ataque voltaram a ocorrer, além da melhora coletiva do adversário, fizeram com que a vantagem construída no primeiro tempo diminuísse, assim encerrando o quarto com vitória canadense por 30×23. Apesar disso, Boston continuava liderando, mas por apenas 4 pontos de diferença: 87×83.

Por fim, chegamos ao ápice de qualidade do jogo: o último quarto. Sendo, sem dúvidas, o momento mais equilibrado do confronto, o quarto foi marcado por várias trocas de liderança no placar e pela sede de vitória dos dois lados. Viram-se muitas cestas anotadas mesmo com grande dificuldade, em cima de excelentes marcações individuais. O ala Kawhi Leonard, cestinha do duelo com 33 pontos, mostrava-se indomável, liderando os Raptors na reta final.

Porém, chegou a Clutch Time. E mais uma vez, Kyrie Irving foi Kyrie Irving. Decisivo, Kyrie participou de TODOS os últimos 25 pontos dos Celtics, seja com pontos ou assistências, e com um arremesso espetacular da zona do perímetro no fim, conseguiu liquidar o jogo e trazer mais uma vez a vitória da equipe verde nas suas costas.

Resultado importantíssimo para o futuro do Celtão, que mais uma vez torna-se uma esperança para que seja o início de uma fase sem irregularidade de resultados para o clube, tendo continuidade no próximo jogo, que é contra o Memphis Grizzlies, na próxima sexta (18), em casa. Já o Toronto Raptors vai completar um back-to-back, jogando também em casa, contra o Phoenix Suns.

Destaques dos Celtics:

Kyrie Irving (27p, 5r e 18a)

Al Horford (24p e 7r)

Gordon Hayward (18p e 5a)

Jayson Tatum (16p, 10r e 2a)

Destaques dos Raptors:

Kawhi Leonard (33p, 4r e 2a)

Sergie Ibaka (22p e 10r)

Danny Green (15p e 6r)

Greg Monroe (11p e 9r)

 

 

Publicidade

Eduardo Marangoni
Eduardo Marangoni
Uberabense, 17 anos, atualmente vive em São Paulo/SP. Futuro estudante de Engenharia de Produção e são-paulino sofredor, sempre adorou esportes, e principalmente, torcer. Acompanha o Boston Celtics fielmente desde 2016, apesar de se considerar um celta desde aquele triste jogo 7 em 2010. Um dos últimos draftados da redação desse blog, e que almeja o ROY.

7 Comentários

  1. Publicidade

  2. Daniel Monteiro disse:

    Essa vitória nos enche de moral pros payoffs

    1

    0
  3. Tiago Antonio disse:

    Excelente vitoria, e que surpreendeu mais positivamente foram as 18 assistências de K. Irving, mostra mais coletividade esse quesito.

    4

    0
  4. Lucas disse:

    Consistência é a palavra chave. Potencial pra bater de frente com qualquer um da nossa conferencia sempre teve, nunca deixou de ter, porem enquanto não resolver a questão da consistência, a gente é o que a tabela nos mostra.

    E o Kyrie pode falar a merda que for, pq ele entrega na hora da onça beber água ou na pior das hipóteses ele pelo menos não se esconde.

    11

    0
  5. Erondi Nunes disse:

    Será q o Al Horford é importante????
    Preparem os corações pra essa série na final do leste

    5

    0
  6. JailtonSV disse:

    Meus amigos Celtas, como joga o Leonard. Na hora do clutch time o cara bota a bola debaixo do braço e vai. Ele e o Irving no mesmo time seria o Caos.

    Ainda mantenho a esperança e expectativas do começo da temporada, chegarmos as finais.

    6

    0
  7. Lucas Soares disse:

    Apesar da inconsistência, nós somos muito mais time que os 4 na nossa frente na conferencia. O grande problema disso, é que pelo menos contra Bucks e Raptors, o mando de quadra vai fazer muita diferença. Contra 76ers e Pacers, acredito que mesmo se não possuirmos o mando, nós ainda somos favoritos.

    Como o Kyrie mesmo disse, está na hora de ser consistente e buscar pelo menos a segunda posição.

    4

    0
  8. Eric disse:

    Brád stevens fez de tudo para perder o jogo e não conseguiu

    1

    15

Deixe um comentário