Prévia – Boston Celtics (43-27) x Denver Nuggets (46-22)

Em confronto interessante, o Boston Celtics receberá o bom time do Denver Nuggets em sua casa, o TD Garden, nesta segunda-feira (18), às 20h30, com transmissão no NBA League Pass. O maior campeão da NBA busca vingar a derrota sofrida no primeiro embate entre as equipes nesta temporada regular, vencida por Denver, no Colorado, por 115×107. O jogo contou com show de Jamal Murray, que anotou 48 pontos naquela ocasião.

O Celtics segue sem se mostrar regular ao longo desta temporada. A franquia verde conseguiu três boas vitórias seguidas na costa oeste, diante de Warriors, Kings e Lakers, que deram ânimo ao time, e em seguida uma derrota amarga para o Los Angeles Clippers, absoluto no jogo, por 25 pontos de diferença (140×115). Para completar a sequência dos jogos passados, venceu o Hawks em sua volta a Boston, sem precisar de muito esforço, já que a franquia da Geórgia concentra todas as suas forças nas últimas colocações da tabela para conseguir escolher bons prospectos no Draft. Diante dessa oscilação, a expectativa para o desempenho da equipe se torna sempre uma incógnita.

Pelo lado dos visitantes, o Nuggets faz uma excelente temporada até aqui. Graças à competência do técnico Mike Malone, o jogo coletivo da equipe vem funcionando, conseguindo fazer com que algumas peças individuais se sobressaiam graças a essa coletividade, como o armador Jamal Murray e o pivô sérvio Nikola Jokic (este corre por fora na briga por MVP). O resultado da temporada acima do esperado de Denver é a 2ª posição na Conferência Oeste, estando a 1 vitória de diferença do líder Golden State Warriors, e a vaga quase assegurada para os playoffs após bater na trave nos últimos dois anos (se classificará matematicamente caso ganhe hoje).

O jogo também é marcado por mais um reencontro de Isaiah Thomas com a torcida celta. O armador de 1,75m, que teve grande passagem pelo Celtics, chegando a 28,9 pontos por jogo e terminando em 5º lugar na corrida pra MVP em sua última temporada atuando em Massachusetts, não conseguiu mais repetir o basquete da temporada 2016/17 desde que foi envolvido na troca que trouxe Kyrie Irving em seu lugar. Isaiah ainda não consegue ganhar mais espaço na rotação de Denver.

Quanto aos desfalques, O Celtics poderá ter até três baixas para o jogo de logo mais. O ala Gordon Hayward, com uma concussão, e os pivôs Al Horford e Robert Williams, com dores no joelho e virose, respectivamente, podem ser poupados e são dúvida. Pelo lado dos Nuggets, a tendência é que, à exceção do calouro Michael Porter Jr, que sequer estreou por Denver, todos os jogadores estejam disponíveis para encarar o Celtics em Boston, para tentar sacramentar sua ida aos playoffs.

 

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 20h30

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Marcus Smart, Jayson Tatum, Marcus Morris e Al Horford (Aron Baynes). Treinador: Brad Stevens

Denver Nuggets: Jamal Murray, Gary Harris, Will Barton, Paul Millsap e Nikola Jokic. Treinador: Mike Malone

Publicidade

Eduardo Marangoni
Eduardo Marangoni
Uberabense, 17 anos, atualmente vive em São Paulo/SP. Futuro estudante de Engenharia de Produção e são-paulino sofredor, sempre adorou esportes, e principalmente, torcer. Acompanha o Boston Celtics fielmente desde 2016, apesar de se considerar um celta desde aquele triste jogo 7 em 2010. Um dos últimos draftados da redação desse blog, e que almeja o ROY.

11 Comentários

  1. Publicidade

  2. Marco Antônio de Paula disse:

    Jogo complicado. Time dos Nuggets é bem acertado e tem um jogo forte de garrafão com o Jokic. E garrafão é o grande problema do Celtics. Horford está com problemas no joelho, complicado encarar o jogo físico de garrafão. Baynes precisa melhorar a parte física. Theis está muito mal. Nesse jogo vamos precisar muito da bola de fora. Que Kyrie, Morris e Smart estejam inspirados nos arremessos. Tatum tem que entregar mais na defesa. Stevens tem que ser mais atuante. Parar de insistir com muitos minutos em quadra com quem está mal no jogo. Vamos precisar jogar com muita força e intensidade para sair com mais essa vitória.

    7

    1
  3. Mauricio Macedo disse:

    103×95

    2

    0
  4. Junior M disse:

    Parabéns Brad Stevens, você deu 2 pontos para o Denver com posse de bola nossa e faltando menos de 2 segundos para o 3Q finalizar.
    Não tem base.

    4

    1
    • Júnior M disse:

      Amigos, desculpem-me pelo desabafo, mas não tem como defender. Celtics 80 x 76 Denver, Denver faz 2 pts e faltam menos de 2 segundos e o Brad estranhamente pede tempo. A jogada, por ele “armada” é bizarra, sendo que a posse passa a ser do Denver que, na saída, encontra alguém sozinho sob a cesta. Conclusão: 80 x 80.
      No início do 4Q, em menos de 70 segundos, tomamos um run de 6×0, e nesse momento, a moral vai por terra, acarretando um final de jogo tenebroso.
      Era fã incondicional de Stevens, mas nessa temporada ele também (juntamente com Tatum, Brown Gordo. H.) não deu aquele up de performance por nós esperado.
      Quero estar equivocado, mas essa temporada será decepcionante.

      7

      0
  5. Marcelo Signori disse:

    É hora do apagão

    1

    0
  6. Fernando Silva disse:

    Q4 ruim. Muito ruim.

    0

    0
  7. Fernando Silva disse:

    Perdemos por conta do último quarto abaixo.

    2

    0
  8. Marco Antônio de Paula disse:

    Infelizmente mais uma derrota. Resumo tático do jogo: Faltando 1 Segundo para o fim do Terceiro Quarto; o “Mágico” Atevens pede tempo para armar a última jogada. Além de não ter armado nada, ainda deu uma cesta de presente pro nosso adversário embaixo do garrafão. Hoje nosso técnico tem 2 funções: Dar mais tempo de quadra para que está jogando pior (Theis) e Mascar Chiclete de Braços cruzados enquanto o time apanha.
    Quanto as atuações individuais: Horford o melhor em quadra. Kyrie entando resolver sozinho, pelo menos tenta, Smart entrou no modo cachorro louco hoje, forçando sempre que pegava na bola. Morris mal, principalmente na defesa. Tatum irreconhecível. No ataque e na defesa. Infelizmente a realidade é que o Tatum não conseguiu evoluir da temporada passada para essa. Rozier e Brown a irregulariedade de sempre. Baynes é um cara esforçado. Mas não tem preparo fisico para um jogo mais corrido. Theis é o bola da Vez do Stevens para irritar a torcida. Enfim, não acredito que esse time vai longe. Não vejo essa evolução de jogo para chegar firme nos playoffs. O Denver nem forçou tanto o jogo no garrafão defensivo, O problema é que hoje não defendemos fora do perímetro também. E como eu previa, se a nossa bola de fora não caísse, seria muito difícil a vitória hoje. Que possamos nos recuperar diante do nosso freguês Sixers, mas eu acho outro jogo muito complicado.

    6

    2
  9. Edivaldo disse:

    Torcedor supostamente racional falava maravilhas do treinador, agora…

    Mas quantos torcedores racionais e emocionalmente equilibrados existem?

    1

    3
    • Marcos disse:

      Na verdade, a culpa é do Irving.
      Tudo é culpa dele.
      3 jogos de 30 pontos seguidos, mas ele ‘envenena’ o vestiário.
      Ele não é um cara ‘feliz’.

      #sarcasmo

      O trabalho do Brad é péssimo essa temporada.
      O importante são os playoffs,

      Abs verdes,

      2

      7
  10. Fernando Silva disse:

    Demoramos para engrenar no Q4.

    No mais, adversário qualificado, com bom garrafão.

    Enfim, considerando o desempenho dos Nugs na season e a nossa oscilação, derrota normal.

    3

    0

Deixe um comentário