Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Indiana Pacers (39-25) x Boston Celtics (42-21)

Depois de duas partidas consecutivas em casa, o Boston Celtics volta a pegar a estrada na temporada 2019/2020 da NBA e encara, na noite desta terça-feira (10), o Indiana Pacers, em duelo que começa às 20h (horário de Brasília) e será disputado no Bankers Life Fieldhouse, em Indianapolis. Enquanto a franquia verde e branca de Massachusetts quer sair de uma má fase em plena reta final de temporada regular, o Pacers luta para ficar entre as quatro melhores campanhas da Conferência Leste. Será o segundo encontro entre Celtics e Pacers nesta edição da liga: no dia 11 de dezembro, também em Indianapolis, os donos da casa levaram a melhor sobre a equipe celta por 122 a 112.

Para surpresa de muitos torcedores, o Boston Celtics está em uma situação delicada na temporada. Depois de sofrer quatro derrotas nos últimos cinco jogos, o time verde e branco de Massachusetts deixou de lado a disputa pela vice-liderança da Conferência Leste contra o Toronto Raptors e está focado agora em defender o terceiro lugar, ameaçado pelo crescimento do Miami Heat na competição. Em Indianapolis, mais do que vencer, o Celtics quer recuperar a confiança, e um triunfo sobre o perigoso Pacers deve ajudar no processo.

Em Indianapolis, a tendência é que Brad Stevens escale o Boston Celtics com o mesmo quinteto titular da derrota para o Oklahoma City Thunder. Sem o ala-armador Jaylen Brown, que se recupera de uma lesão muscular na coxa direita, o Alviverde deve manter o combo guard Marcus Smart no perímetro. Na rotação, o Celtics não terá o armador Tremont Waters e o pivô Tacko Fall, que estão a serviço do Maine Red Claws na Liga de Desenvolvimento da NBA (G-League), mas contará com o pivô Robert Williams, recuperado de dores nas costas.

Depois de sofrer seis derrotas consecutivas no início de fevereiro e se complicar na briga pelo mando de quadra nos playoffs da Conferência Leste, o Indiana Pacers está em ascensão na temporada. Nos últimos 10 jogos, a franquia de Indianapolis conquistou oito vitórias, mesmo tendo que encarar uma série de cinco partidas consecutivas como visitante nesse período. Ainda sonhando em subir na classificação, o Pacers quer aproveitar o bom momento, o fator casa e a fase irregular do Celtics para conquistar mais uma vitória.

Para o jogo contra o Boston Celtics, o Indiana Pacers terá duas baixas significativas: o combo guard Malcolm Brogdon, com uma lesão muscular na coxa esquerda, e o ala-armador Jeremy Lamb, que foi submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo e está fora da temporada. As apostas do Pacers, além do apoio da torcida no Bankers Life Fieldhouse, são o ala-armador Victor Oladipo, que está recuperando o ritmo após sofrer grave lesão na última temporada, e o ala-pivô Domantas Sabonis, recentemente convocado para o All-Star Game.

FICHA TÉCNICA

Local: Bankers Life Fieldhouse (Indianapolis, IN)

Horário (de Brasília): 20h

Transmissão: NBA League Pass

INDIANA PACERS: Aaron Holiday, Victor Oladipo, T. J. Warren, Domantas Sabonis e Myles Turner. Treinador: Nate McMillan

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Marcus Smart, Gordon Hayward, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

20 comentários

  1. Fernando Silva

    Já sabemos bem sobre o nosso time.

    1. Equipe titular fortíssima, uma das melhores senão a melhor da NBA.

    2. Bench deprimente.

    Todo jogo a mesma coisa, tal como este contra os Pacers: bench = 7 pts.

  2. Vitor

    Alguém mais já reparou que o Brad W. sempre vai pra cesta buscando a falta ? porque só no FT que ele é bom.

  3. Marcelo Signori

    Ressuscitamos o Oladipo

  4. PHABIO PASSOS

    OLLEH OU OLAH,,, VAMOS TOMA MAIS VIRADA, MAIS VIRADA VAMOS TOMA,,,, ZÊ CHICLETE INCOMPETENTE E DORMENTE….. ABRIMOS 14 PONTOS,,,, NOS 3 QUARTOS E NO ULTIMO QUARTO PERDENDO DE 11 PONTO,,,,, OLEH E OLEH OLAH, VAMOS MAIS VIRADA ,,, ZE CHICLTE E DORME E DORME,,,, OLEH EOLAH NAO TEMOS BANCO E BANDO NAO TEMOS, O ZE CHICLETE IMCOMPENTENTE,,,,,,COM SEUA ANOEES…….SAIR FORA ZE CHICLETE,,, E GM IDOSO…..

  5. PHABIO PASSOS

    VAMO PERDER, VAMOS DE NOVO E DE NOVO VAMOS E VAMOS PERDER DE VIRADA DE NOVO, 14 PONTOS DE FRENTE,,, O MERDA DE ZE CHICLETE E PORCARIA DE BANCO QUE TEMOS,,,,,E ZE CHICLETE COM, SEUS ANOES…..,,,,, SAI ZE CHCLETE DO MEU TIME,,,,,SAIR E VAI EMBORA ZE CHICLETE,,,,

  6. Marco Antônio de Paula

    Finalmente uma vitória. Bom para deixar de lado essa fase de derrotas. Time jogou bem? Durante 3 quartos sim, principalmente defendendo. Último quarto muito ruim. Time perdeu concentração e emocional. Banco quanto menos utilizar melhor. Tatum e Hayward voltaram a jogar bem. Kemba precisa melhorar. Agora é tentar manter essa terceira colocação e tentar melhorar o time para os playoffs.

    • Marcos Pastich

      É verdade! Acho que agora a briga é mesmo para manter o terceiro lugar. Tentar a segunda colocação requer muito esforço além de alguns tropeços do Toronto e acho que não temos fôlego pra isso. Além do mais, buscar essa segunda colocação pode comprometer a saúde de alguns atletas importantes nos Offs. Perdemos essa chance nessa sequência de derrotas que passou.

  7. Fernando Silva

    Ainda temos muitos jogos pela frente.

    Porém lutar pela posição 2 implicará em esforço adicional na regular season.

    Não gostaria de enfrentar Phylla logo de cara. Mas é uma possibilidade.

  8. Marcos Pastich

    Tentamos, mas não conseguimos perder dessa vez.. Kkkk. Brincadeiras a parte, eu tava vendo o jogo, estávamos com 14 pontos de frente no último quarto quando meu cel descarregou. Eu estava tranquilo e quando liguei de novo perdíamos por 2 pontos!!! Que danado aconteceu?! Enfim, vitória importante pra quebrar a sequência negativa. Kemba precisa de mais ritmo de jogo…

  9. Joao

    Na verdade, n foi banco nem ze chiclete, foi o kemba insistindo e errando no ultimo quarto, qdo deveria estaf chutando so hayward, tatum e smart, que estavam bem no jogo. E theis tb. Mas o kemba deveria ser a ultima opcao naqurle momento.

  10. Fernando Henrique

    Essa sequencia de derrotas fez a gente deixar escapar esse segundo lugar, que seria importantíssimo nos offs. A não ser que o Raptors passe por coisa parecida, acho muito improvável que percam essa posição

    Brown precisa voltar logo, pra começar a estabilizar o time pros offs

    Agora, um negócio que me incomoda bastante. O cara vem aqui no site pra torcer contra o próprio time. Ele tava literalmente torcendo pro Celtics perder, entregar o jogo. Sei que tem gente que não ta satisfeita com a situação, mas torcer contra só pra provar seu ponto é complicado.

    • Edmar

      Isto nem Freud explica!

    • Marchall

      Não acho que ninguém aqui torce contra o próprio time, mas que existem críticos bem amargos com erros pontuais por anos consecutivos que tiram nossas chances de levar o título.
      Eu venho aqui falar um monte a cada bizarrice que esse técnico amador faz em praticamente todos os jogos. Nosso banco é fraco, mas pra que esculachar? Pra que insistir com Ojeleye, Wannamaker ?
      Essa teimosia é ridícula. Esse tipo de erro custa caro em playoffs, custa uma eliminação para vocês que são extremamente otimistas.
      Não vou deixar de elogiar os jogadores que merecem ser elogiados e criticar os jogadores que merecem ser criticados. J.Tatum; J.Brown; Smart e G.Haywad crescerem muito de produção e isso eu reconheço.

      O que eu não reconheço é ver rotações ridículas, K.Walker sentindo o peso da camisa e não ter ido ao mercado para melhorar o banco. Continuarei chato mesmo!

      • Marcos Pastich

        Marchal amigo! Eu gosto muito de ler sua opinião quando você a expõe desse jeito, sem ofender outros colegas que também comentam aqui. Eu sou um dos otimistas mas não deixo de me chatear com algumas observações que você citou. Concordo que deveríamos ter reforçado o banco e subiríamos de patamar. Infelizmente isso não aconteceu por uma intransigência que chega a ser negligente na minha opinião.

      • Fernando Henrique

        Fala Marchall!

        Cara, eu acho super válida a cobrança, também esperava movimentações pra melhorar o banco e também não entendo algumas opções do técnico. Mas acho que temos que apoiar e acreditar sempre. Quando eu falo “torcer contra” to me referindo a um comentário nessa mesma publicação, do cara falando “ole ole olá, uma virada vamos tomar”. Isso ai já deixou de ser ironia, passou a ser uma vontade de ver o próprio time perder só pra falar que tava certo.

        Outra coisa que eu vi que pegaram pesado foi em uns apelidos ai, chamar o Ainge de Danny Aids não é engraçado, não se faz graça com doenças assim.

        De resto, acho ótimo que várias opiniões nossas sejam diferentes, porque ai rola um debate, da pra discutir o jogo.

        • PHABIO PASSOS

          bem seu FERNANDO HERINQUE, eu nao torço contro o CELTICS, eu torço desde 1991 na BAND, ja vi time piores que esse, com mais vontade, taticas e mais gana pra vencer, pois, desde do ZE CHICLETE veio o pro CELTICS, o time nao tem vontade, nao tem tatica e alis so tem uma jogada da bola de 3, esse ZE CHICLETE, nao para o jogo quando esta indo mal, so para quando tomamos virada e fica a cara de ZE MANE,, nao faz nada pra mudar,,,,,eu respeito sua opiniao e que quero que respeite a minha,,,acho que vivemos numa DEMOCRACIA, ou vc gosta de ditadura de CUBA, ALBANIA, COREIA DO NORTE, VENEZUELA OU EQUADOR,,,,,

  11. SANDRO SILVA

    Mais uma vez o time perde o fôlego no final e quase entregamos a farofa novamente, a questão é simples o nosso banco não contribui em nada em todos os jogos, a rotação é muito fraca, o nosso quinteto titular é muito bom mas quando precisamos do banco é um desastre, os experientes são fracos e os outros novatos de NBA, infelizmente com esse time não vamos longe nos playoffs.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *