Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Sem espaço no Celtics, Jordan Mickey é eleito jogador do mês na D-League

Sem muitas oportunidades na concorrida rotação do Boston Celtics, o ala-pivô Jordan Mickey está mostrando o seu valor no Maine Red Claws, afiliado celta na Liga de Desenvolvimento da NBA (D-League). O camisa 55 do Alviverde foi eleito, nesta terça-feira (5), o melhor jogador da D-League em dezembro, superando a concorrência de outros dez atletas na votação, incluindo Jimmer Fredette, décima escolha do NBA Draft de 2011.

Dono da quarta melhor campanha da Conferência Leste, o Maine Red Claws conquistou sete vitórias nos nove jogos que disputou em dezembro. Presente em seis desses triunfos, Jordan Mickey teve médias expressivas nesse período: 19,6 pontos, 10,5 rebotes, 5,3 tocos e 1,8 assistências. No dia 31 de dezembro, Mickey anotou um triplo-duplo de 13 pontos, 13 rebotes e 10 tocos, na vitória por 119 a 112 sobre o Texas Legends. Antes disso, no dia 19 de dezembro, o ala-pivô registrou oito tocos e foi decisivo no duelo contra o Westchester Knicks, vencido pelo Red Claws por 112 a 100. No dia 6 de dezembro, Mickey fez 32 pontos e pegou 13 rebotes na vitória de Maine diante do Erie Bayhawks, por 110 a 97.

Selecionado na 33ª escolha geral do NBA Draft 2015, depois de defender o LSU Tigers no basquete universitário, Jordan Mickey mostrou o seu cartão de visitas na NBA Summer League, quando conduziu o Boston Celtics a uma boa campanha e garantiu um contrato expressivo com o maior campeão da história da liga. Mickey já defendeu o Maine Red Claws em 17 jogos, com médias de 18,1 pontos, 10,6 rebotes, 4,7 tocos e 1,6 assistências.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

7 comentários

  1. Patrick Tavares Gomes

    Constantemente digo, foi nossa melhor escolha do draft, um verdadeiro Steal, ele é nosso “Portis” perdido, embora eu o considere atualmente ele melhor que o bob portis.

  2. Francisco Machado

    OMG Fredette ainda anda pela D-League. Sei lá, acho que nesse caso deveria tentar algo na Europa.
    Já falaram aq q DL é difernte da NBA. Vem nos casos a minha mente. Young me empolgou de mais, com 5, 6 bolas de 3 por jogo, e no Celtics não cai nada. E o Whiteside que bloqueava muito lá, foi pra NBA e continuou Bloqueando os monstros.
    Então, sim, eu estou ancioso pra ver o Mickey jogar 20 minutos na NBA.

    • David Pessoa

      Verdade Francisco Machado,é bem diferente.Mas algo que me anima ainda mais é que o Mickey também jogou MUITO bem na Summer league,com alguns double-doubles e mais de 2 tocos por jogo se não me falha a memoria.Outra coisa,Jordan Mickey ainda é jovem,então tem tudo pra melhorar ainda mais.Com a muito provavel saida de Sully e Lee do Celtics até a proxima temporada,sobra mais espaço para o Mickey e outro jogador.Espero que o Ainge troque logo o Sully,não podemos sair de maos vazias dessa.

  3. promentory

    acho que nossa melhor trade será Mickey no Celtics e Sully no Red Claws

  4. Maurício Green

    Tinha lido essa matéria quando ela saiu no início de dezembro e fui atrás para compartilhar.

    http://www.celticsblog.com/2015/12/4/9850334/boston-celtics-rookie-jordan-mickey-developing-quintessential-center-maine-red-claws-nba-draft-2015

    Fala do processo de melhora do arremesso do Mickey (foi identificado que ele acabava o movimento com o cotovelo baixo), do que estão sendo trabalhado no jogo dele a pedido do Celtics (arremeso inclusive de 3, espaçarar a quadra, defesa fora do garafão econtra jogadores menores e mais ageis, etc) e do jogador especial que ele pode vir a ser. O técnico do Maine elogia o Mickey pelas suas qualidades e pelo trabalho.

    Mesmo para galera que não lê inglês vale a pena olhar, tem varios gifs mostrando os resultados do trabalho em jogos.

    D-League não é NBA, todos sabemos. Mas que o Mickey já é um bom protetor de aro e tem potecial ofessivo em desenvolvimento, isso está calro.

    Torço para o Lee + 1 Bigs serem trocados, para abir espaço para o Mickey ainda essa temporada.

  5. Maurício Green

    Lendo o post lembrei da materia abaixo que tinha lido quando siu, incio de dezembro, e corri atras para compartilhar.

    http://www.celticsblog.com/2015/12/4/9850334/boston-celtics-rookie-jordan-mickey-developing-quintessential-center-maine-red-claws-nba-draft-2015

    Fala do processo de melhora do arremesso do Mickey (foi identificado que ele acabava o movimento com o cotovelo baixo), do que estão sendo trabalhado no jogo dele (arremeso inclusive de 3, espaçarar a quadra, defesa fora do garafão e de jogadores menores e mais ageis, etc) e do jogador especial que ele pode vir a ser. O tecnico do Maine elogia o Mickey pelas suas qualidades e pelo trabalho.

    Mesmo para galera que não lê inglês vale a pena dar uma olhada, tem varios gifs mostrando as qualidades do garoto e os resultados do trabalho.

    D-League não é NBA, todos sabemos. Mas que o Mickey já é um bom protetor de aro e tem potecial ofessivo em desenvolimento isso está calro.

    Torço para o Lee + 1 Big serem trocados, para abir espaço para o Mickey ainda essa temporada.

  6. Felippe Carmello

    E a porcaria do Zeller continua no banco. Não entendo.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.