Celtics 112 x 123 Clippers

Dois dias após perder o clássico para o Los Angeles Lakers, com direito a “lei do ex” de Rajon Rondo no último arremesso da partida, o Boston Celtics sofreu mais uma dolorosa derrota pela temporada 2018/2019 da NBA. Em partida disputada na noite de sábado (9), no TD Garden, o time verde e branco de Massachusetts teve um excelente início diante do Los Angeles Clippers, mas caiu de produção nos dois últimos quartos e foi derrotado por 123 a 112 pela franquia californiana.

Com excelente aproveitamento nos arremessos, o Boston Celtics bateu o Los Angeles Clippers por 43 a 20 no primeiro quarto, abriu vantagem de 28 pontos no período seguinte e deu a impressão de que conquistaria uma vitória tranquila, mesmo sem Kyrie Irving, que torceu o joelho e deixou a partida mais cedo. O Clippers, entretanto, voltou com outra postura no segundo tempo, aproveitou a queda de produção do ataque do Celtics e virou o jogo. No último quarto, o Celtics esboçou uma reação, mas a franquia de Los Angeles não teve problemas para confirmar a vitória por 11 pontos.

Sem Kyrie Irving no segundo tempo, o Boston Celtics teve como cestinha o ala Gordon Hayward, que saiu do banco de reservas para anotar 19 pontos e pegar cinco rebotes. Com mais tempo em quadra, o armador Terry Rozier contribuiu com 16 pontos, mesma marca do ala Jayson Tatum, maior pontuador entre os titulares. O ala-pivô Marcus Morris, por sua vez, fez 15 pontos.

Pelo lado do Los Angeles Clippers, os destaques foram dois atletas que vieram da rotação. Sacado do quinteto titular para a entrada de Ivica Zubac, o ala-pivô Montrezl Harrell fez 21 pontos e pegou seis rebotes. Estreando com a camisa do Clippers, o ala-armador Landry Shamet contribuiu com 17 pontos e três assistências. Entre os titulares, destaque para o duplo-duplo do ala Danilo Gallinari: 19 pontos e 10 rebotes.

Com a segunda derrota consecutiva em casa, o Boston Celtics perdeu mais uma posição na classificação da Conferência Leste e ocupa agora o quinto lugar. O Alviverde venceu 35 das 56 partidas que disputou e tem 62,5% de aproveitamento na competição. Já o Los Angeles Clippers, com 31 vitórias em 57 jogos e 54,4% de aproveitamento, está na oitava colocação da Conferência Oeste.

Agora, o Boston Celtics terá um confronto direto pela quarta posição da Conferência Leste diante do Philadelphia 76ers, em partida que será disputada nesta terça-feira (12), às 23h (horário de Brasília), no Wells Fargo Center. Antes disso, nesta segunda-feira (11), o Los Angeles Clippers encara o Minnesota Timberwolves no Target Center.

Destaques do Celtics

Gordon Hayward (19 pontos e cinco rebotes)

Jayson Tatum (16 pontos e oito rebotes)

Terry Rozier (16 pontos e cinco rebotes)

Destaques do Clippers

Montrezl Harrell (21 pontos e seis rebotes)

Danilo Gallinari (19 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Landry Shamet (17 pontos e três assistências)

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 Comentários

  1. Publicidade

  2. Fernando Silva disse:

    Morris deu uma entrevista comentando alguns problemas do time:

    1. Excesso de individualidade.

    2. Falta alegria no ambiente entre os jogadores .

    3. Em resumo ele disse que o time não se dá bem em quadra. Nada comentou sobre rusgas extra quadra.

    Eu acrescentaria alguns outros pontos:

    4. Apatia / nhaca em jogos mais fáceis.

    5. Diante da apatia do time (que não começou nesta season, pois já na anterior perdíamos jogos fáceis), Stevens deixa o jogo rolar.

    6. DA, se ciente, deveria exigir maior profissionalismo.

    Este quadro, que vem à público, reflete uma sensação bem ruim entre os jogadores. Ideia de fracasso e impotência.

    Na minha opinião o time cresce e será muito mais forte nos offs.

    Porém estamos tornando difícil nosso caminho ao perder o mando de quadra.

    A postura tem que mudar ou é quase certo que não ficaremos nem em primeiro, nem em segundo na conferência.

    E, sim, o mando pode pesar contra Raptors e Bucks.

    Está faltando gritaria e cobrança em quadra. Está faltando sangrar verde.

    Nosso time precisa se soltar.

    1

    1
  3. Chiovato disse:

    Comentaristas brasileiros em geral opinam que o Stevens perdeu o vestiário pelos recentes acontecimentos entre os atletas e entrevistas dadas.

    O que acham dessa opinião? Até que ponto a solução passa por trade de Irving ou saída (improvável) do Stevens?

    Exceto por big trade, acho difícil nomes como Brown ou Tatum sair até pela empolgação para a temporada e entrevistas que exaltavam o peso do Celtics nessa temporada. Por isso creio que parte do clima “”possa”” ser em Irving e após isso o elenco saturou. Esperemos por cenas do próximo capítulo e espero que tudo se resolva, celta acima de tudo!

    ***possa ser (hipótese em busca de possíveis causas)

    2

    1
  4. Tava pensando: será q Auge tá segurando o menino Willians pra não deixar na cara seu real valor, uma vez q uma possível troca por AD será grande???!

    0

    0

Deixe um comentário