Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 75 x 83 Heat

Atuando diante de sua torcida pela segunda vez seguida após os seis jogos no Oeste, o Boston Celtics teve, como principais atrativos na tarde de domingo (2), a utilização do controverso uniforme Parquet Pride e as demonstrações de apoio ao New England Patriots, que jogaria (e venceria) o Super Bowl horas depois, diante do Seattle Seahawks. Apesar das inspirações vencedoras, a equipe verde e branca somou mais uma derrota na temporada 2014/2015 da NBA, desta vez para o Miami Heat, que venceu por 83 a 75.

Antes da bola subir em Boston, o técnico Brad Stevens promoveu uma importante alteração: Jared Sullinger, titular absoluto nos últimos jogos, deu lugar ao pivô Tyler Zeller, com Brandon Bass voltando a atuar na posição 4, onde é especialista. Sullinger, que atuou por apenas 18 minutos, teve uma tarde tímida, com apenas sete pontos e três rebotes, mas Zeller e Bass se destacaram, combinando 34 pontos e 10 rebotes. Ainda pela equipe titular, o ala-armador Avery Bradley contribuiu com 17 pontos.

Grande surpresa do Miami Heat nos últimos jogos, o pivô Hassan Whiteside foi o melhor atleta de sua equipe em quadra, liderando em pontos (20) e ficando a um rebote de um duplo-duplo, além dos três tocos registrados. Líder da equipe na ausência de Dwyane Wade, o ala-pivô Chris Bosh veio logo atrás, com 18 pontos e sete rebotes. O reserva Tyler Johnson anotou 13 pontos.

Mesmo em temporada de reconstrução e com resultados tímidos, o Miami Heat continua na zona de classificação para os playoffs da Conferência Leste, com 21 vitórias e 44,7% de aproveitamento. O Celtics, por sua vez, somou a sua terceira derrota seguida, viu o seu rendimento na temporada cair para 34,8% e já dá indícios de que não deve mesmo brigar para ficar entre os oito do Leste.

Coincidentemente, Boston Celtics e Miami Heat voltam a jogar na quarta-feira (3), às 22h30 (horário de Brasília), como visitantes. O Alviverde fará um dos grandes clássicos da NBA contra o New York Knicks, no Madison Square Garden, enquanto a franquia da Flórida viaja até Michigan, onde enfrenta o Detroit Pistons, em duelo que será disputado no Palace of Auburn Hills.

Destaques do Celtics

Tyler Zeller (17 pontos e seis rebotes)

Avery Bradley (17 pontos e quatro rebotes)

Brandon Bass (15 pontos e seis rebotes)

Destaques do Heat

Hassan Whiteside (20 pontos e nove rebotes)

Chris Bosh (18 pontos e sete rebotes)

Tyler Johnson (13 pontos e nove rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

8 comentários

  1. Barry

    Pelo menos o Pats foi campeão.
    Tom Brady melhor QB da historia, sem mais.

  2. PHABIO PASSOS

    eu achei estranho foi prince no banco, nao jogou, pq nao jogou??? contundido?? ou punido por querer ganhar/?? alguem alguma informaçao

  3. ALEX SHIMA

    E quanto tempo ele fica fora pela lesão Fábio? Que maravilha de ano….

  4. Marcos

    Um jogo horroroso do J Sully (o segundo na sequência).
    E um jogo mt bom do Smart,

    []s verdes

  5. The Real Jay

    Esse GM do Heat, na onde q ele arrume esses jogadores q já chegam com impacto? O Whiteside center mt bom por sinal, e venho acompanhando seu desempenho individual, o cara todo jogo é mais de dez Reb e eficiente no ataque.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *