Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Finais do Leste – Miami Heat (2-0) x Boston Celtics (0-2)

Na noite deste sábado (19) o Boston Celtics retorna em quadra para enfrentar mais uma vez o Miami Heat pelas finais da conferência leste. A equipe terá de deixar tudo em quadra para conseguir uma vitória e reagir na série. O jogo será transmitido para todo Brasil às 21:30 pela ESPN e NBA League Pass.

O cenário deste jogo 3 torna-se um pouco mais dramático devido à situação que a equipe de Massachussetts vive na série. Depois de 2 derrotas, a vitória é imprescindível para que a equipe ganhe força na série e não veja o Heat se aproximar cada vez mais das finais da NBA. Em caso de outra vitória da franquia de Miami, o desafio se tornaria ainda mais árduo. Para adquirir um bom resultado e reagir, Stevens deverá encontrar maneiras de lidar com a marcação em zona imposta pela equipe adversária que tem sido muito efetiva na série. O aproveitamento dos principais jogadores do Celtics cai muito quando estão expostos a este tipo de marcação. Além disso, o emocional dos jogadores da equipe Celta também precisa ser trabalhado, uma vez que em situações clutch no último jogo boas chances foram desperdiçadas, com turnovers desnecessários e que colocaram Miami na frente do placar.

Outro fato que evidencia os ânimos à flor da pele dos jogadores ocorreu logo após o fim do jogo 2. A repórter da ESPN presente na bolha, Malika Andrews, afirmou que enquanto os jornalistas esperavam pelas coletivas, ouviam barulhos de objetos sendo atirados vindos do vestiário Celta, além de gritos frequentes. A imprensa acrescenta ainda que houve uma discussão calorosa entre Marcus Smart e Jaylen Brown, que disse em seguida que a equipe sentiu que poderia ter ganho o jogo, mas que não conseguiram e por conta disso muitas emoções afloraram entre os jogadores.

Um dos fatores positivos para o próximo jogo, é o possível retorno do Ala Gordon Hayward. De acordo com o repórter Jared Weiss, do The Athletics, a volta está próxima:

“ Gordon Hayward está progredindo para retornar ao jogo 3, após sentir-se bem no pós-treino de quarta-feira. ” Uma fonte com conhecimento disse também ao reporter do The Athletics que ele esperava obter mais tempo de trabalho em quadra nesta última sexta-feira, com a esperança de jogar no sábado.

Já o armardor Kemba Walker, que reconheceu publicamente que não estava contente com sua performance, teve uma nítida melhora no último jogo e foi o cestinha do Celtics, com 23 pontos. É esperado que Walker continue melhorando na série, inclusive no âmbito de armação e envolvendo mais os companheiros, o que pode contribuir para uma possível vitória no jogo 3.

Por fim, para o próximo jogo somente a vitória interessa para que o sonho da vaga nas finais da NBA não fique extremamente distante.

FICHA TÉCNICA

Local: AdventHealth Arena (ESPN Wide World Of Sports Complex, FL)

Horário (de Brasília): 21h30

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Marcus Smart, Jaylen Brown, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

MIAMI HEAT: Goran Dragic, Duncan Robinson, Jimmy Butler, Jae Crowder e Bam Adebayo. Treinador: Erik Spoelstra

Author avatar
Junior Santos
Paulista, 24 anos, Administrador e Analista Financeiro. Apaixonado por futebol e basquete, principalmente por dois times que usam as cores verde e branco: Palmeiras e Boston Celtics. Encontrou na escrita um hobby e busca contribuir com o entretenimento esportivo.

23 comentários

  1. Marco Antônio de Paula

    Bem tranquilo para esse jogo. O que vier é lucro. Espero que pelo menos o time se livre da Varrida.

  2. Marcelo Gouveia

    Pois é, Marco Antônio. Penso igual. Exatamente igual.

    Evitar a varrida e ponto.

    E um suco de maracujá pronto pro 3o quarto.

    • tom

      É agora!
      12 pontos a frente no intervalo.
      Se tomar mais uma virada será feio demais.
      Muito boa a formação com Hayward de volta, sem pivô de ofício, e jaylen marcando bam adebayo.
      Confio muito no Jaylen. Acho que ele tem o estilo cascudo que precisamos. Tem feito ótimo jogo até aqui.
      Vamo ganha celtaoooo

  3. Leonardo Gabriel

    Entendo como qualquer coisa que vier eh lucro.
    Se ganharmos da uma esperança na série.
    Se perdemos Stevens começa fazer download de modelos de CV.
    Estou na torcida, quanto mais jogo do celtão, melhor.

    • Marco Antônio de Paula

      Stevens não vai cair, pois tem o apoio do Ainge. Mas se tomar varrida, a idolatria dele vai cair um pouco na torcida Celta. Seria o primeiro passo para uma mudança na mentalidade conformada do Celtics.

      Tudo tem um começo. Uma hora as pessoas começam a enxergar a realidade. O Fracasso gera os questionamentos.

      Ainge e Stevens estão próximos de perder o status de Deuses idolatrados pela maioria da Torcida do Celtics.

  4. Marcos

    Mano, o Gordon deu unlock numa formação mt interessante com o Jaylen jogando de pivô.
    Ele foi absurdamente bem nessa função.

    Agora é a hora do terror.
    3o quarto.

    Abs verdes,

  5. JBrazuna

    Só observando os ditos torcedores do Celtics queimando a língua…

  6. Marcelo Gouveia

    Nas poucas vezes em que ocorreram, foram contidos e breves os cumprimentos entre Brown e Smart, durante o jogo.

  7. Oberdan Gonzalez

    Reparem na postura do banco do Celtics. Uma M****!
    Theis e Kanter rindo escorados na placa, Wanamaker e Williams conversando sem nem olhar pra quadra,…
    É FINAL DE CONFERÊNCIA!!!
    Esse é o espirito dessa comissão técnica.

  8. Marcos

    Sai Zica!! Vai lá pra costa Oeste!

    Gordon bem contra a defesa zona (jogando de armador pq Kemba continua perdido na função) e Jaylen de pivô.

    Tomou run de 8-0 tem que para antes que o estrago seja mt grande.

    Esse time do Miami é mt resistente.

    Não se estressem com arbitragem.
    Contra o Celtics é sempre assim.

    Abs verdes,

  9. Vitor

    Quiseram colocar uma emoção desnecessária, mas enfim W.
    Ufa…

  10. Jean Brazuna

    Nego tenta ver problema aonde não tem, o time ganhou jogando bem e deu uma fagulha d esperança, mas nem assim dão uma folga, os mesmos que criticam o rumo da franquia hoje, foram os que no início da temporada não passaríamos da semifinal, que depois falaram q não passaríamos do 76ers, e depois do Raptors…mas ainda estamos aqui..

    • Marco Antônio de Paula

      Dizer que o Celtics não passaria por aquela zona dos Sixers é piada. Tem que ser muito imbecil para achar aquele time horroroso dos Sixers seria complicado para o Celtics. Mas concordo com voce que o que importa é a Vitória.

    • Fernando Henrique

      É exatamente isso. A gente viu aqui que o Embiid ia acabar com o nosso garrafão, que o Raptors ia passar fácil… Agora ao invés de torcer e esperar o melhor, ainda preferem criticar. Mas não importa, se o Celtics for campeão uns vão continuar criticando e outros vão comemorar enquanto isso

      • Marco Antônio de Paula

        Calma Fernando. Foi apenas um jogo. Ser Campeão está muiiito distante ainda. Claro que sempre ficamos empolgados depois das vitórias. Mas vamos com calma. Se o Celtics for Campeão, já fiz promessa. Mando fazer uma Camisa do Stevens e passo um mÊs inteiro vestido com ela.

        E ainda por cima serie o maior defensor do Stevens na Net. Prometo.

    • Marcos Pastich

      Exatamente Jean! Parece que a turma torce contra só pra ter razão!

  11. RAPHAEL DINIZ MENDES DE ARAUJO FRANCO

    Vitória importante m. Volta do GH trouxe mais opções ofensivas pro time. Jogo 4 só na quarta é bom para recuperação.

  12. Marco Antônio de Paula

    Ufa Vencemos. Temos que comemorar. Importante essa vitória para da rmoral ao time. Brown jogou muito bem hoje. Parabens para o Rapaz no outro post que sugeriu o Brown dominando o garrafão. Hayward organiza melhor esse time. Não preciamos aturar o Ojeleye. Kemba achei que jogou uma partida razoável. Tatum jogou bem, mas precisa calibrar mais aquela mão. A Bola de fora está teimando em cair. Smart o leão de sempre.

    Agora é acertar os erros. Abrimos 20 pontos e a vitória poderia ter sido mais fácil. Tivemos muitos erros bobos que colocaram os caras no jogo. Detalhe importante, Smart marcando o Dragic. Bola dentro do Stevens.

    Achei que o Brown foi mais eficiente que o Theis ali no garrafão.

    Agora é comemorar a vitória e jogar com os pés no chão, o que vier pra frente é lucro.

  13. Fernando Silva

    Série em aberto.

    Poderíamos ter vencido os 2 primeiros jogos.

    Vejamos os ajustes do Heat ao nosso small ball.

    Adebayo pontuou bastante, ganhou rebotes, mas os demais jogadores adversários foram bem limitados.

    Distribuímos melhor a bola.

    Brown efetivo.

    Espero que voltemos a jogar assim.

    Vencemos porque a entrada de GH nos deu tamanha vantagem técnica que não precisamos administrar os momentos adversos.

    Não se iludam: o problema da condução do jogo continua lá. Menos mal porque GH é experiente e ajuda no ponto.

    Entre Kemba e Smart parece tudo bem. Espero que Brown e Smart quebrem o gelo.

  14. Fernando Silva

    No mais, é uma final de conferência. Seria difícil contra qualquer adversário.

    Entendo que a série está em aberto.

    Se jogarmos 100% vencemos o Heat e não há mágica que mr. Erick S. possa fazer.

    Com atuações confusas ou abaixo, vamos nos complicar, evidente. Há qualidade do outro lado.

    A resiliência do Heat está clara. Eles poderiam ter jogado a toalha no buraco de 12pts, 17pts, 20pts que tivemos nos games 1 a 3. Mas resistiram.

    Relaxados um pouco no Q4, achamos que estava ganho e… o Heat ameaçou encostar no placar.

    Falta experiência a este time. Mas são estes jogos que melhoram cada jogador.

  15. Fernando Henrique

    Eu já disse antes aqui e volto a dizer. Um dos pontos que podemos utilizar a nosso favor é a falta de experiência de alguns dos jogadores do Heat, como Robinson, Hero e Nunn.

    Os novatos são ótimos pontuadores e em questão de segundos podem acertar três ou quatro bolas de 3pts cortando qualquer vantagem. Mas também pecam em diversos momentos do jogo, como vimos durante a série inteira. Ontem o Herro errando lance livre que poderia complicar muito a situação do Celtics, Nunn falhando feio na marcação em momentos cruciais do segundo tempo, inclusive permitindo ao Celtics frear a reação de Miami. Robinson é incapaz de abrir mão da bola de 3pts e infiltrar, se atrapalhando e cometendo TOs quando a marcação de perímetro aperta

    Apertar os garotos é um dos pontos chave para virar essa série, entre outros

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *