Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

O que o Celtics deve buscar no draft?

No dia 18 de novembro os olhos dos torcedores da NBA se voltam para o draft 2020, classe da qual o Celtics possui 3 escolhas de primeiro round (14, 26 e 30).

Abaixo vamos discutir um pouco as necessidades e opções de escolha da equipe de Boston.


Subir no Draft

Caso Hayward e Kanter optem por permanecer em seus contratos, o Celtics terá 10 jogadores com contrato garantido em seu roster.

Além desses, Tatum, Theis, Robert Williams e Ojeleye possuem clausula de “Team options” e é provável que pelo menos 3 desses tenham seus contratos garantidos, o que faz com que o Celtics tenha um roster quase que cheio antes do draft, com 13 ou 14 jogadores sobre contrato.

Pensando nisso, “empacotar” as escolhas para propor uma troca com alguma equipe abaixo no draft pode ser uma alternativa.

É de conhecimento geral que Golden State Warrior (pick 2) e Knicks (pick 8) estão dispostos a trocar suas escolhas, mas outras equipes também podem aceitar tal movimento, talvez até em uma troca que envolva o envio de algum jovem do elenco, como Langford e Grant Willians.

O fato é que conseguir a pick 2 do Warriors é absurdamente improvável, já que o preço deve ser muito mais alto do que o Celtics estará disposto a pagar.

Sendo assim, Knicks seria o alvo ideal.

Com a escolha 8, o Celtics praticamente garante a seleção de um dos dois alvos que aparentemente mais agradam a torcida, que são Devin Vassell e Aaron Nesmith, ambos alas defensivos e especialistas em arremessos de longa distância.

Mas outro jogador muito interessante poderia estar disponível nessa escolha. Trata-se de Killian Hayes um dos armadores com melhor qualidade de passe da classe.

Hayes tem potencial para ser All Star um dia, mas enquanto esse dia não chega, ele já está pronto para ser um jogador sólido de rotação, acabando com a carência do Celtics na armação do banco, substituindo Wanamaker, que muito dificilmente terá seu contrato renovado.


Descer no Draft

O Celtics muito dificilmente irá descer no draft com a escolha 14, pois está em busca de qualidade, não de quantidade.

Já no que se refere as picks 26 e 30, existe uma alta probabilidade de elas serem trocadas por escolhas de segundo round.

Porque o Celtics faria isso? Simples! Escolhas de primeiro round tem contrato garantido com as equipes que as selecionarem (algo que não ocorre com as escolhas de segunda).

Manter as escolhas de primeiro round, significa que três jogadores seriam obrigatoriamente adicionados a um roster já lotado, além de um aumento no CAP consumido pela equipe.

Selecionando jogadores de segunda rodada, você pode encontrar atletas de qualidade similar, utilizar eles na liga de verão (se houver), e só aí decidir se quer contrata-los ou não.

Entre os nomes que podem estar disponíveis no começo da segunda rodada, três se destacam: Tre Jones, Isaiah Stewart e Tyler Bey.

Jones é o “Smart dos pobres”. Líder vocal dentro de quadra, provavelmente o melhor armador defensivo da classe, com boa qualidade de passe, mas com deficiência notável nos arremessos.

Uma segunda unidade com Jones e Smart emparelhados, causaria fortes emoções na torcida. De muita felicidade ao ver o adversário sangrar no ataque, e de muita raiva ao ver o próprio Celtics também sangrando na ofensa.

Mas tal estratégia seria muito interessante para “retrancar o jogo” enquanto os titulares mais qualificados descansam.

Sabe aquele momento no terceiro quarto onde você vê o adversário disparar no placar? Bem,  esse momento pode ser um pouco menos frequente com essa formação.

Já Isaiah Stewart e Tyler Bey são jogadores de garrafão com pouco refinamento, que lhe trarão “defesa de post”, rebotes, e força física.

Nenhum dos dois tem capacidade de espaçar a quadra e nem de trabalhar em transição, o que vai no sentido contrário do que Stevens costuma procurar em um big. No entanto, Robert Williams não tem contrato garantido para a próxima temporada (team options) e Ainge pode acabar por desistir do mesmo e colocar um jogador semelhante, só que mais novo, em seu lugar.


Stash

“Stash” é o apelido que se dá ao movimento de selecionar um jogador internacional, que opte por inicialmente, se manter desenvolvendo em outro país (normalmente na Europa). Dessa forma o jogador não contará no roster e nem seu salário será vinculado ao CAP.

Nesse cenário, o francês Theo Maledon, o sérvio Aleksej Pokusevski e o Argentino Leandro Bolmaro surgem como opções interessantes.

Tais jogadores são cotados para serem selecionados na segunda metade do primeiro round ou início do segundo, de forma que não me parece ser inteligente seleciona-los na pick 14. Já na Pick 26 e 30, qualquer um deles pode vir a ser uma surpresa em alguns anos, quando se juntarem a equipe na NBA.

Maledon é um Armador versátil e muito alto, que mesmo tendo 19 anos já tem boa experiência internacional, sendo que desde os 17 anos é titular de uma equipe que disputa Euroliga.

Não é excelente em nada ainda, mas já é bom em tudo, o que faz dele um atleta muito versátil.

Em alguns momentos chega a lembrar Evan Turner, atleta com boa passagem recente no esquema de Brad Stevens.

Bolmaro por sua vez é um caso completamente diferente, pois possui qualidades óbvias e pontos fracos bastante expostos.

O Argentino é uma aposta muito mais arriscada, pois sua escolha é baseada em expectativa e potencial e não no que mostrou até aqui. Digo isso pois Bolmaro é atleta do Barcelona e enfrenta um nível de competitividade muito maior do que Maledon e Pokusevski.

Esse alto nível, no entanto, cobrou seu preço, e o ala armador teve um péssimo aproveitamento de 22% nos arremessos, nos minutos reduzidos que esteve em quadra pela equipe catalã.

Bomaro no entanto é alto para a posição, é rápido para o tamanho, e tem um QI e uma qualidade de passe muito acima da média. E embora o aproveitamento de seus arremessos seja ruim, a mecânica parece ser boa, requerendo apenas poucos ajustes e mais confiança para que o aproveitamento melhore.

Por fim temos Pokusevski, um “ala de força” de 7 pés, com técnica, Qi e fundamentos dignos de um atleta top 10, talvez, top 5 de draft.

O Servio pode te entregar rebotes, defesa, arremessos de média e longa distância, passes e jogo de post.

Daí você me pergunta: E porque raios esse cara está cotado para o fim do primeiro round, e quem sabe até para o segundo round?

Simples. Pokusevski é mais alto que Kanter, e pesa o mesmo que Carsen Edwards!!!

A fragilidade de seu corpo torna completamente inviável que jogue na NBA nessa temporada, e muito provavelmente na próxima também.

Caso o Sérvio queira fazer parte das fileiras da NBA, ele precisará agregar muita massa magra ao seu corpo pelos próximos anos, e tal mudança drástica pode vir acompanhada de lesões crônicas, ou até mesmo de perda de mobilidade e velocidade.

Pokusevski é um projeto de altíssimo risco, portanto quem o selecionar deve ter em mente que pode acabar por contar com ele somente daqui 2…3…4.. anos.


Manter as escolhas

Nessa última situação o Celtics manteria suas escolhas e seguiria o roteiro normal em buscar dos melhores jogadores disponíveis para as picks 14, 26 e 30.

Aqui, no entanto, teríamos uma gama muito grande de jogadores para citarmos, e esse artigo já está grande demais, não é mesmo?

Então vamos fazer o seguinte, nos próximos dias vamos postar um pouco mais de informações sobre os melhores prospectos para o Celtics nessas escolhas. Combinado?

Sigam a gente nas redes sociais e em breve informaremos sobre tais análises. Até lá!

Author avatar
Daniel Emiliano
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics. Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

20 comentários

  1. Fernando Henrique

    Acho muito difícil que o Theo Maledon passe da pick 18, 20, por ai. Daria pra trocar a 26 e a 30 pela 10 e selecionar ele. Já chega mais pronto do que outros nomes por já disputar profissionalmente, mas também tem outros interessantes como o Lewis Jr, Nico Mannion e Cole Anthony. Se eu fosse pegar um armador, escolheria um pontuador e não um passador como o Hayes citado na matéria. Tre Jones na segunda rodada pode ser uma boa, mas prefiro Jordan Nwora, potencial steal do draft.
    Se não rolar um armador no draft, tudo bem pois existem boas opções de agentes livres que chegariam com salários bem baixos, como IT ou Jeff Teague, Napier, Reggie Jackson ou mesmo o Rondo (que não se encaixa no perfil de pontuador mas é meu jogador favorito hahaha). Todos são um pouco melhores do que Wanamaker

    Mas vi muitos rumores de que o Celtics podem tentar mesmo subir no draft pra um possível top6. Também olhei em alguns mocks americanos, e eles não tem um consenso sobre a posição do Wiseman, principalmente por não ter certeza dos objetivos do GSW. Não sei se valeria a pena forçar mais um pouco e pegar uma escolha boa o suficiente pra selecionar ele, mas acredito que não.

    Sair do draft com dois desses nomes já seria o ideal pra mim: Achiuwa, Lewis, Saddiq Bey e Tyler Bey. Os dois primeiros juntos me agradam mais

    • Fernando Henrique

      *Trocar a 26 e a 30 pela 20

    • Já temos o Kemba de armador pontuador, não acho que outro no mesmo estilo seria o ideal.
      Precisamos de jogadores que de possibilidades táticas diferentes durante uma partida.
      Na série contra o Heat, ficou totalmente evidente que Kemba e Wanamaker não conseguiam jogar contra zona, porque não tem no passe sua melhor qualidade.
      E pra jogar contra zona, o passe é essencial.
      Fora isso, o Celtics tem muitos pontuadores no time. Ter alguém que municie eles de forma eficiente, me parece uma melhor aposta.

      PS: Hayes é um bom pontuador tmb. Citei o passe, porque é o que mais quero dele. Mas se precisar pontuar, ele tem ferramentas.

      Por hora.. surgiu notícias que o Ainge está interessado no Okongwu, mas que até agora, as equipes não tem se interessado pelas propostas do Celtics.

      • Fernando Henrique

        Mas e a pontuação do banco? O Smart até contribui, mas sozinho ele não faz milagre mesmo. Ainda mais quando tem uma ou outra lesão e ele sobe pro time titular. Você acha que essa pontuação poderia ser suprida por um PF tipo o Bertans então? Bom chute de 3pts, já garantiria alguns pontos enquanto os titulares descansam. E Rob Williams se consolida como pivô reserva

        • Kanter é um BAITA jogador ofensivo.
          Com um PF defensivo ao seu lado, ele pode jogar muito mais minutos do que joga hoje.
          A pontuação então seria dividida entre Kanter, Smart, o garoto que vier do draft, e quem sabe Langford.

          O PF defensor, tmb não precisa ser “uma porta” no ataque.
          Um favors da vida, já ajudaria MUITO na defesa e adicionaria seus 8..10.. pontinhos

          No fim, se o banco contribuir com 20..25.. regularmente, e defender razoavelmente bem.. já ta valendo

  2. Jardel Severiano

    Eu gostaria que o CELTICS trocasse essas picks e alguns jogadores por jogadores experientes pra rotação.
    Acredito que faltou pontuação do banco. Na verdade, nos playoffs nosso banco era muito curto. Acho que só o WANNA, GH e GW tiveram minutos

  3. Marchall

    Se for pra subir no DRAFT que escolham Aaron Nesmith então. Esse Draft é de baixo nível e não acho que vale a pena a troca de picks. O único que eu acho que vai ser escolhido para jogar de titular é o James Wiseman. O resto tem muito o que melhorar ainda!

    Sinceramente, gostaria que usassem #14 e #30 por um jogador experiente e deixassem a #26 pra pegar alguma aposta no DRAFT.

  4. R2

    A ideia de subir no draft é ótima, mas a ideia de usar as picks como moeda para trazer jogadores mais experiente a melhor ideia, mas isso necessariamente passará pela saída do GH.

  5. Marchall

    Myles Turner treinando com os pivôs celtas. Adios Gordon Hayward. Que seja feliz em Indiana. Aqui você só deixou a gente na mão nas decisões. Já ganhou muito dinheiro!

    • R2

      Também li isso.. o que faz crescer a esperança! rsrs
      Acho que a chegada de um bom protetor de aro e um sexto homem consistente no ataque, são a prioridade desse time. Perder um jogador do porte do GH nunca é bom, mas acho que Galinari e outros nomes da FA pode entregar algo parecido com o que ele nos dá, abrindo espaço na folha para renovar com Tatum e acrescentar as peças que faltam.
      Espero que o caminhão de picks que temos possam ser usadas para qualificar o banco, nem que seja por meio de troca (que vejo como o melhor caminho).

  6. Fernando C. Silva

    Serei direto no que penso: não precisamos das picks.

    Precisamos de um jogador pronto e podemos brigar pelo banner.

    Penso que possamos juntar todas as picks por um jogador que supra alguma das nossas lacunas.

    Temos um time jovem, a renovação do núcleo deve ocorrer a um tempo que nos permite negociar todas as próximas de 6 a 10 picks.

  7. Fernando Henrique

    Comentando aqui, pra evitar tratar de outros assuntos na matéria sobre Tom Heinsohn, que não tem esse objetivo

    O Rockets ta caminhando pra um desmanche. Não necessariamente um rebuild mas Westbrook pediu troca e alguns dos principais jogadores de apoio estão descontentes. Será que é uma oportunidade de adquirir bons nomes por preços baixos?

    Dentre os jogadores que poderiam agregar algo aqui, gosto do PJ Tucker pro banco (já que do RoCo eles não devem abrir mão). Eles não tem pivôs, então talvez mandar Kanter ou Rob Williams com outro jogador. Até o Theis eu mandaria se fosse certeza de draftar o Achiuwa. O que acham? O Rivers, Eric Gordon e Danuel House também são opções viáveis, pelo visto, mas que já não me agradam tanto

    Lembrando que o Tucker ganha 8M e ta no último ano de contrato. Assim, não iria impactar na renovação do Tatum, podendo até renovar por menos (já que ta com 35 anos nas costas)

  8. Marcelo Gouveia

    Rumores de hoje. Covington e Tucker indo pros Bucks.

    No que diz respeito a vir alguém dos Rockets, o Bleacher Report traz uma matéria sobre uma trade envolvendo Harden e J. Brown.

    Outro rumor: picks 14/26/30 por Jrue Holiday.

    Turner segue especulado nos Celtics. E também nos Hornets.

  9. drakes

    Jogadores que até agora o Celtics ou agendou ou fez contato :

    Tyrell Terry
    Xavier Tillman
    Desmond Bane
    Tyshon Alexander
    Jay Scrubb x2
    Payton Prichard
    Killian Tillie
    Naji Marshall
    Grant Riller
    Paul Reed
    Daniel Oturu
    Immanuel Quickley
    Cassius Stanley
    Lamar Stevens
    Isaiah Stewart
    Nate Hinton
    KJ Martin
    RJ Hampton (workout)
    Yoeli Childs
    Zeke Nnaji
    Devon Dotson
    Precious Achiuwa (workout)
    Aaron Nesmith (workout) end of the week
    Theo Maledon (workout)
    Devin Vassell (workout)

  10. Oberdan Gonzalez

    Hoje, a minha jogada seria :
    Picks 14, 26 e 30 + Gordon + Poirier por Turner e Warren.
    Acho que é bem bom pra todo mundo.

  11. Hayward tem que aceitarrrrrr… Mdss…. Porque aí teremos opção de troca contando os 34M que ele ganha pra abrir nosso cap por alguém…agora se declinar, teremos no máximo uns 10M pra trazer alguém de fora.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *