Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Raptors 102 x 118 Celtics

Na abertura da tradicional rodada de Natal da NBA, realizada nesta quarta-feira (25), o Boston Celtics visitou o Toronto Raptors na Scotiabank Arena, com o objetivo de ampliar sua série invicta, manter a vice-liderança da Conferência Leste e encerrar um jejum de oito jogos sem vitórias em terras canadenses. Vivendo um grande momento na temporada 2019/2020, o time verde e branco de Massachusetts garantiu um belo presente ao seu torcedor: dominante em boa parte do confronto, o Celtics bateu o Raptors por 118 a 102. Foi a segunda vitória celta sobre Toronto nesta edição da liga.

Empurrado pela torcida, o Toronto Raptors teve um excelente início diante do Boston Celtics e abriu 10 pontos de vantagem, mas o time verde e branco se reergueu após um pedido de tempo do técnico Brad Stevens, virou o jogo e encerrou o primeiro quarto com uma vitória por 28 a 19. No período seguinte, o Raptors conseguiu equilibrar a partida, e o Celtics, mesmo com a entrada da rotação, foi para o intervalo com oito pontos de vantagem.

Já no terceiro quarto, o Boston Celtics se soltou e disparou no placar. Liderado por Jaylen Brown, que anotou 16 pontos nesse período, o time de Massachusetts encaminhou a vitória na Scotiabank Arena. O Toronto Raptors tentou reagir nos 12 minutos finais, mas o Celtics manteve uma ótima produção na quadra de ataque e confirmou o triunfo como visitante.

Em Toronto, o destaque do Boston Celtics foi o ala-armador Jaylen Brown, que teve um excelente aproveitamento nos arremessos e encerrou o jogo como cestinha celta, anotando 30 pontos em 35 minutos. O armador Kemba Walker, por sua vez, contribuiu com 22 pontos e quatro assistências. Além disso, os outros três titulares celtas também se destacaram no ataque: Gordon Hayward fez 14 pontos, Daniel Theis contribuiu com 13 pontos, e Jayson Tatum anotou 11 pontos. Entre os reservas, o pivô turco Enes Kanter fez um duplo-duplo: 12 pontos e 11 rebotes.

Desfalcado de Pascal Siakam, Marc Gasol e Norman Powell, o Toronto Raptors concentrou suas jogadas ofensivas no perímetro. Enquanto Fred VanVleet foi o cestinha da franquia canadense, com 27 pontos, Kyle Lowry chegou perto de um duplo-duplo, com 14 pontos e oito assistências. O ala-pivô Chris Boucher, que iniciou a partida contra o Celtics no banco de reservas, fez 24 pontos e pegou seis rebotes.

Sem saber o que é perder há quatro partidas, o Boston Celtics permanece na segunda colocação da Conferência Leste, atrás apenas do Milwaukee Bucks, que tem seis vitórias e quatro jogos a mais na temporada. A equipe celta venceu 21 dos 28 duelos que disputou e tem 75% de aproveitamento. Já o Toronto Raptors, com 21 vitórias em 31 partidas e 67,7% de aproveitamento, ocupa a sexta posição do Leste.

Depois de entrar em quadra pela rodada de Natal, o Boston Celtics inicia, na noite de sexta-feira (27), mais um back-to-back na temporada, e o primeiro duelo será contra o Cleveland Cavaliers, a partir das 18h (horário de Brasília), no TD Garden. O Toronto Raptors, por sua vez, terá dois dias de preparação para a revanche contra o Celtics, marcada para a noite deste sábado (28), em Boston.

Destaques do Raptors

Fred VanVleet (27 pontos e seis assistências)

Chris Boucher (24 pontos e seis rebotes)

Kyle Lowry (14 pontos e oito assistências)

Destaques do Celtics

Jaylen Brown (30 pontos e seis rebotes)

Kemba Walker (22 pontos e quatro assistências)

Enes Kanter (12 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 comentários

  1. Claudio Almeida

    Já comentei mais de uma vez e até me pediram calma, porém não dá, Wanamaker e Ojeleye são horríveis e infelizmente nunca conseguiremos uma troca com eles.

  2. Michael Fonseca

    Tive um hiato sem ver jogos, mas pelo que vi do jogo o VanVleet comeu o Walker com farinha hein? Tava dificil segurar…

  3. Fernando Silva

    O VanVleet é bom jogador e deu trabalho mesmo. Fisicamente mais forte que Kemba, mas não diria que nosso armador foi tão mal na marcação. Teve dificuldades sim e foi um duelo interessante de ver.

    Wana: 2 bons jogos e 3 ruins, maia 1 bom e 2 ruins e assim vai.

    Semi: prefiro não comentar.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.