Aron Baynes elogia Boston e sinaliza que quer ficar no Celtics: “Meu coração está aqui”

Em meio às férias do Boston Celtics, o pivô australiano Aron Baynes participou de um evento beneficente da Shamrock Foundation, instituição filantrópica ligada ao time verde e branco de Massachusetts, e falou sobre os seus planos para o futuro. Baynes, de 32 anos, ainda tem mais um ano de contrato com o Celtics, mas terá o direito de escolha sobre permanecer em Boston, recebendo US$ 5,4 milhões na próxima temporada, ou se tornar um agente livre irrestrito.

Entrevistado por John Karalis, do site MassLive, Aron Baynes enfatizou que está muito feliz no Celtics, disse que já está adaptado à Boston e fez elogios aos torcedores da franquia verde e branca. O australiano, entretanto, disse que precisa conversar com os dirigentes e comissão técnica do Alviverde para tomar uma decisão, por mais que evidencia sua vontade de permanecer na equipe celta para 2019/2020.

“Eu sei que meu coração ainda está aqui em Boston. Eu amo Boston, tem sido ótimo para a minha família. Não há lugar melhor para jogar do que o TD Garden durante os playoffs ou quando você está reagindo durante uma partida. Quando eu penso nisso, sei onde quero estar. Mas, ao mesmo tempo, tenho que falar com o Danny (Ainge, general manager) e com o Brad (Stevens, técnico), ver quais são os pensamentos deles. Eu quero estar na situação certa”, afirmou o camisa 46.

Além de falar da possibilidade de permanência no Boston Celtics, Aron Baynes respondeu perguntas sobre a decepcionante temporada da franquia verde e branca em 2018/2019. Cotado como um dos favoritos ao título da NBA, o Celtics foi eliminado pelo Milwaukee Bucks nas semifinais da Conferência Leste, após sofrer quatro derrotas em cinco jogos. Segundo atleta mais velho do elenco celta, Baynes acha que faltou empenho do time de Boston para trabalhar e corrigir erros durante a temporada regular, projetando a participação nos playoffs.

“Eu acho que não construímos os hábitos certos ao longo da temporada. Todo mundo se concentrou nos playoffs, houve muita conversa sobre estarmos prontos quando chegasse a hora, mas você não pode simplesmente apertar um botão e jogar da maneira certa. Você precisa trabalhar isso durante toda a temporada regular. Você precisa ir lá, fazer isso como um time, fazer disso uma rotina, e não fizemos isso durante a temporada de forma consistente. Tivemos vislumbres do que poderíamos fazer quando jogávamos bem em equipe, mas isso não era, a cada noite, uma norma para nós”, disse Baynes.

Reserva imediato de Al Horford, Aron Baynes sofreu com algumas lesões durante a temporada 2018/2019 da NBA, mas foi uma peça importante na rotação do Boston Celtics. Em 51 jogos nesta edição da liga, 18 como titular, Baynes teve médias de 5,6 pontos e 4,7 rebotes em 16,1 minutos, com 47,1% de aproveitamento nos arremessos e 34,4% nos lances de três pontos.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 27 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

25 Comments

  1. silvio freitas disse:

    Pode ir embora . Ruim demais . Silvio Freitas

    0

    2
  2. Fernando Silva disse:

    Foi bem mais importante na seanson anterior.

    Baynes perdeu minutos importantes. Nem por isso portou-se como Rozier.

    3

    1
  3. Erondi Nunes disse:

    O que acham de Ty Jerome e Kyle Guy ?

    Nāo estaram no 1 round e eu acho que seram ótimos role players.

    Rozier especula-se sign and trade, com Chicago, Memphis e NY, acho uma bela moeda de troca ainda.

    4

    0
    • Fernando Henrique disse:

      Não vejo muita coisa boa vindo desses times, principalmente de Memphis. Com o Bulls e o Knicks ainda da pra conseguir outro armador, mas dificilmente seria o DSJ

      1

      1
  4. Celso Cachali Jr disse:

    sIGN ANDE TRade no Rozier, acho que nao consegueriamos fazer isso, este tipo de manobra esta cada vez mais dificil de acontecer na NBA. Se bem que eu acho bem valido para os jogadores que querem contrato de maior duração.
    Nem com o Rozier nem com o Irving acredito, se acontecer nos estouramos, jogada de mestre do Ainge de novo

    1

    1
    • Fernando Henrique disse:

      Nem é tão difícil assim, considerando os times que estão com o CAP estourado mas precisam arriscar o tudo ou nada. O Blazers, por exemplo, que não pode contratar mais ninguém via FA mas chegou nas finais de conferência e com uma saída do Durant do GSW poderia acreditar no potencial pra chegar às finais.

      1

      1
  5. Fernando Silva disse:

    Rozier pelo Conley seria uma boa.

    11

    0
  6. Sander disse:

    Respeito o Baynes pela entrega em quadra e por honrar a camisa do Boston. Mas eu não renovaria com ele, ele acaba tirando minutos do R.Will (apostaria no crescimento do garoto) e teremos 3 escolhas de primeira rodada no Draft que provavelmente pegaremos um C e/ou um PF bom. Já que não teremos CAP, apostaria na garotada, pois a recompensa pode ser muito alta.

    13

    0
  7. Erondi Nunes disse:

    Mike Conley esta muito especulado em Boston.

    Conley só tem mais um ano de contrato, se nāo me engano. Nāo seria uma aposta alta para nós.

    Rozier com vários anos ou os 2 que faltam do Hayward, acho q da negócio.

    Sign and trade com Rozier nāo é tāo dificil assim, ele é FA restrito, só sai de Boston se quisermos. Kyrie é outra história.

    Baynes honrou a camisa, mas acho q ja deu. Deixa o Williams evoluir.

    8

    0
    • Sander disse:

      O R. Will realmente é muito bom. Vimos alguns flashs dele nessa temporada e, saudável ele tem tudo para evoluir e muito nesse time. Nesse draft agora o Ainge tem como refazer o garrafão com bons valores que podem agregar muito ao time. Poderemos ter um garrafão com: Al Horford, Bol Bol, R. Will e Bitadze. Imaginem essa garotada crescendo com o Horford como mentor??

      8

      0
  8. Fernando Henrique disse:

    Saiu agora que existe a chance do Rockets trocar CP3 e Capela. Vocês iriam atrás do pivô ou ele ainda não atende todas as necessidades do garrafão do time?

    0

    0
  9. Erondi Nunes disse:

    Dependendo do q Houston pedir vale a pena o Capela.

    Um pivô bem atletico, cairia como uma luva em qualquer time na minha opinião.

    Acho q o caminho vai ser fazer um time sem GRANDES nomes, mas competitivo e com Brown e Tatum como as estrelas.

    Memphis escolhendo mesmo o Ja Morant, o NY vira favorito pra ficar com Davis.

    2

    2
    • Sander disse:

      Também sou a favor de fazer um time sem estrelas. O Brown e o Tatum já provaram que são excelentes quando a responsabilidade cai em cima deles. Faz um draft bom, põe o Horford e o Hayward (esse temos que segurar o contrato), paga mais um veterano na FA para ser banco na armação (Rondo ou Beverley), Do restante vamos com a garotada que garanto que vamos incomodar qualquer time.

      GH – Brown – Tatum – Bol Bol – Horford
      Rondo – Smart – Kevin Porter Jr – Bitadze – R.Will
      FA – Ojeleye – Yabusele – Tacko Fall

      Time com um teto de crescimento absurdo.

      Obs: Se o Tacko Fall estiver disponível na 51, não tem como deixar um cara de 2,31 passar.

      2

      2
    • Diego Gondim disse:

      Estava pensando sobre essa noticia do Rockets e analisando sobre o CP3…

      Acho que uma troca entre Chris Paul + picks por Rozier e Hayward precisa ser analisada.

      Acho que uma equipe formada por Chris Paul, J Brown, j Tatum, Hoford e Cousins brigaria por campeonato.

      3

      6
      • Sander disse:

        O problema é que o CP tem 34 anos e 125 milhões para receber. O CP3 é muito bom, mas seu salário (máximo), 34 anos e o histórico de lesões, são muitas coisas contra.

        11

        0
        • DIEGO GONDIM disse:

          Eu concordo com você… Ao mesmo tempo não imagino um cenário positivo Brown, Tatum e Hayward jogando juntos… A evolução do Gordon tem que ser grande pra compensar… Mas a idade e contrato do Paul pesa.
          Acho que precisa ser analisado.

          3

          0
          • Sander disse:

            A única forma de o Hayward se dar bem com o Brown e Tatum é ele virando e desenvolvendo como PG, se ele conseguir o upside desse time fica demais, com vários caras altos e bons .

            5

            0
  10. Fernando Silva disse:

    Sign and trade: Rozier + KI + 1 pick por Capela e CP3?

    Eu topo na hora.

    CP3, Brown, Tatum, AH e Capela.

    Smart, Draft, GH, Morris e Baynes.

    2

    10
  11. Erondi Nunes disse:

    Esse contrato do Chris Paul é uma bomba atômica.

    Já temos o péssimo contrato do Hayward nas costas.

    16

    0
  12. Marchall disse:

    Isso, vamos pegar o Chris Paul, repatriar o Larry Bird e fazer contratos longos com Garnett e Pierce.

    Chris Paul – Paul Pierce – Tatum – Bird e Garnett

    15

    0
  13. Marchall disse:

    Pior que esse time seria apelão e capaz de garantir playoffs na NBA ainda kkkkkkkkk!

    Como disse o Marcos, com toda certeza Hayward jogaria mais que o Bird!

    E sobre as trades… espero que a criatividade do Ainge de frutos porque demos um azar danado…

    Se não conseguir Davis é melhor tentar o Capela…

    5

    0

Deixe um comentário