Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 92 X 86 Lakers

O ala Paul Pierce está voltando a sua cidade-natal em busca de seu segundo título na NBA. O astro nascido em Los Angeles que jogou sua carreira inteira pelo rival Boston Celtics marcou 27 pontos ajudando o Verdão a superar os 38 tentos do cestinha do LA Lakers Kobe Bryant na vitória em casa por 92 a 86 (45 a 39 no intervalo) que abriu 3 a 2 na série melhor-de-sete das finais e deixou o Celtics a uma vitória do 18º caneco da franquia mais vitoriosa da história da liga.

http://www.youtube.com/watch?v=wjkEuOKL1zQ&feature=related

O Jogo 6 será na noite desta terça-feira no Staples Center angelino, e o Lakers precisa vencer para forçar a sétima partida da decisão.

Com os cânticos de “Derrotem LA!” reverberando nas arquibancadas do TD Banknorth Garden de Boston ontem à noite, o ala-pivô Kevin Garnett anotou um duplo-duplo com 18 pontos e 10 rebotes, e o armador Rajon Rondo contribuiu com 18 tentos, oito assistências e cinco rebotes ajudando o Celtics a se tornar o primeiro time a ganhar dois jogos seguidos na série.

Se o Los Angeles não conseguir fazer o mesmo em casa, o Boston irá melhorar seu retrospecto para 10 títulos em 12 finais contra seu arqui-rival, desde uma varrida de 4 a 0 sobre o Minneapolis Lakers em 1959, passando pelos históricos confrontos entre Larry Bird e Magic Johnson nos anos 80 e indo até a vitória alviverde nas finais em 2008. Mas Bryant disse que nem a rivalidade nem a vingança devem ser a motivação de sua equipe para tentar evitar a eliminação em casa.

Paul Pierce em 2008 foi o ganhador do troféu de MVP das finais, liderando o Grande Trio do Celtics à vitória por 4 a 2 sobre o Lakers que garantiu o levantamento da 17ª flâmula de campeão ao topo do Garden de Boston.  Bryant pontuou mais que PP desta vez, mas o ala-armador campeão olímpico teve pouca ajuda de seus companheiros ontem. E no momento em que o cestinha de LA foi mais dominante, foi também a hora em que o Verdão matou o jogo, no último quarto.

Bryant fez tudo que podia para levar o Los Angeles de volta para casa em vantagem. Ele fez 23 pontos seguidos do Lakers entre a marca de 4min23s do segundo quarto até faltarem 2min16s no terceiro período. Mas nesse intervalo, o Celtics aumentou a diferença de um para 13 pontos.

Pierce estava fazendo sua melhor partida na série também. O capitão do Boston marcou sete pontos nos últimos três minutos e meio do segundo quarto e mais nove tentos nos primeiros cinco minutos da terceira etapa. O ala-armador Ray Allen, que não acertava uma bola de três desde que bateu um recorde das finais da NBA com oito triplos no Jogo 2, fez duas cestas que deram ao Celtics uma vantagem de 71 a 58 restando 3min08s no terceiro período.

O Lakers diminuiu a diferença para seis pontos diversas vezes, mas nunca se aproximou mais que isso até que Bryant converteu três lances livres descontando o déficit para 87 a 82 com 90 segundos por jogar. O Celtics teve um respiro quando o replay mostrou que um chute de três de Allen raspou levemente o aro, dando ao time da casa mais 24 segundos de posse de bola no ataque faltando 1min05s. O ala-pivô reserva Rasheed Wallace depois errou um tiro de três, mas o rebote acabou numa bola presa entre Garnett (2,11m) e o armador Derek Fisher (1,85m).

Fish ainda ganhou o bola-ao-alto, dando um tapinha para o ala Ron Artest fazer a infiltração, mas Pierce fez a falta para impedir o adversário de fazer uma bandeja fácil, e deu certo porque ele errou os dois lances livres. Kobe pegou o rebote, mas Pierce tirou a bola das mãos dele e driblou para o canto da quadra para pedir tempo. Um desesperado passe lateral de reposição foi para Pierce, que entregou a bola para Rondo debaixo da cesta antes de cair fora da quadra, e Rondo fez uma bandeja sobre a cabeça abrindo 89 a 82 a 36 segundos do fim.

Bryant errou uma série de chutes de três desesperados no finalzinho, e quando Allen encestou dois lances livres faltando 19 segundos e Garnett converteu uma em duas cobranças restando 8,9s, o jogo 5 estava acabado.

O ala-pivô espanhol Pau Gasol conseguiu um duplo-duplo com 12 pontos e 12 rebotes, e Fisher, que foi a estrela do Jogo 3, marcou todos os seus nove tentos no primeiro quarto, mas nenhum outro jogador do Lakers pontuou em dígitos duplos até que Gasol acertou um lance livre faltando 2min25s. O pivô Andrew Bynum jogou 31 minutos mesmo com o joelho direito machucado, mas ele anotou todos os seus seis pontos e seu único rebote no primeiro quarto, depois sumiu.

Na história das finais, das 25 séries que estiveram empatadas por 2 a 2, o vencedor do Jogo 5 foi campeão em 19 ocasiões. Rondo levou uma falta técnica no segundo quarto por ter empurrado Artest numa retaliação de uma falta dura sobre Garnett. Artest devolveu o empurrão, mas só o Lakers cobrou a falta. Entre as celebridades presentes na platéia estavam o velocista jamaicano Usain Bolt, a atriz Eliza Dushku, o baixista Flea do Red Hot Chili Peppers, os cantores Glen Frey e Jimmy Buffet, e o técnico do New England Patriots (futebol americano) Bill Belichick.

Destaques da partida

Boston Celtics:

Paul Pierce: 27 pontos – 2 tocos
Kevin Garnett: 18 pontos – 10 rebotes – 5 roubos de bola – 2 tocos
Rajon Rondo: 18 pontos – 5 rebotes – 8 assistências – 7 erros
Ray Allen: 12 pontos

L.A. Lakers:

Kobe Bryant: 38 pontos – 5 rebotes – 4 assistências
Pau Gasol: 12 pontos –  12 rebotes (7 ofensivos)

Fonte: www.basketbrasil.com.br

Por: Flávio Catandi

Author avatar
Flávio Catandi
Jornalista e Radialista apaixonado por basquete. Participa do Celtics Brasil desde 2008. Já foi redator, colunista e hoje é editor do site. Nas horas vagas gosta de escrever roteiros e gravar curtas e documentários. Pode ser encontrado na cidade de São Paulo com uma camiseta Celta.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.