Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Dono do Celtics vira presidente do comitê para Olimpíadas de 2024 em Boston

O comitê formado com o objetivo de trazer as Olimpíadas de 2024 para Boston, acabou de conseguir um grande reforço nesta última 5ª-feira. Trata-se do co-proprietário do Boston Celtics – Steve Pagliuca-, que exercerá a função de presidente do comitê.

Paglica assume o comando na esperança de convencer o Comitê Olímpico Internacional (COI) a realizar os Jogos Olímpicos nos Estados Unidos, pela primeira vez desde 1996 (quando ocorreu em Atlanta). Pagliuca substituirá o magnata do setor de construção, John Fish, um dos principais responsáveis pela seleção de Boston como a cidade americana candidata para sediar os Jogos de 2024.

“Eu enxergo esses Jogos Olímpicos como uma oportunidade única para todo o estado de Massachusetts e, especialmente, para o povo de Boston”, declarou Pagliuca, afirmando que as Olimpíadas podem ser um propulsor de criação de empregos e renovação urbana para uma cidade que caminha para seus 400 anos de fundação. “É um projeto extremamente excitante. Eu não vi, ao longo de minha vida, tantos projetos que podem impactar, desse modo, na vida de uma cidade”.

Desde que foi escolhida pelo Comitê Olímpico Norte-Americano (CONA), em Janeiro, a candidatura de Boston vem sofrendo duros golpes, sobretudo por parte dos próprios cidadãos de Boston, que temem um aumento de custo de vida e impostos com uma eventual seleção da cidade pelo COI. Recentes pesquisas apontam que pouco menos da metade dos residentes de Bean Town (como a cidade é apelidada) apóiam a candidatura. Contudo, esse número de apoiadores salta para quase 60% quando é descartado o uso de dinheiro público para a realização dos Jogos Olímpicos.

Esse clima de incertezas faz com que o CONA comece a especular sobre uma revisão de sua decisão como Boston sendo a cidade americana candidata. Á época da escolha, Boston derrubou cidades como Los Angeles, San Francisco e Washington (D.C.).

“O CONA tem incentivado nossa candidatura e, assim que verem nosso projeto mais a fundo, ficarão plenamente satisfeitos”, afirmou Pagliuca, anunciando que mais detalhes, sobre o projeto, serão dados no próximo mês. “Eu penso que todos ficarão satisfeitos: o CONA, o COI e a população de Boston”.

Outros membros ilustres, que ingressaram no comitê nessa 5ª-feira, foram o presidente do Boston Red Sox (Larry Lucchino) – que ajudou 3 equipes da MLB a construírem novos estádios – e o filantrópo e executivo de Boston, Jack Connors. Por fim, Peter Roby, diretor esportivo da Northeastern University, entrou como vice-presidente no comitê.

“Esses novos reforços apenam engrandecem essa já impressionante equipe que formaram em prol da campanha Boston 2024, bem como aponta o incrível suporte que o comitê vem recebendo dos executivos, políticos e lideranças locais de Boston”, disse Scott Blackmun, presidente do CONA.

O CONA afirmou que realizará a propositura formal de sua cidade-candidata, junto ao COI, em Setembro. Até lá, se Boston não angariar apoio público suficiente, o CONA poderá selecionar Los Angeles (que recebeu as Olimpíadas em 1932 e 1984) como candidata substituta. Espera-se que Boston concorra contra Roma (Itália), Paris (França), Hamburgo (Alemanha) e Budapeste (Húngria).

As Olimpíadas de 2024 serão a 33ª edição dos Jogos Olímpicos. A cidade-sede será anunciada no 130º congresso do Comitê Olímpico Internacional, a ser realizado em Lima (Peru), no mês de Setembro de 2017.

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.