Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Finais do Leste – Boston Celtics (1-3) x Miami Heat (3-1)

Maior campeão da história da NBA, o Boston Celtics joga a sua sobrevivência nos playoffs da temporada 2019/2020 na noite desta sexta-feira (25). Derrotado pelo Miami Heat em três dos quatro primeiros jogos da final da Conferência Leste, o time verde e branco de Massachusetts volta a enfrentar a franquia da Flórida a partir das 21h30 (horário de Brasília), no Walt Disney World Resort, precisando de uma vitória para forçar a realização de um sexto confronto e manter vivo o sonho de disputar as Finais da NBA pela primeira vez desde 2010. O duelo entre Celtics e Heat terá transmissão da ESPN para todo o Brasil.

Com o sinal de alerta ligado, o Boston Celtics tenta se recuperar e fazer uma reflexão ao mesmo tempo. Nos quatro jogos da série contra o Miami Heat, a equipe celta até apresentou alguns momentos de brilho, mas alguns apagões inacreditáveis custaram três tropeços e tiraram a margem de erro de Boston para o restante da final. A chave para voltar a vencer e sonhar com a virada são os desperdícios de bola: o Celtics está cometendo muitos erros de passes e sofrendo roubadas em péssimas escolhas de seus jogadores. Com maior cuidado na posse de bola, concentração durante os 48 minutos e defesa firme, o Celtics ainda pode se manter vivo na série, porém, a irregularidade dos últimos jogos pesa contra os comandados de Brad Stevens. Resta saber se a lição foi aprendida, antes que seja tarde demais.

Mesmo diante de uma situação delicada, Brad Stevens não sinalizou mudanças no quinteto titular do Boston Celtics para o quinto duelo diante do Miami Heat. A tendência é que o combo guard Marcus Smart continue como titular no perímetro, ao lado de Kemba Walker, enquanto o ala Gordon Hayward fica como opção no banco de reservas. Outra possibilidade na rotação é uma utilização maior do pivô turco Enes Kanter, que tem sido deixado de lado para a escalação do jovem Robert Williams.

Enquanto o Boston Celtics tenta respirar na série, o Miami Heat já sonha acordado com a primeira aparição nas Finais da NBA desde 2014, quando ainda contava com os astros LeBron James e Dwyane Wade. Confiante, a franquia da Flórida não deve mudar o que está dando certo: mesmo sofrendo com o ímpeto celta no começo das partidas, o Heat mantém a tranquilidade, impõe seu jogo nos momentos decisivos e consegue as vitórias. Com essa personalidade forte, Miami não quer dar margem ao erro e busca aproveitar a fragilidade celta para fechar a série já neste Jogo 5.

Para o quinto confronto da final da Conferência Leste, o Miami Heat deve atuar com o mesmo quinteto titular das partidas anteriores contra o Boston Celtics, apostando na força de Bam Adebayo no garrafão e na experiência de Goran Dragic e Jimmy Butler. Autor de 37 pontos no quarto jogo diante da equipe celta, o ala-armador Tyler Herro deve liderar, mais uma vez, a pontuação da rotação da franquia da Flórida.

FICHA TÉCNICA

Local: Walt Disney World Resort (Lake Buena Vista, FL)

Horário (de Brasília): 21h30

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Marcus Smart, Jaylen Brown, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

MIAMI HEAT: Goran Dragic, Duncan Robinson, Jimmy Butler, Jae Crowder e Bam Adebayo. Treinador: Erik Spoelstra

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

28 comentários

  1. Marcelo SM

    Com Hayward está 1×1.
    Vamos virar isso aí…4×3 pro Celtics!

  2. Silvio Freitas

    Time todo afobado chutando de todo jeito. Sem trabalho de bola. Uma lástima nosso início. Vamos ver se melhora. Silvio Freitas

  3. Marcos

    Estou em dúvida na escolha do Hayward com 10 minutos e 0 pontos, 0 assists, 0 rebotes, etc, etc ou o rebote no Grant na cabeça do Theis como o lance icônico do 1o tempo.

    O camisa 20 já sei do que é capaz, vou ficar com rebote na cabeça do Theis e bola para lateral, rsrsrs.

    Hj é só garbage time, Tacko Fall vem para o crime.

    Abs verdes,

  4. Sandro

    Queria conseguir assistir mais tranquilo pq não da pra acreditar muito no que esses caras estão jogando. Aguentar esse GH e difícil…meu Deus!! Kemba também é sofrível, se o Tatum não começar a jogar, antes do intervalo acaba essa pelada.
    Ta difícil…Go Celtics!

  5. Leonardo Gabriel

    Até agora, nosso pior jogo…
    Time sem vontade, ninguém tem coragem de arremessar, passes pro lado, muitos erros.
    Jogadores só ficam chorando pros juízes, cada sexta eh sofrida.
    Minha opinião, jogar oque estamos jogando contra lak ou den, tava fácil mais de 20p contra…

  6. Marcos

    O Kanter ousou fazer 8 pontos e pegar 4 rebotes.
    Como recompensa irá para o fundo do banco do Grant Williams em todo o segundo tempo.

    Abs verdes,

  7. Ricardo Torres

    O Kanter errou uns cinco arremessos na boca do garrafão ridículo de fácil… Cara, qual o problema que este treinador tem com o
    Robert Williams? Ele não coloca o moleque pra jogar…

  8. Marcelo Gouveia

    Gordon tá jogando como quem quer conhecer logo o filho.

  9. Ricardo

    P.q.p. esse Grant é mole… o cara entra deixa o adversário fazer dois pontos e faz falta…

  10. Sandro

    Deixa essa merda desse GH no banco!!!

  11. Bruno Correa

    Butler e Bam com 4 faltas, tem que infiltrar que eles vão ceder. Pra cima brown tatum e kemba.

    • Silvio Freitas

      Jogamos um ótimo segundo tempo. Time voltou com outra postura. Não podemos jogar numa irregularidade dessa. Vamos com tudo para empatar a série. Silvio Freitas

  12. Ricardo

    É sério que o maior salário deste elenco é do GH? O cara é inútil e apático na quadra…

  13. Bruno Correa

    Eu não entendo porque Stevens insisti no Hayward.
    Hoje ele tá NULO… melhor botar o wanamaker pra girar a bola.

    Pior, tá sem confiança no arremesso.
    Teve uma jogada que tatum tava com a bola, stevens ficou chamando o hayward, aí ele foi andando com passinho de formiga kkkk. Recebeu, chutou, e obviamente, errou,

  14. Marcelo Gouveia

    Depois de uma run a favor num 3° quarto… ah, senhores, o dia é nosso!

    • Alexandre Cukier

      Total de turnovers: 11 Celtics x 12 Heat.
      Jogo equilibrado nisso vamos ganhar sempre. Somos muito mais talentosos que este catado e rookie time dos Heat. Pena ter que ir até o jogo 7 para vencer (se vencermos)…

  15. Fernando Silva

    Fizemos os Q3 e Q4 que sempre gostaria de ver.

    Ainda estamos vivos.

    Mais uma atuação neste patamar e simplesmente não há o que Miami fazer.

    Nosso material humano é melhor.

    Mas, tem que entrar em quadra e provar.

    • Marco Antônio de Paula

      Fernando. Celtics encaixou sua defesa no segundo tempo. Mas eu achei que Miami jogou muito mal. sem nenhuma vontade, Temos condições de vencer os próximos jogos? Sim. Mas vai depender muito da atitude dos dois times em quadra. O primeiro tempo do Celtics foi fraco, e Miami não quis se aproveitar disso para vencer o jogo.

      A Chave para nossa vitória está na defesa, e a mobimentação de Brown e Tatum ao longo do garrafãod e Miami, forçando os Mismatchs contra Dragic e Robinson. Hoje Dragic saiu por faltas.

      Se ficar encaixotado na marcação de Crowder e Buttler, esquece.

      Agora é focar no próximo jogo e tentar colocar fogo na série

  16. Marco Antônio de Paula

    Celtics jogou com o mesmo esquema defensivo. Aí Miami começou a brincar e jogar displicente. Brown jogou muito bem. Tatum também muito ativo. Kemba sempre devendo. Hayward cresceu no final, mas ainda deve muito. Smart acho que poderia ter jogado mais. Theis no final do jogo, se acertou na defesa. Esse jogo pode servir para o Stevens acertar o posicionamento do Theis na série.

    Se jogar com inteligência podemos chegar mais longe. o Problema são os momentos de forçada sem necessidade. Brown foi inteligente, atacouo garrafão na posiçao do Robinson e deitou e rolou. Ali é o mapa da mina. .

    Em Miami, quando Buttler joga em ritmo de treino fica complicado. Ele traz força para esse time.

    Não sei como o Celtics virá para o proximo jogo. Como já disse, o que vier é lucro. Mas se Miami vier com a mesma atitude tosca desse jogo, poderemos ter jogo 7

    • Marcelo Gouveia

      Concordo contigo, Marco Antônio. Nitidamente, teve muita displicência do Miami. E pode parecer mais sensato e correto trazer essa consideração pra análise da nossa melhora no Q3 e Q4.

      Tivemos méritos. Fomos mais contundentes nessa etapa do jogo. Mas Miami sumiu do jogo também. Displicência.

      • Marco Antônio de Paula

        Marcelo.ainda bem que desta vez quando Miami nos entregou o jogo não titubeamos e conseguimos fechar. Mas eu acho que o time defendeu muito bem nos ultimos quartos. Acho que Miami se surpreendeu com a diferença de defesa do primeiro tempo para o segundo tempo. Mérito do Stevens nessa.

        Sempre quando o Brown consegue atacar bem aquele espaço deixado pela Zona entre o garrafão, Celtics se dá bem no jogo e consegue a vitória.

  17. Marcelo Gouveia

    Deve ter gente que foi dormir no intervalo. Impressionante como esse time vai de um pólo a outro.

    Quem ficou acordado viu um 2° tempo totalmente diferente do 1°. Também diferente foi o próprio Miami, quando atrás no placar. Hesitações, jogador parando de arremessar, defesa cometendo erros. Ótimo sinal. Miami esteve quase sempre em posição confortável nas séries anteriores. Agora não há mais conforto. Não tem muito mais gordura pra queimar. Veremos como reagem sob pressão.

    Só não podemos fazer um 1° tempo como o de hoje num jogo 6.

  18. Teobaldo

    Não pude assistir. Conclusão: o culpado (pé frio) era eu. GO, CELTÃO!!!!

  19. Eric

    Eu acho que o adebayo está jogando com o punho machucado ,ele se escondeu do contato ontem

  20. Marcos

    Para quem não assistiu o jogo, resumo em dois parágrafos:

    1- O 1o tempo foi horroroso, mas no 2o quarto o MIA parou de punir nossas besteiras (chegaram a estar 5-32 na bola de 3, com Crowder e Butler zerados). O time não conseguiu fazer ponto nem de lance livre. Por sorte enorme, Spo colocou o Olynyk na quadra e Brad teve que “reagir” com o Kanter. O turco destroçou a zona dos caras e saímos perdendo de menos de 10.

    2- No 2o tempo, o Jayson Tatum resolveu que não ia mais ter jogo. Ótimo. Se o craque do time quer jogar, deixa ele jogar. É para isso que se paga ingresso.

    Para o jogo 6 fica a dúvida, será que Kanter vai poder jogar? Pq ele entrou na sorte da aleatoriedade.

    Ah, mas Kanter está fora de forma…
    O Gordon está bem mais fora de forma e já está jogando 30 mins (Kemba 28).
    É totalmente opção do staff.

    Abs verdes,

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *