Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Giro pela NBA – 18/01 – 24/01

Saiba o que de melhor aconteceu na NBA na última semana.

Nessa semana, a NBA assistiu incrivéis jogos, grandes jogadores se destacando, várias surpresas boas, e outras ruins.  Joakim Noah, no dia 19, enfrentou o time do Knicks em NY, Noah pegou 18 rebotes, o seu 2º  maior número de rebotes em 1 jogo. Na temporada 07-08, Noah pegou 20 contra o Cavs, o seu recorde. Raja Bell, ex-Suns, teve uma ótima semana, com médias de 25 pontos, ele arremessou 28 bolas, e acertou 17 nesse período de 7 dias. Danny Granger continua fazendo uma temporada espetacular, novamente teve grandes atuações, sendo decisivo para a melhora do Pacers. Granger obteve uma marca espetacular, marcando mais do que 20 pontos em 14 jogos consecutivos.

Andray Blatche, virou titular no Wizards, também vem tendo os seus melhores números na carreira, teve uma semana boa, mas na derrota contra o Lakers, fez apenas 5 pontos, e 2-9 no seu FG. Tivemos um jogo muito esperado nessa semana, no dia de Martin Luther King (19/1), Cavaliers e Lakers se enfrentaram, 2 das melhores equipes da competição, Lakers se deu melhor, e ganhou por 105 a 88, com uma grande atuação de Pau Gasol, que anotou um Duplo-Duplo, com 22 pontos e 12 rebotes.

Surpresas da Semana:

Tivemos algumas surpresas nesses últimos 7 dias. A vitória do Knicks em NY na quarta-feira (21/01) por 114 X 109. O belo triunfo do Bucks, contra o Dallas Mavericks em Milwaukee, também na quarta por 133 X 99. Todas as outras aconteceram na sexta-feira (23/01). O Bobcats, um dos piores times da NBA, venceu em Charlotte o fortíssimo time do Suns por 98 X 76. Indiana Pacers melhorou muito de produção, com as belas atuações de Danny Granger, o time bateu em seus domínios o Rockets por 107 X 102. O Minnessotta Timberwolves vem muito bem em 2009, perdeu apenas duas partidas no ano, muito graças as boas atuações do pivô All Jefferson, que estava envolvido na troca por Garnett. O Wolves venceu em seus domínios o fortíssimo New Orleans Hornets por 116 X 108.

Subindo:

Boston Celtics, ápos aquele começo sensacional, o melhor da história da NBA (27-2) e o maior número de vitórias consecutivas da franquia (19), o time perdeu 7 de 9 jogos, ningúem sabia o que estava acontecendo com a equipe Celta, e agora? o caléndario estava contra o time verde, por que começaria a ter jogos muito dificéis agora, mas o Celtics mostrou poder de reação e ganhou 7 jogos seguidos, contra Nets e Raptors (por 2 vezes), Suns, Heat e Magic. E Brian Scalabrine começou como titular (Perkins havia se contundido) em boa parte dessas partidas. Boston Celtics também recuperou a liderança da conferência leste.

Philladelphia 76ers, novamente o time está subindo, chegou agora com 20 vitórias em 41 jogos, e já ocupa a 7ª colocação do Leste, e Elton Brand (principal reforço do time para a temporada) está machucado, por incrivel que pareça, o time melhorou muito com sua ausência.

Descendo:

Memphis Grizzlies, todos já sabiam que o time não ia longe, mas é uma equipe com muito futuro, com Rudy Gay, OJ Mayo, Marc Gasol, Warrick, Lowry, Arthur e Conley. O Grizzlies vem de 7 derrotas consecutivas, e já foi ultrapassado por Timberwolves e Warriors na classificação. O time tem uma das piores campanhas atuando fora de casa, com apenas 2 vitórias em 18 partidas. A equipe demitiu recentemente o técnico Marc Iavaroni e contratou para o cargo Lionel Hollins.

Chicago Bulls tem um time promissor, com o novato e first pick do draft passado Derick Rose. A equipe hexacampeã da NBA teve um bom início de temporada, mas não vem atuando bem nas última partidas. O time de Chicago perdeu todos os jogos que disputou na semana e tem uma sequência de 5 derrotas consecutivas, além de ganhar apenas 3 partidas em 10 disputadas.

Player of the Week

O jogador da semana completou recentemente 24 anos, mas vem atuando como um jogador muito experiente, além de liderar sua equipe. Ele mesmo, a estrela maior do Cavaliers, LeBron James, que lidera a corrida pelo prêmio de MVP da temporada. O time de Cleveland está fazendo um tour pelo oeste. A equipe perdeu apenas uma partida na semana, contra o Lakers em LA na segunda-feira (19/01) por 88 X 105. Mesmo com a derrota James fez uma grande partida, com 23 pontos, 9 rebotes e 4 assistências. Depois desse revés o Cavaliers conquistou 3 vitórias consecutivas, todas atuando fora de seus domínios, contra Blazers por 104 X 98, Warriors 106 X 105 e Jazz por 102 X 97. No jogo contra o Warriors na última sexta-feira (23/01) James realizou o chamado Buzzer, uma cesta decisiva nos segundos finais da partida, que trás a vitória para a equipe. LeBron acertou um belíssimo arremesso nos segundos finais para dar ao Cavs mais uma vitória na temporada.

James esteve perto de atingir uma marca sensacional de três Triplos-Duplos (dois digitos em três fundamentos) consecutivos. Contra o Blazers marcou 34 pontos, distribuiu 14 assistências e pegou 7 rebotes, faltando apenas 3 rebotes para atingir o TD. Contra o Warriors terminou a partida com 32 pontos, 9 rebotes e 8 assistências, restando apenas 1 rebote e 2 assistências. Na partida disputada contra o Jazz James converteu 33 pontos, pegou 14 rebotes e distribuiu 9 assistências, faltando apenas uma para o Triple-Double. As médias de LeBron James na semana são espetaculares, 30,5 pontos, 9,8 rebotes e 8,8 assistências por partida.

Game of the Week

No melhor jogo dessa semana, tivemos o encontro do finalista da NBA na temporada 2006/07, contra o time da primeira capital estadunidense. A partida foi disputada na segunda-feira (19/01) em Philadelphia, entre o forte time do Dallas Mavericks e o Sixers, que vinha de 7 vitórias consecutivas, sendo 4 delas vencidas atuando em seus domínios. A partida começou muito disputada, marcada por uma forte defesa de ambas as equipes e nenhuma delas conseguia se distanciar na liderança do placar. Quem não fez um bom 1° quarto foi o alemão Dirk Nowitzki, que errou 13 dos seus 14 primeiros arremessos. No fim do período o Sixers conseguiu abrir uma diferença no placar e terminou o quarto vencendo por 22 X 16. Nos 12 minutos seguintes o Mavericks voltou disposto a diminuir essa diferença e conseguiu, vencendo o 2° quarto por 26 X 24 e foi para o intervalo perdendo por 46 x 42, uma diferença de apenas 4 pontos.

Na volta dos vestiários o Mavericks começou a jogar muito bem, Nowitzki acertava os arremessos que tentava e o armador Jason Kidd distribuia muito bem as jogadas. O Mavs venceu o quarto por 32 X 17 e foi para o último vencendo por 74 X 63. Dos 32 pontos marcados pelo Mavericks no quarto, 25 foram convertidos por Nowitzki e Kidd. Parecia que o time de Dallas venceria facilmente a partida. Com 2:14 para o fim do jogo, vencia por 93 X 81. Mas o Sixers teve uma reação sensacional, marcou 12 pontos em sequência, enquanto sua defesa segurava o ataque do Mavs. O empate foi conquistado após uma cesta de Andre Iguodala, com apenas 0:08 para o fim da partida. Mas o incrível aconteceu, com apenas 4 segundos para o término do jogo a equipe de Dallas estava com a posse da bola, Dirk avançou e arremessou faltando apenas 2 segundos (no chamado Buzzer), e a bola entrou com o cronômetro zerado, trazendo mais uma vitória para o Mavericks e acabando com a sequência de 7 vitórias consecutivas do Sixers.

O alemão Dirk Nowitzki recuperou-se do péssimo 1° quarto e terminou a partida com 24 pontos e 6 rebotes. Jason Kidd anotou um Duplo-Duplo, com 22 pontos e 12 rebotes. Kidd também distribuiu 6 assistências. Pelo Sixers os destaques foram, o suplente Louis Williams, que marcou 25 pontos e pegou 6 rebotes e Andre Iguodala que anotou um Double-Double, com 18 pontos e 12 rebotes.

Por: Flávio Di Donato Catandi e Gustavo Miglioretti

Author avatar
Flávio Catandi
Jornalista e Radialista apaixonado por basquete. Participa do Celtics Brasil desde 2008. Já foi redator, colunista e hoje é editor do site. Nas horas vagas gosta de escrever roteiros e gravar curtas e documentários. Pode ser encontrado na cidade de São Paulo com uma camiseta Celta.

2 comentários

  1. Luciano Lordz

    Adoro esta coluna. ajuda mto quem nao tem tempo pra acompanhar TODOS os jogos e quem não tem paciencia hehe
    Como sempre parabéns por esse site dedicado para o nosso Celtics e a NBA!

    Abraços!

  2. T-dog

    Opa estou dando minha passada diária pelo site e li o artigo muito bom por sinal, parabéns Flávio.

    Big Al está demais , vi o jogo contra o Bulls e o cara está o diabo na area pintada vários HOOK -SHOTS certeiros.
    Lebronha está fenomenal mesmo, dificilmente perdera o MVP, mas eu tenho a ‘paranóia’ de que ele força número e esquema é voltado pra isso, pois muitos vezez que arma o time dali do perímetro mesmo é ELE no lugar de Mo ou Delonte.

    Abraços.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.