Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Isaiah Thomas “culpa” Michael Jordan por eliminação no Skills Challenge

Participante do Skills Challenge da NBA pelo segundo ano consecutivo, o armador Isaiah Thomas, do Boston Celtics, entrou na quadra do Smoothie King Center, na noite de sábado (18), disposto a conquistar o título que lhe escapou em 2016, após decisão contra o pivô Karl-Anthony Towns, do Minnesota Timberwolves. Não faltou esforço do camisa 4, mas o troféu não veio: depois de derrotar com facilidade o ala-armador Devin Booker, do Phoenix Suns, no primeiro round, Thomas foi eliminado nas semifinais pelo ala Gordon Hayward, do Utah Jazz.

Logo após o concurso, Isaiah Thomas justificou a nova eliminação e disse que não conseguiu dormir na sexta-feira, depois de um encontro e uma conversa com Michael Jordan, considerado o maior jogador de basquete de todos os tempos.

“Ele disse que esteve me assistindo, pediu para que eu continue sendo um matador. Ele disse: “tire a noite de folga quando for nos enfrentar (referindo-se ao Charlotte Hornets, time que Jordan é proprietário), mas continue fazendo o que você faz”. Isso é loucura. Eu não consegui dormir. Ele é o maior de todos!”, disse o emocionado Thomas.

Happy birthday to the greatest of all time, thanks for the love OG!!!! #MJ

Uma publicação compartilhada por Isaiah Thomas (@isaiahthomas) em

Além do encontro com Jordan, Thomas também falou sobre a sua participação no Skills Challenge. Assim como na final de 2016, contra Towns, o armador foi eliminado por não fazer a cesta de três pontos antes de seu adversário. “Eu errei o arremesso, acho que ainda não era o último quarto”, brincou o camisa 4, referindo-se ao período de jogo onde tem a impressionante média de 10,7 pontos na temporada 2016/2017.

Apesar da brincadeira com o erro no duelo contra Hayward, Isaiah Thomas disse ter ficado frustrado com a eliminação e confirmou sua aposentadoria do Skills Challenge. “É divertido, mas eu odeio perder. Não importa o que seja”, lamentou o camisa 4, que disputará o All-Star Game na noite deste domingo (19), às 22h (horário de Brasília), como reserva do time da Conferência Leste, que será comandado pelo treinador celta Brad Stevens.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. Ele não conseguiu dormir por outro motivo!!!
    kkkkkkkkk

  2. Barros

    Ainge tem que começar a se mover urgente!! Eu sabia que o Cousins não viria de nenhum jeito. Mas o Pelicans, conseguiu levar Cousins praticamente de graça!! Davis e Cousins, meu Deus que garrafão dos sonhos. Ainge tem que queimar alguma das picks nets, de preferência a 18 para trazer Butler ou George.

  3. Celso Cachali Jr

    Eu queimaria a pick deste ano… E não a de 2018. Os melhores prospectos são armadores.. e nos ja temos armadores. De sobra

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.