Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics x Oklahoma City Thunder – Amistoso

Após 136 dias sem jogos da franquia, enfim teremos o Boston Celtics de volta às quadras! Assim como todos os jogos restantes da temporada da NBA, a partida será realizada na bolha do complexo esportivo da Disney, em Orlando, Flórida. Será o primeiro dos três jogos amistosos que o Celtics fará antes do retorno oficial da temporada regular, e será realizado às 18 horas da próxima sexta-feira (24), com transmissão do NBA League Pass.

Boston Celtics

Pra quem não se recorda, Boston vinha de uma temporada muito acima do que era esperado às vésperas da temporada 2019/20. O quarteto formado por Tatum, Brown, Kemba e Hayward fez mais que 82 pontos por jogo em média, e atualmente briga com o Toronto Raptors pela segunda colocação da Conferência Leste. O ponto fraco, por sua vez, fica com os bancários do time, que à exceção de Marcus Smart, não conseguem substituir os titulares à altura por conta da limitação ofensiva de quem sai do banco.

Sobre os últimos jogos do Celtics antes da parada, o retrospecto não foi tão positivo assim. Nos últimos 6 jogos, Boston perdeu 4, incluindo viradas para Rockets, Jazz e até o próprio Thunder, em que chegou a liderar por mais de 15 pontos nos três jogos e acabou perdendo. Houve também um vexatório revés para o desfalcado Brooklyn Nets, em que a defesa celta permitiu incríveis 51 pontos a Brooklyn no último quarto, resultando em derrota do Boston Celtics na prorrogação, mesmo jogando em casa.

No último confronto, realizado em 10 de março, Boston novamente abriu uma boa vantagem diante do Indiana Pacers e deixou o adversário encostar, mas dessa vez, apesar dos pesares, venceu a partida. No entanto, apesar do ponto a ser corrigido, as viradas não devem preocupar o torcedor neste retorno, uma vez que é comum que franquias com elencos não tão profundos oscilem mais ao longo de uma temporada, muito por conta da ausência de outros pontuadores no elenco, como citado acima.

Leia também: Análise: Um novo Boston Celtics para os próximos anos? – Parte 3

Oklahoma City Thunder

A respeito do adversário, nota-se algo em comum com o Celtics: superaram às expectativas iniciais. O General Manager de Oklahoma City, Sam Presti, optou por trocar Russell Westbrook e Paul George, recebendo em troca alguns talentos jovens, como Shai Gilgeous-Alexander, o veterano Chris Paul e várias escolhas futuras de Draft. E apesar de muito criticadas, as decisões de Presti fizeram com que o OKC se tornasse o quinto colocado do Oeste, com o detalhe de não ter sido sequer cotado como um time que disputaria playoffs no começo da temporada. A seguir, citarei os relatos do meu amigo Kaique, fã do OKC, sobre o que ele está achando de sua franquia do coração nesta temporada:

O Thunder estava vindo bem. Naquele mês de janeiro, foi o melhor time da NBA em questão de record, se não me engano, e em seguida acabou tropeçando mais, por pegar adversários como Clippers e Bucks. Nossa expectativa é que consigamos chegar até às semis de conferência, por que não? Jogadores estavam bem, elenco entrosado, peças como Dennis Schroder, Danilo Gallinari e Chris Paul arrebentando e os jovens também agregaram o elenco quando chegaram. Por isso, o torcedor almeja passar do Utah Jazz (provável adversário do Thunder no 1º round ) e ter um bom futuro pela frente.

O jogo

Seguindo a tendência dos outros jogos amistosos já realizados na bolha, os titulares devem ser mais utilizados no primeiro tempo do jogo, dando lugar aos reservas na segunda etapa. Para o confronto de hoje, o Celtics só terá um desfalque; Kemba Walker teve algumas complicações no joelho durante a parada e será poupado do primeiro amistoso, dando lugar a Marcus Smart na equipe titular. Enquanto isso, no Thunder, à exceção de Andre Roberson, que há anos não consegue atuar pelo acúmulo de lesões, todo o restante também deverá estar disponível.

FICHA TÉCNICA

Local: Complexo Esportivo da Disney (Orlando, FL)

Horário (de Brasília): 18h00

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Marcus Smart, Jaylen Brown, Gordon Hayward, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

OKLAHOMA CITY THUNDER: Chris Paul, Shai Gilgeous-Alexander, Terrence Ferguson, Danilo Gallinari e Steven Adams. Treinador: Billy Donovan

E aí, torcedor? Quais as suas expectativas para o Boston Celtics para este jogo e para o restante da temporada? Comente abaixo!

Author avatar
Eduardo Marangoni
Uberabense, 19 anos, atualmente vive em São Paulo/SP. Estudante de Ciência e Tecnologia da UFABC e são-paulino sofredor, sempre adorou esportes, e principalmente, torcer. Acompanha o Boston Celtics fielmente desde 2016, apesar de se considerar um celta desde aquele triste jogo 7 em 2010.

3 comentários

  1. Fernando Henrique

    Nesses primeiros amistosos a minutagem deve ser bem distribuída entre os atletas do elenco. Chance do Langford de mostrar serviço, vinha numa crescente interessante antes da pausa em março. Continuando sua evolução pode cativar um lugar na rotação principal do time pra próxima temporada, vindo com o Smart do banco mantém a defesa de perímetro muito acima da média e ainda pode ser capaz de contribuir com uns 10 pontinhos. Tomara que tenha tempo de quadra hoje e nos próximos jogos pra indicar se eu to certo ou não

    • Claudio Vinicius Guimarães de Almeida

      Concordo, mais minutagem para Langford e mais arremessos do perímetro para Grant Willians, só assim melhoraremos o banco

  2. Lucas Soares Jardim

    Eu realmente acho que agora que mando de quadra não vale muita coisa, os nossos jogos são bem inúteis, o máximo que podemos fazer é tentar fugir de um confronto contra o 76ers no primeiro round.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *