Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Allen demonstra evolução

 

Ou Doc Rivers é um mestre do segredo, ou Tony Allen realmente não tinha idéia de que ele estaria jogando ontem à noite contra o Nuggets.

Allen, que prometeu estar sempre pronto, para quando for necessário jogar, teve seu nome chamado ontem à noite, e correspondeu.

A pouco tempo atrás, veio a tona uma notícia de que Tony Allen não estava satisfeito com seu pouco tempo em quadra. Ontem, Rivers passou parte de sua conferência de imprensa antes do jogo discutindo porque Allen não estaria tendo minutos para jogar futuramente. Havia mais jogadores para terem a sua chance, como Nate Robinson, Michael Finley e Marquis Daniels, que deveriam ganhar mais minutos do que Tony Allen, agora.

Mas, a menos de três minutos jogados no segundo quarto, Daniels, que tinha acabado de fazer a sua segunda falta, foi para a reserva. E com Paul Pierce já no banco com duas faltas, Rivers foi forçado a colocar Tony Allen.

“Eu não acho que Marquis estava jogando mal, mas eu pensei que precisava de mais energia”, disse Rivers.

E ele conseguiu. Allen marcou 10 pontos em 7 minutos e 45 segundos no primeiro tempo, ajudando o Celtics a ter 10 pontos de vantagem, apesar da ausência de Pierce. Tony Allen terminaria o jogo com 13 pontos, errando apenas um arremesso.

“Eu sou como um assassino silencioso, que está no banco, e sempre que você o liberar, ele vai estar pronto”, disse Allen. “Não é nenhuma frustração por ficar no banco, porque eu sei que eu sou capaz.”

O ala é mais conhecido por ser um jogador muito bom na defesa, e teve um papel importante deixando o Nuggets com menos pontos que o Celtics.

“Eu tinha muito o que fazer, estava jogando contra Chauncey Billups, Carmelo Anthony, JR Smith”, disse Allen. “Eu estava apenas tentando ganhar meu espaço aéreo, me certificando que iria dificultar o jogo deles, e fazer com que os outros caras nos não derrotassem.”

Paul Pierce disse: “O Tony merece elogios, porque como ele é um jogador jovem, quando você vai pro banco ou você não joga alguns jogos, você pode voltar e incomodar a equipe adversária… Esta noite foi uma noite em que precisamos dele. E ele estava lá. ”

Tony Allen. Uma das estrelas do jogo. Quem diria!

Fonte: www.boston.com

Por: Guilherme Camillozzi

Author avatar
Redação Celtics Brasil

2 comentários

  1. Rafael Forner

    Vontade, qualidade e potencial fisico ele tem, fala por a cabeça no lugar mais vezes, só isso.

  2. Robert William Carlos

    gosto mto do Tony,pra mim é mais jogador que o Daniels,minha opinião

    so é meio lento pra pensar!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.