Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Bill Russell será homenageado com uma estátua em Boston

11 vezes campeão da NBA, cinco vezes MVP da liga, 12 temporadas como All-Star, dono da camisa 6 aposentada no TD Garden, melhor reboteiro do campeonato por cinco vezes, campeão olímpico com a seleção norte-americana, membro do Hall da Fama do basquete e da FIBA e responsável por dar nome ao troféu de MVP da NBA Finals. Para citar os feitos de Bill Russell, histórico pivô do Boston Celtics entre 1956 e 1969 e considerado um dos maiores atletas não só da franquia, mas também do basquete, é preciso puxar o fôlego: são raríssimos os atletas na história a serem tão vencedores quanto ele foi, sendo que boa parte dessas conquistas foi com a camisa verde e branca.

Por tantas façanhas e pela referência que se tornou de basquete, Celtics e Boston, muitos torcedores estranhavam a ausência de uma homenagem a um dos seus maiores ícones na capital de Massachusetts, tal como aconteceu com Red Auerbach, histórico treinador do Celtics, que tem uma estátua na cidade. Entretanto, os celtas já podem comemorar: a empresa de arquitetura Pressley Associates, juntamente com a artista Ann Hirsch, serão os responsáveis pelo “The Bill Russell Legacy Project”, que inclui uma estátua do pivô na Plaza of Champions, localizada no Boston City Hall Plaza. Os trabalhos foram iniciados na segunda-feira (16).

No site da Pressley, já há uma descrição de como será o monumento. “A estátua em si vai retratar o Sr. Russell durante seus anos de treinador e jogador do Celtics. Ele está de uniforme, com uma bola de basquete nas mãos posicionada para ser passada a um companheiro de equipe. A estátua ficará sobre 11 pedestais de granito, que simbolizarão os campeonatos conquistados com o Boston Celtics. Desses pedestais, haverá um aberto, com a frase “Trabalho em equipe” gravada de um lado e, do outro, sua famosa citação: “A medida mais importante para saber o quão bem eu joguei uma partida foi o quão melhor eu fiz pelos meus companheiros”.

Como conta o jornalista Jay King, do Masslive.com, o movimento para a construção de uma estátua de Russell em Boston ganhou força a partir de um artigo escrito por Paul Flannery na “Boston Magazine”, em dezembro de 2010. Dois meses depois, foi a vez de Barack Obama, presidente dos EUA, fazer um apelo pela criação da homenagem ao ex-pivô, durante a entrega da Medalha Presidencial da Liberdade. Logo em seguida, o prefeito de Boston, Thomas Menino e Stephen Pagliuca, um dos donos do Celtics, tiveram conversas preliminares sobre a estátua.

Depois de tanta discussão e atrasos, as obras enfim tiveram seu início, com a data de conclusão ainda incerta. Certa mesmo só a ansiedade dos moradores de Boston e dos milhares de celtas espalhados pelo mundo, que querem ver, o quanto antes, a homenagem a um de seus maiores ídolos.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

8 comentários

  1. PHABIO PASSOS

    Que bom ter esta homenagem a extraordinário jogador e lenda viva BILL RUSELL, grande idolo de varias geraçoes ,ter este tipo de homenagem gratificante e que bom ter ele como referencia ao time,parabens boston pela homenagem

  2. Renzo

    Russell foi vítima de muito RACISMO durante toda a sua carreira (e até mesmo por parte dos torcedores celtas), fato que o levou a se distanciar bastante do Boston Celtics e da cidade de Boston após sua aposentadoria.
    Ele, inclusive, se recusou a comparecer à cerimônia de retirada de sua camisa nº 6.
    Com o passar dos anos e a sabedoria da idade, Russell repensou sua postura e tornou-se mais acessível.
    Leiam sua história.
    O fato de essa estátua ter demorado tanto tempo para sair do papel certamente tem muito a ver com isso.

  3. João Gabriel

    Ta ai um cara q queria ver jogado.. huauhauhauha dizem q o unico q conseguia marcar wilt.. kkkkkkkk o cara fazia 30 pontos e falavam q russel engoliu ele no jogo ahuuhauhahuahuahuhua esse cara deve ter sido um mostro defensivo e reboteiro

  4. PHABIO PASSOS

    bem falando em russell,o site prestou uma bela homenagem ao nosso maior treinador RED, e muito legal e boa homenagem do site…valeu RED….

  5. […] da NBA, foi um deles)e também dos proprietários e do treinador do Celtics, foi revelada a estátua que o homenageia. Dois dias antes, na quarta-feira (30), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, conferiu […]

  6. Walter Handro

    Eu vi Bill Russel jogar, no ginásio do Pacaembu, na década de 50!

  7. Walter Handro

    Eu vi Bill Russel jogar no ginásio do Pacaembú, década de 50!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.