Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Brad Stevens fica em quarto na eleição para treinador da temporada

Enquanto se prepara para o segundo duelo entre Celtics e Cavaliers, o jovem treinador Brad Stevens foi agraciado com uma bela notícia no dia de hoje.

O treinador, que disputa apenas sua segunda temporada na NBA, terminou em 4º lugar na eleição para treinador da temporada.

Stevens, 38 anos, recebeu 2 votos para melhor treinador da temporada (cada voto, para 1º lugar, vale 5 pontos); 4 votos para segundo melhor treinador (cada voto vale 3 pontos); e 28 votos (1 ponto cada) para terceiro melhor treinador, terminando a eleição com um total de 50 pontos.

O técnico do Atlanta Hawks – Mike Budenholzer – foi o vencedor do prêmio na temporada 2014/2015, ao angariar 513 pontos. O calouro Steve Kerr, do Golden State Warriors, foi o segundo, com 471 pontos. Por fim, Jason Kidd, do Milwaukee Bucks, fechou o top 3, ao conseguir 57 pontos.

Stevens apareceu na lista de 26,2% dos 130 eleitores, que são narradores ou jornalistas americanos e canadenses, que cobrem a NBA. Os 2 eleitores, que deram seus votos de melhor treinador para Stevens, foram o narrador Mike Tirico e o jornalista Ralph Lawler. Você pode conferir todos os votos ao clicar aqui.

Não há dúvidas que terminar em 4º lugar, enquanto disputa apenas sua segunda temporada, é um incrível feito, sobretudo ao notarmos que o Celtics terminou com uma campanha negativa (40-42).

Stevens terminou a frente do lendário Gregg Popovich, do San Antonio Spurs, que apareceu em 5º na eleição (com 38 pontos). Popovich é um treinador que, diversas vezes, expressou sua admiração pelo talento de Stevens como técnico. Popovich foi o único treinador, além de Budenholzer e Kerr, a receber mais votos para melhor técnico (recebeu 3 votos) do que Stevens.

Como dito acima, o Celtics terminou a temporada regular de 2014/2015 com um retrospecto de 40 vitórias em 82 jogos, alcançando o 7º lugar na Conferência Leste. Tal campanha representou um avanço de 15 vitórias, comparado ao desempenho conquistado em 2013/2014, temporada de estreia de Stevens, quando terminou com 25-57.

O último treinador celta a vencer o prêmio de treinador do ano foi Bill Fitch, na temporada 1979/1980. Tom Heinsohn (1972/1973) e Red Auerbach (1964/1965) foram os outros treinadores celtas a conquistarem tal honraria.

Red Auerbach, inclusive, dá nome ao prêmio de melhor treinador da temporada. A lenda celta liderou a franquia a 9 títulos entre os anos de 1956 a 1966.

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

8 comentários

  1. The Real Jay

    Alguém poderia me dizer esse lance de FA. Restrito, Irrestrito e Player Option.

    • Jota

      Free Agents = Agentes livres (Jogador sem contrato)

      Restrito = Seu contrato é de um agente livre, mas o time que detém seu contrato tem direito de cobrir qualquer oferta.

      Irrestrito = Seu contrato é de agente livre e o jogador pode escolher com quem assinar sem ter nenhuma oferta do time de onde tá saindo.

      Player Option = O jogador escolhe se quer ficar para mais (Normalmente) 1 ano de contrato com seu atual time ou se vai ser um agente livre e se mudar para outro.

      Tem Option = O time pode escolher se vai estender por mais 1 ano o contrato do jogador ou se vai dispensá-lo.

      Isso é o resumo bem básico mesmo.

    • Aluisio

      FA Restrito – Quando o time detentor dos direitos do jogador pode cobrir qualquer oferta que o mesmo venha a receber, exercendo assim a opção de continuar com o jogador cobrindo a oferta de outro time.

      FA irrestrito – Pode receber ofertas a torto e a direito, e podendo aceitar qual lhe agradar mais.

      Player Option – Quando o jogador decide se ele deseja permanecer no time por mais um ano ou não.
      Caso não queira, torna-se FA Irrestrito.

      Resumidamente é isso.

  2. Jota

    Que notícia maravilhosa! De verdade!

    Isso turbina e muito o fator “ser atrativo para free agents”. Stevens já se mostrou um excelente treinador com a reviravolta da temporada com o pouco que lhe foi dado. Quero muito vê-lo com um bom time, com pelo menos 1 All-Star.

    Acho que os agentes dos jogadores com certeza levarão isso em conta na hora de definir um caminho para seus jogadores, pelo menos eu espero.

    • Barry

      Conta sim cara.Tem jogador que só quer grana, mas com certeza tem aqueles que querem uma carreira vitorioza na NBA, e ser treinado por um bom tecnico conta muito.
      Acho essa classificação de playoffs, esse jogo duro contra o Cavs e o Stevens sendo reconhecido, nos dá um up muito grande pra brigar na essa FA.

  3. Renato

    Concordo com Jota e Barry,

    Grana faz diferença, mas o grande plus que cada equipe pode oferecer sao titulos e visibilidade.

    Celtics nessa temporada ofereceu tudo o que interessa a um FA, bom tecnico, bons executivos, equipe guerreira, cultura vencedora , ativos e grana.

    Vamos ver como o Ainge consegue se aproveitar dessa vantagem negocial.

  4. […] de vencer e colocar sua equipe na direção das vitórias. Já em sua segunda temporada na NBA, o quarto melhor técnico da temporada 2014/2015 conseguiu navegar pelas águas dos Playoffs. Ele está tendo, a cada jogo, um novo e maior teste, e […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.