Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 106 x 77 Heat

Mesmo desfalcado de Kevin Garnett, a equipe de Boston passa com facilidade pelo Miami Heat e vence o segundo jogo da série.

http://www.youtube.com/watch?v=JN507X8akwM

Após a expulsão por uma partida do Ala Kevin Garnett, a dúvida era quem seria seu substituto. Gleen Davis e Rasheed Wallace eram as opções mais prováveis, com Shelden Willians correndo muito por fora. No fim das contas, o bom desempenho no jogo 1, e as declarações de Perkins pesaram para que o escolhido para iniciar a partida fosse o Big Bay, Gleen Davis.

1ª Quarto

Personagem do dia fora de quadra, Gleen Davis tratou de mostrar ao Heat que também o seria dentro de quadra.
Com muita explosão e vontade, o jovem ala não se intimidou e tratou de encarar a marcação adversária, com isso, acabou sofrendo vários bloqueios, sendo que quatro deles vindo de Jermaine O’Neal.

Porém nem por isso Gleen Davis deixou de tentar suas investidas, e com isso ia cavando seus pontinhos e recebendo muitas faltas dos adversários. Os demais jogadores de Boston faziam partidas discretas, boas, mas sem nenhum destaque.
Do outro lado, a equipe de Miami sofria com a forte marcação do time da casa e nem mesmo o astro Dwyane Wade conseguia se destacar.

O time celta até conseguiu abrir uma boa vantagem de 9 pontos no meio do período, mas duas bolas de 3 seguidas do Heat trataram de pulverizar a vantagem e as duas equipes terminaram o primeiro quarto empatadas em 23×23.

2ª Quarto

Veio o segundo quarto e a equipe de Miami deu sinais de melhora. Com 4 pontos nos segundos iniciais, passou a frente no placar e dava pinta de que faria mais um confronto equilibrado, decidido no quarto final.

Ledo engano. O que se viu daí em diante foi um surpreendente massacre por parte do time da casa.
Deste momento em diante, sofrendo com a fortíssima defesa celta, o time de Miami só conseguiria fazer mais 6 pontos em todo os 11 minutos restantes do quarto.

Já a equipe de Boston, se mantinha equilibrada no ataque e agora além de Gleen Davis, o Heat começava a ser incomodado por Ray Allen e dia de mão calibradíssima. Fim de quarto e o Celtics foi para o intervalo com uma confortável vantagem de 16 pontos (49 x 33)

3ª Quarto

Apesar da grande vantagem no placar, nenhum torcedor da equipe de Boston já se sentia vitorioso. Todos eles cansaram de ver durante a temporada regular, grandes vantagens do time verde, serem pulverizadas no terceiro quarto das partidas.

Terceiro quarto que a dois anos atrás era tido como o mais forte da equipe, mas que hoje é o que mais causa preocupação.
Porém a equipe de Boston tratou de colocar essa incerteza por água abaixo e voltou mantendo o ritimo do ultimo quarto.
Com marcação dupla, Wade não consegui levar seu time a uma reação e seus companheiros o decepcionavam constantemente.

Entre as maiores decepções da partida, estava o Pivo Jermaine O’Neal. Dono do maior salário da equipe e terceiro maior salário de toda a NBA, Jermaine levou um baile do reserva celta e muito mais baixo, Gleen Davis.
Além disso a atuação de Jermaine no ataque era sofrivel, com 1 acerto em 10 tentativas e miseros 2 pontinhos na partida.
Sem contar com a ajuda dos companheiros então, Wade passou a jogar sózinho e a tentar varias bolas de 3pts, conseguindo acertar varias delas.

Porém o esforço de Wade era em vão, já que a este momento a defesa do Heat praticamente não existia e dava espaço pra Ray Allen guardar cestas de 3pts, uma atrás da outra. Foram 4 seguidas só no 3ª quarto e 7 no total.
Com isso a equipe verde fez ótimos 36 pontos no período e foi para o ultimo quarto com uma enorme vantagem de 26 pontos.

4ª Quarto

Sem dar sopa para o azar, a equie de Boston voltou para o ultimo quarto com a equipe titular e fazendo forte marcação.
Após 5 minutos de quarto e com a vantagem já na casa dos 33 pontos, Doc Rivers resolveu tirar todos os titulares de quadra para poupa-los para o próximo confronto.

A equipe de Miami adotou o mesmo procedimento e os minutos finais foram de troca de pontos, caminhando para um final tranquilo e uma vitória fácil e que enche de moral a equipe de Boston, para os próximos confrontos.

Destaques da partida

Celtics:

Ray Allen: 25 Pts (9-13), 5 Rebs, 3 Ass
Gleen Davis: 23 Pts, 8 Reb
Rajon Rondo: 10 Ass, 8 Pts, 7 Reb, 2 Roubadas

Heat:

Dwyane Wade: 29 Pts (11-18), 5 Assists, 2 Rebs

­Por: Daniel Emiliano

Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

8 comentários

  1. RFORNER

    Que delicia ver esse jogo, nós torcedores estávamos merecendo um jogo que time se empenhasse muito bem e que o adversário ajudasse … rsssss

    Excelente vitória ….

    E vamos para o 3×0 em Miami na sexta.

  2. joao alexandre

    UASBAUSBA’
    nada como uma boa vitória em casa com Ray Ray inspirado e Wade marcado 😀
    E vamos para o 3×0 em Miami na sexta.²
    GO CELTICS GO!

  3. Guilherme Oliveira

    Jogão!

    Se tivesse um vídeo do jogo inteiro, eu veria novamente.

  4. Maicon Janio

    para mim a diferença foi o Ray Allen talvez tenha deito seu melhor jogo no ano .

  5. willian

    Mo jogão ,o davis e allen jogaram muito !!!

  6. Vixi… realmente num esperava tanto de davis não.. Jogo mtoo!
    Bora pro 3 X 0 =)

  7. Lurival Jones

    Realmente esse jogo foi mais tranquilo que a a primeira partida.
    3×0 fácil, principalmente porque o Kevin Garnett vai estar em quadra novamente.

  8. Só 4 palavras: Raaaaaaaaaaaaayyy Aaaaalleeennnn foooooor thrreeeeeeeeeeee!!!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.