Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 80 x 88 Knicks

Orgulho Celta. Como essa palavra vem sendo repetida por nós torcedores ultimamente, não é mesmo?

E como não ter orgulho dessa equipe? Não tem como! Nem com a derrota e a eliminação para o Knicks.

Se você é um celta, sabe o que eu digo. Se você não é torcedor do Celtics, mas está lendo esse artigo e viu o jogo de ontem, então você também sabe o que estou falando.

Após um começo de partida terrível onde nada dava certo ofensivamente e Pierce fazia sua pior apresentação dos últimos anos, o Celtics terminou o primeiro quarto tomando uma surra de 24×10.

Torcedores de muitas franquias já se dariam por vencidos, mas os celtas não. Torcedor celta está acostumado a torcer pra uma montanha russa e sabe que uma vantagem de 20 pontos não representa uma vitória e que uma desvantagem de tal placar também não significa uma derrota.

Sendo assim, todos aguardavam pelo segundo quarto pra ver se a maré mudava de direção.

Aparentemente a maré deu uma amenizada, o quarto foi equilibrado e o Celtics foi com uma desvantagem de 12 pontos para o intervalo.

12 pontos ? Ammm, resultado completamente reversível pensavam todos.

Então veio o terceiro quarto, o Knicks continuava melhor, o ataque celta não produzia nada e já no terceiro quarto, faltando 10 minutos para o fim do jogo o resultado no telão já mostrava 26 pontos de desvantagem em um humilhante 49×75.

Humilhante? Essa palavra não combina com o Boston Celtics que eu conheço.

O Boston Celtics que eu conheço combina com raça, superação, paixão e outros palavras mais.

E na mais pura demonstração de todas essas palavras, o que se viu em quadra nos minutos seguintes foi simplesmente incrível, a mais perfeita encarnação do que é o orgulho celta.

9 minutos e 25 segundos para o fim, Bass pega um rebote, toca para Bradley que avança, entra no garrafão, corta o marcador e arremessa para marcar os dois primeiros pontos do que seria um dos maiores “runs” da história dos playoffs da NBA.

Com uma defesa sufocante forçando o Knicks a vários erros e um contra ataque rápido o Celtics foi cortando a vantagem de forma assustadora, fazendo 20 pontos contra nenhum do adversário em apenas 3 minutos e meio, para fica a apenas 6 pontos do adversário com mais de 5 minutos de partida pela frente.

A sequencia foi quebrada por um erro de Pierce que se descuidou e viu Shumpert roubar a bola e fazer 2 pontos no contra ataque.

Sem problemas, o Celtics foi eficiente nas duas jogadas seguintes e a desvantagem foi cortada para apenas 4 pontos.

A torcida mesmo acostumada com as “montanhas russas” celtas não acreditava no que via em quadra. Os jogadores do Knicks não acreditavam, os narradores não acreditavam. Em suma NINGUÉM acreditava. O que o Celtics fez naquele momento foi histórico!

O resto é história.

Exaustos, os jogadores do Celtics não tiveram mais força para continuar com a reação e o Knicks conseguiu contornar a situação até o fim, saindo vencedor da partida e da série.

Uma derrota dura, ainda mais por conta das incertezas para com o futuro de dois dos maiores ídolos da história do Celtics, mas que mesmo assim deixou um enorme sentimento de orgulho para todos os torcedores celtas.

O campeonato não foi perdido nessa sexta feira. O campeonato foi sendo perdido ao longo do caminho, com as graves lesões de Rondo, Sullinger e Barbosa, atletas muito importantes para o esquema tático da equipe, principalmente no quesito ofensivo que foi o grande problema da equipe nos playoffs.

No fundo todos sabíamos que o título era difícil e que o importante era apenas fazer um playoff de forma digna, e assim foi, o Celtics caiu, mas caiu de pé, como nenhum outro.

Caiu exalando orgulho, caiu dando lições, e principalmente, caiu ganhando o respeito de todos, seja torcedor celta ou não!

Parabéns Celtics!

Abaixo, ao invés de colocar os melhores momentos do jogo, fiquem com o vídeo da sequencia de 20 pontos, pois é ela que vai entrar pra história e não a derrota:

[youtube id=”25WBfFZu83A” width=”620″ height=”360″]
Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

52 comentários

  1. Mauro Silva

    Vlw Celtics.. Vlw aos jogadores, a diretoria e aos torcedores que sempre estiveram com nos.. Espero que a next season seja otima, temos que trazer uns 2 ou 3 nomes de peso. Abraço a todos!

  2. joao celta

    EMOCIONANTE BASQUETEBOL , EU AMO O CELTICS FOI INCRIVEL ESSE CORTE DE DIFERENÇA.
    O CELTICS ME EMOCIONA

  3. Daniel Ferreira

    Muito triste pelo final da carreira de KG e Pierce, mas é isso aí vamos fazer uma boa offseason e formar um time em volta do Rondo.

  4. Diego

    Apoiar só na vitória não dá! É por isso que, como torcedor do Celtics, admiro muito nossa postura em quadra. Não existe jogo perdido! Nem que terminássemos fora da zona de classificação deixaríamos de apoiar o time. Agora é seguir em frente e montar um time mais forte e evitar lesões. Vamos lá! Temos tudo para vencer mais um campeonato na próxima temporada!

  5. Victor

    Celtics é o único que consegue transformar a derrota em algo glorioso, seja Heat, Thunder, Spurs estão pelo menos 100 anos atrasados para chegar no que somos

  6. Vittos

    Sem comentários, não só o jogo de ontem, mas a vitória em NY foi de uma raça incrível.
    Além da tradição, ainda acho que o Doc é um dos responsáveis por fazer o time vibrar e jogar na raça mesmo quando não dá pra levar só na bola, é sem duvidas um dos melhores treinadores da liga, mas muitos aqui discordam, normal.

    • Daniel Emiliano

      A parte EMOCIONAL do Doc Rivers acho que nunca foi discutida por ninguém.

      Ele é provavelmente o treinador que mais consegue tirar algo do seu time no quesito psicológico, e isso é fato.

      Suas falhas são no campo tático e técnico, não no emocional, porque nisso ele é pró!

  7. Thiago Matos

    Para quem não conhece……..

    MUITO PRAZER, ESTE É O BOSTON CELTICS!
    O MAIOR CAMPEÃO DA NBA!

  8. Thiago Matos

    Hora de pensarmos na próxima temporada e surgem alguns pontos.
    PRIMEIRO:
    A volta saudável de nosso ALL STAR, não tenho a menor duvida de que o Rondo estará quebrando tudo já no primeiro jogo da pré season, afinal estava até aquecendo com a equipe dias desses, esse cara é Muito importante para nossa equipe, primeiro é um líder dentro de quadra, segundo líder em assistências da NBA por duas temporadas seguidas, facilitando e MTOO a vida do nosso ataque, terceiro melhora seu arremesso a cada dia, quarto é o jogador com mais Triple Doubles do últimos anos, tem mais que o Lebron que todos babam o ovo pq ele faz de tudo na quadra, e por ultimo É O SUCESSOR DO ORGULHO CELTA, a raça e vontade dele não deixa a do KG a desejar.
    SEGUNDO:
    Contratações na Off-Season.
    Precisamos de no mínimo um BigMan para o quinteto inicial e outro para rotação e um PG reserva pro RR. O que nos complica nisto é o CAP, o salário de PP e KG causam muito impacto no nosso CAP sendo que estas presas somente podem ser adquiridas em trocas ou Draft. Quantas escolhas temos esse ano?
    Acredito q o bigman será draftado.
    TERCEIRO:
    Manutenção, troca ou aposentadoria de PP34 e KG.
    Esses são os dois pilares de nossa equipe, e o que circula por ai é que não devem voltar ao Celtics na próxima temporada. Sei que não são jovens e existe a dificuldade de se acompanhar o jovens, a NBA mudou muito de alguns anos pra cá, muita explosão, diria ,explosão demais, e jogadores como eles são um duro danado pra acompanhar essa molecada que só sabe correr, também existem os problemas das lesões, o KG sofreu demais nesta temporada sendo que o próprio Doc disse que ele precisa chegar antes de todos nos treinamentos para realizar sessões de alongamentos e massagens para aguentar o ritmo dos treinamentos. Agora vcs devem estar pensando que por min PP e KG não devem fazer mais parte de nossa equipe no próximo ano né?
    MUITO PELO CONTRARIO, vejam abaixo e analisem essa possibilidade que venho pensando desde ontem:
    Iniciais:
    PG- Rondo – Gênio!
    SG- Bradley – Defensor de Elite!
    SF- Green – Nossa nova maquina de pontuar e ótimo defensor.
    PF- Sullinger- ótimo calouro, já provou ter condições de atuar na NBA, ótimo reboteiro e sabe tratar bem a bola no garrafão.
    C – Vago.

    Reservas
    PG- Vago
    SG- Terry – pelo visto lembrou que sabe jogar.
    SF- Pierce- sem comentários
    PF- Vago
    C – Garnett- sem comentários.

    Isto é apenas um pensamento meu, claro que ambos precisam aceitar estes novos papeis, mas vamos pensar um pouco, IMAGINEM O ESTRAGO QUE PP, KG E JET FARIAM JUNTOS CONTRA OS RESERVAS DAS OUTRAS EQUIPES! Sei que isso é difícil de acontecer, mas eles continuariam sendo de suma importância para a equipe, imaginem um jogo Lakers e Celtics, um jogo disputado entre os titulares, então eles vão para o banco descansar e entram, Duhon, Goudelok, Meeks, ebanks e Sacre, posso até ver o desespero desses coitados tendo que enfrentar nossos “reservas de luxo” em quadra, e vou além, a pressão será tanta que obrigará os melhores jogadores a permanecer em quadra para evitar o vexame, os cansando nos finais de partida. Nossa rotação seria temida por todos.
    Efim gente, posso estar viajando mas gostaria muito que esses dois permanecessem em nossa equipe por pelo menos mais uma temporada, e podermos dar de presente a estes monstros mais um anel.

    Desculpem pelo tamanho do texto mas esta ai tudo o que penso e gostaria que acontecesse.

    #LetsGoCeltics!!!!!

  9. Vinicius Simões Bravo

    Esse é o momento para a mais delicada das perguntas: E agora, como será o Futuro?

  10. matheus

    Jooooooosh smith pleaseeeeee!

  11. Guilherme Domingues

    Daniel Emiliano e fãs do melhor time de basquete da história, Por Favor, queria saber sua(s) opinião(ões):
    Na próxima temporada, com possibilidades de aposentadoria dos nossos ídolos (PP, KG) quais são as possibilidades de eles aceitarem um reajuste nos seus salários e baixá-los significativamente para contratar novos e bons jogadores, e de eles aceitarem ficar no banco (já que provavelmente não aguentarão a próxima temporada jogando 30 min p/ jogo)?

  12. Joao Gajo Gatzk

    “Humilhante? Essa palavra não combina com o Boston Celtics que eu conheço.”

    no terceiro jogo da série foi humilhante, sim!

  13. Raphael

    isso sim é jogar com orgulho e respeito a torcida tenho muita satisfação em dizer q sou torcedor do Boston Celtics. LETS GO CELTICS!

  14. Pedro

    Jogou muito, a equipe chegou muito perto dos Knicks no segundo tempo

  15. Lucas Baggio

    Jogou com raça no final e isso é muito bom, mas se não reformular o elenco e mudar a maneira de jogar, não vamos conseguir nada na próxima temporada novamente…

  16. simão pedro sguarezi

    sem palavtas LET’S GO CELTICS

  17. Rajon Rondo

    Relax niggaz, Josh Smith is coming to Celtics!!! I’m excited for play with my brother again. Let’s Go Celtics, see u in Boston.

  18. RONDO09

    É engraçado mas acho q Josh Smith é o sonho de qql Celta no momento… É meio q uma unanimidade entre nós….
    Daniel pelo que leio e vejo nas declarações do pessoal do time e mídia acho q KG e PP34 n voltam pra próxima temporada…
    Alguma possibilidade de trazer Josh Smith nessa hipótese?

  19. RONDO09

    Tony Allen esta disponível para a próxima temporada…
    Monstro defensivo e muito bem no ataque tb…
    Seria outro sonho para o meu Celtics

  20. lodymd

    Orgulho. Ja define tudo!
    Bom, eu quero o Pierce pro ano que vem… Mas com certeza eu vou querer isso até o ultimo dia da minha vida!

  21. Fernando

    Concordo integralmente com o Thiago, essas reflexões são formas de encontrarmos um futuro próximo de sucesso, respeitar e prestigiar nossos atuais símbolos. Penso que PP e KG possam abrir nosso CAP, mas sem que o Celtics faça uma proposta vexatória. Precisamos deste equilíbrio para oferecemos a possibilidade de título.

  22. Weronica Simão

    Incrível, simplesmente incrível!

  23. luan

    aaaafff meeeu……….séloko…………tem coisas qi nao tem explicaçao…..realmente historico

  24. Willian

    é verdade que o KG vai fazer cirurgia nos 2 joelhos ????

  25. Thiago Matos

    A torcida gritando DEFENNNSSEEE, DEFEEENNNSSEEEEE é uma coisa que arrepia!

  26. Marcos Adriano Gonçalves

    É pessoal a temporada já era…mas já já recomeça e com ela o Celtic’s Pride mais forte ainda Go Go C’s!!!

  27. Danilo Jeolás

    O cenário ideal contempla a saída de Garnett e Pierce. Falo isso com dor no coração pois são dois ídolos e Pierce talvez seja Top 3 na história da franquia, até pelo período de abnegação nas fases ruins, jogando com Potapenko, Welcsh, Mihm, LaFrentz etc.

    Mas o rebuilding é inevitável e adiá-lo apenas para brigar por playoffs sem mando é contraproducente.

    Ainge é excelente drafter e a franquia com um CAP aliviado atrairá excelentes jogadores para dar musculatura à nossa boa base que tem Rondo, Sullinger, Lee e Green.

    Orgulho sempre deste time e destes caras. Mas precisamos olhar para o futuro. Com um pouco de sorte teremos um timaço em duas ou três temporadas.

    • Thiago Matos

      Com esse CAP disponível, Josh Smith será nosso jogador na proxima temporada, disso não tenho dúvidas.

      Caso ambos permaneçam por mais um ano, o contratado será Kevin Love.

  28. Felipe

    Dwight Howard, Josh Smith, Andre Iguodala, Al Jefferson, Paul Millsap, Chris Paul, Brandon Jennings. Mas também existem bons jogadores que serão Free-Agents.

    Segue a lista dos principais nomes: Jeff Teague, Kyle Korver, Andray Blatche, Gerald Henderson, Nate Robinson, Darren Collison, Shawn Marion, O.J. Mayo, Anthony Morrow, Jose Calderón, Richard Jefferson, Carl Landry, Brandon Rush, Tyler Hansbrough, D.J. Augustin, David West, Matt Barnes, Chauncey Billups, Lamar Odom, Ronny Turiaf, Earl Clark, Antawn Jamison, Jodie Meeks, Metta World Peace, Tony Allen, Ray Allen, Chris Andersen, Mario Chalmers, James Jones, Rashard Lewis, Monta Ellis, Samuel Dalembert, J.J. Redick, Chase Budinger, Nikola Pekovic, Andrei Kirilenko, Chris Copeland, J.R. Smith, Ronnie Brewer, Kevin Martin, Andrew Bynum, J.J. Hickson, DeJuan Blair, Boris Diaw, Emmanuel Ginobili, Patrick Mills, Tiago Splitter, Tyreke Evans, Mickael Pietrus, Randy Foye, Mo Williams, Trevor Ariza e Emeka Okafor essa é a lista de jogadores free… quais vcs acham que o celtics deveria contratar?

    • Thiago Matos

      Se tivermos o espaço em CAP pelas saidas de KG e PP34, EUUUU, opnião bem pessoal, iria CORRENDO atras do D12, J-Smoove tbm é ótimo mas o D12 é um cara capaz de levar uma franquia ao titulo, mas tem todo o histórico de problemas extra quadra dele, mas devemos focar em D12, J-Smoove, e Big Al.
      os armadores são desnecessarios pois temos RR9.

    • RONDO09

      Tony Allen, Josh Smith, e um 5 descente…

  29. Fernando

    Devemos manter nossa base. Passar alguns titulares para o bench e contratar 2 ou 3 nomes para jogar na linha inicial. Claro que isso passa por novos acordos com PP e KG, que na minha opinião devem ser mantidos. Eu questionaria ambos se pretendem atuar na próxima temporada. Se pretenderem, se querem continuar conosco (o que me parece evidente). E se quiserem continuar eu questionaria o que estão dispostos a fazer em termos salariais para montarmos uma equipe campeã. Penso que o mínimo de respeito que devemos ter com ambos.

  30. Fernando

    Na lista de agentes livres temos várias opções para montar um time interessante. Ellis ou Teague ou Nate para bench do Rondo, Tony Allen na rotação com Bradley, Blair ou Batche na rotação com Bass e KG. Korver é uma boa opção para as bolas de 3. Eu faria um esforço pelo Bynum ou Marion que seriam titulares. Rondo, Bradley, PP, Green e Bynum. Ellis, Tony, Korver, Sully e KG. Ainda temos Bass, Jordan, T-Will, Randolph, White e Melo para incluir em negociações ou deixar um ou outro para compor elenco. Eu negociaria 3 ou 4 destes últimos.

    • Thiago Matos

      Bynum e Ellis MTOO improvável!
      O restante não é impossível, masssss precisamos de CAP disponível, o que por enquanto não temos, vamos esperar os próximos capítulos dessa novela

  31. William de Oliveira

    Tava pensando aqui no nosso futuro quinteto, Rondo, Bradley, Green, Josh Smith e Al Jefferson sera que vira?

  32. Cid Santiago

    Partida pra ficar na historia. Mostrou o que é o espirito celta e ainda foi a provável ultima partida de dois mitos. Com aquele abraço do KG no Doc quando ele foi pro banco, tenho certeza que esse não volta. Ainda tem qualidade e fisíco pra jogar na NBA, mas acho que por motivos de saúde não deve voltar. Minha tristeza e esperança fica para o Pierce. Tristeza pois uma de suas piores exibições da temporada foi nessa partida histórica. Nada caia quando ele arremessava, turnovers bobos por tentar resolver sozinho, enfim, uma partida atípica do capitão. Esperança pois esse pode continuar mais um ano, apesar de saber que se o Garnett se aposentar, ele provavelmente vai se aposentar também. Só sei que SOU TORCEDOR DO CELTICS ATÉ MORRER! 🙂

  33. Fernando

    Ellis e Bynum são difíceis mesmo. Mas, para o Ellis já temos o Jet. Para Center, nosso grande problema, podemos pensar em um pacotão com o Portland. Eu não me importaria em enviar White, Randolph, T-Will e Lee para receber Lamarcus. Será que eles topam? Eles teriam um time e nós um Center que nos daria mais 20 pts por jogo, considerando as assistências do Rondo.

  34. Fernando

    Um time com um monte de bagulho. Como o nosso banco.

  35. […] Brigando não só para voltar a jogar basquete, mas também pela vida, Green conseguiu se recuperar e ficar saudável novamente, podendo praticar atividade física e jogar basquete normalmente. Não só isso: deu uma belíssima volta por cima na competição seguinte. Como backup do titular e ídolo Paul Pierce, Green teve grandes atuações, com destaque para os game-winners contra Cleveland Cavaliers e Indiana Pacers, além dos 41 pontos marcados diante do Miami Heat, em Boston. ‘Voando’ após a cirurgia, o então treinador Doc Rivers lhe deu, com razão, uma vaga no time titular, onde manteve o nível apesar da eliminação nos playoffs diante do New York Knicks. […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.