Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 95 x 92 Grizzlies

O torcedor do Boston Celtics teve que se acostumar, nos últimos tempos, com muitos jogos decepcionantes, atuações pouco convincentes e derrotas inquestionáveis. Normal: afinal de contas, o Alviverde ainda está no meio de um processo de reconstrução, o que é fundamental na luta para voltar a ser um candidato forte ao título da NBA. Porém, as poucas expectativas deram lugar a uma grande euforia na noite de quarta-feira (11): mesmo diante de um Memphis Grizzlies com atletas experientes, uma defesa insana e a terceira melhor campanha da temporada 2014/2015, os jovens celtas contaram com o apoio da torcida no TD Garden, batalharam e fizeram a camisa pesar, vencendo o jogo por 95 a 92, como nos velhos tempos de glória da maior franquia do basquete mundial.

De volta ao time após perder alguns jogos, devido a uma lesão no cotovelo, o ala-armador Avery Bradley cometeu muitos erros durante a partida, principalmente nos arremessos de longa distância, mas foi o cestinha celta no jogo, com 17 pontos, com destaque para o arremesso decisivo a 7,9 segundos do fim. Jae Crowder, de volta ao banco de reservas, foi o atleta mais utilizado na rotação, com a ausência do lesionado Isaiah Thomas, e foi muito bem: além de contribuir com uma forte defesa, o camisa 99 anotou 16 pontos e registrou 3-4 nos arremessos de três.

Em sua melhor atuação desde que voltou de lesão, o ala-pivô Kelly Olynyk contribuiu com 15 pontos, enquanto o pivô Tyler Zeller ficou a um rebote do duplo-duplo: 12 pontos e nove rebotes. O calouro Marcus Smart, por sua vez, ficou devendo nos arremessos (apenas 2-8), mas foi fundamental com uma jogada de três pontos, no minuto final, quando o Celtics perdia por dois pontos.

Mesmo sofrendo com a marcação de Smart e um problema no tornozelo, que o tirou de combate por alguns minutos, o armador Mike Conley foi o cestinha do Memphis Grizzlies, com 20 pontos. Conley ainda teve a chance de levar a partida para a prorrogação, mas falhou no último arremesso.  O ex-celta Tony Allen (16 pontos) e o ala-pivô Zach Randolph (14 pontos) foram os outros pontuadores de destaque da franquia do Tennessee.

Ex-atleta do Boston Celtics nos últimos quatro anos, o ala Jeff Green fez a sua primeira partida no TD Garden desde que foi trocado, no início do ano, mas teve uma noite esquecível: em 31 minutos, o ex-camisa 8 marcou apenas 11 pontos. Courtney Lee, outro ex-celta, foi ainda pior, anotando apenas sete pontos em 26 minutos.

Para o Boston Celtics, o resultado em casa foi importantíssimo na luta pela classificação para os playoffs da Conferência Leste. Com 27 vitórias em 63 jogos (aproveitamento de 42,9%), o Alviverde está a 1,5 jogo de diferença do Miami Heat, atualmente na oitava colocação. O Memphis Grizzlies segue firme na vice-liderança da Conferência Oeste, com 45 vitórias em 64 duelos, mas tem poucas chances de superar o Golden State Warriors, que está na primeira posição.

Com duas vitórias seguidas, o Celtics defende a invencibilidade e o direito de brigar pelo G-8 do Leste nesta sexta-feira (13), quando recebe o Orlando Magic, em partida que será disputada no TD Garden. O Memphis Grizzlies, em tour pelo Leste, enfrenta o Chicago Bulls, no United Center, na noite desta quinta-feira (12).

Destaques do Celtics

Avery Bradley (17 pontos e cinco rebotes)

Jae Crowder (16 pontos, três rebotes e três assistências)

Kelly Olynyk (15 pontos e seis rebotes)

Destaques do Grizzlies

Mike Conley (20 pontos e três assistências)

Tony Allen (16 pontos e cinco rebotes)

Zach Randolph (14 pontos, oito rebotes e cinco assistências)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

5 comentários

  1. […] meio ao emocionante duelo entre Boston Celtics e Memphis Grizzlies, na noite de quarta-feira (11), vencido pelo Alviverde por 93 a 90, o TD Garden viveu um momento de terror. Pouco antes do fim da partida, dois torcedores com camisas […]

  2. drakes

    O toco do Smart no lee foi foda, Smart sempre bem na defesa. Kelly Olynyk voltou a jogar bem, eu até achei que ele foi bem na ajuda para cobrir o garrafão.

    E importante, o Memphis veio completo.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.