Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Giro pela NBA – 01/03 – 07/03

Saiba o que de melhor aconteceu na NBA nesta última semana

 Lesões estão acabando com o atual campeão, Rondo, Garnett, Davis e Scalabrine já estarão fora por um tempo. Rondo e Garnett super importantes para o elenco, Glen Davis de certa forma também, ele que estava substituindo KG. E o Scal… bom, também sentimos falta do Scalabrine.

O Pistons ganhou do Celtics em Boston no último domingo (01/03) por 105 x 95, a equipe de Detroit foi a primeira da conferência leste a vencer o Celtics, atuando no TDBanknorth Garden (casa do time Green).

Chauncey Billups reencontra a torcida do Pistons

O armador Chancey Billups foi negociado no início da temporada e foi para o Nuggets, que o trocou por Iverson, que foi atuar em Detroit. Billups era um líder no Pistons, havia ganho um título, na temporada 2003/04, onde foi escolhido como MVP das finais. Após a troca Chauncey Billups voltou a atuar em Detroit e foi ovacionado pela torcida, mas o novo time de Billups perdeu a partida. O jogo foi disputado na última terça-feira (03/03) em Detroit e o Pistons venceu por 100 X 95. Billups foi o cestinha da partida, com 34 pontos, mas não conseguiu evitar a derrota de sua equipe. Pelo Pistons o destaque foi Tayshaun Prince, que marcou 23 pontos.

Os recordes só existem para serem quebrados 5

O pivô veterano Shaquille O´Neal (37 anos) anotou 33 pontos na vitória de sua equipe, o Suns em Phoenix, no último domingo, contra o Lakers, por 118 X 111. Foi o primeiro jogo em que Shaq marcou 30 ou mais pontos contra o LA Lakers, Shaq saiu do Lakers em 2004, para jogar no Miami Heat e na temporada passada foi atuar em Phoenix. O´Neal havia marcado 45 pontos na vitória do Suns contra o Toronto Raptors, na última sexta-feira (27/02) por 133 X 113. Assim, Shaq marcou 78 pontos em 2 partidas, apenas um outro jogador conseguiu converter no mínimo 78 pontos em um intervalo de 2 partidas com mais de 36 anos, Michael Jordan alcançou tal feito por 2 vezes, jogando pelo Washington Wizards aos 38 anos na temporada 2001/02.

No último domingo (01/03) o armador do Dallas Mavericks, Jason Kidd distribuiu 15 assistências na vitória de sua equipe, em Dallas por 109 x 98. Com as 15 assistências distribuidas Kidd tornou-se o 4° jogador na história da liga, a ultrapassar a marca de 10.000 assistências na carreira, Jason Kidd está atrás apenas de John Stockton (15.806), Mark Jackson (10.334) e Magic Johnson (10.141).

O Utah Jazz venceu na última sexta -feira o Denver Nuggets, jogando em Salt Lake City por 97 X 91 e conquistou seu décimo triunfo seguido. O técnico do Jazz, Jerry Sloan obteve sua oitava sequência com 10 ou mais vitórias consecutivas, igualando Larry Costello e Lenny Wilkens na quinta colocação na história da liga nesse quesito. Sloan agora está atrás de Phil Jackson, que conseguiu 15 sequências, Red Auerbach (9), Billy Cunningham (9) e Pat Riley, também com 9.

Dwyane Wade, ala-armador do Miami Heat anotou 25 pontos, deu 12 assistências e pegou 8 rebotes na derrota do Heat para o Cavs em Cleveland no último sábado, por 99 X 89. Nos últimos 5 jogos Wade marcou 189 pontos, distribuiu 55 assistências e pegou 35 rebotes. Somente 2 outros jogadores alcançaram essas marcas na história da liga, em um intervalo de 5 partidas, Michael Jordan em abril de 1989 e Oscar Robertson em 3 temporadas, 1960/61, 1964/65 e 1965/66.

Paul Pierce chegou aos 18.248 pontos com o Celtics, e se tornou o 3º  maior cestinha da história Celta. Atrás apenas de John Havlicek (26.395) e Larry Bird (21.791). Parabéns Paul Pierce!!!

Subindo

O time de Salt Lake  City, Utah Jazz vem de 12 vitórias seguidas e está subindo a cada jogo, já é o 4º colocado, com um time titular muito forte, mais um banco muito regular. O Jazz vai se garantindo mais uma vez na pós-temporada. E está brigando por um mando de quadra.

Houston Rockets, o time do Texas ganhou todas as partidas em que disputou nesta semana. Tem uma campanha de 42 vitórias e 23 derrotas e aparece na incrivél 3º  posição, mesmo sem Tracy McGrady. Yao Ming e Ron Artest vem liderando a equipe, que conta também com grandes atuações do armador jovem e talentoso, Aaron Brooks.

Charllote Bobcats, o time que tem Michael Jordan como vice presidente, vem muito bem nas últimas partidas, ganhou 8 de 12 jogadas. Time que nunca foi aos playoff’s (foi criado em 2004, antes se chamava Charllote Hornets). Jason Richardson foi trocado no início da temporada, com isso muitos esperavam que o time brigaria por picks boas, mas não!. Com a saída de Richardson e a chegada de Diaw e Bell, mais a crescida muito boa de Okafor, acrescentando o talento do novato Augustin, fazem o time ter 27 vitórias e 35 derrotas, com chances de pós temporada.

O armador do Miami Heat, Dwyane Wade teve uma semana espetacular, em 4 partidas obteve médias incríveis de 35,8 pontos e 11,3 assistências por jogo.

Descendo

Denver Nuggets, após a troca no ínicio da temporada, em que trazia Billups, o time passou de uma equipe que brigaria por Playoof’s, a um time que pode brigar pelo título da confêrencia Oeste. Mas, com 3 derrotas consecutivas, o Nuggets caiu de 3º para 7º.  Mesmo com uma campanha muito boa (40 V – 25 D).

Minnessota Timberwolves, depois da contusão de Big Al, o time “desistiu” da briga por Playoof’s (se é que estava) e agora briga por uma pick melhor. Tendo apenas 18 vitórias em 63 partidas, vindo de 10 derrotas consecutivas.

Toronto Raptors, a deçepção da temporada, com um elenco mais forte do que o da temporada passada, o time começou muito mal, e continuou mal. Tem apenas 23 vitórias e 41 derrotas. Playooff’s ? sem chances para o time canadense, resta ao time se contentar com uma pick boa.

Player of the Week

O melhor jogador dessa semana é armador e foi importantíssimo para a subida de seu time na tabela. O Utah Jazz tinha uma campanha irregular na liga, ocupava a sétma colocação da conferência oeste, mas com o armador Deron Williams em grande fase e o retorno do ala-pivô Carlos Boozer o time de Salt Lake City obteve uma sequência de 10 vitórias consecutivas e pulou do 7° lugar no oeste, para o 3°.

Deron Williams teve excelentes médias nessa semana, quando o Jazz ganhou todas as 4 partidas que disputou, o time de Salt Lake City tem uma sequência de 10 vitórias consecutivas. Williams obteve médias de 25,3 pontos, 11,3 assistências e 4,0 rebotes por partida nesta semana.

Game of the Week

No melhor jogo dessses últimos 7 dias tivemos uma das partidas mais esperadas da semana, onde os lideres da confêrencia Leste se enfrentariam.

Dia, horário e local do encontro: 06/03, sexta-feira, TD Banknorth Garden, Boston Massachussets, 22h00 da noite, horário de Brasília.

Placar e destaques: Boston Celtics 105 x 94 Cleveland Cavaliers, Paul Pierce em uma partida de gala, o Boston Celtics bate o Cavaliers e cola no líder. 29 pontos e 9 assistência para o atual  MVP das finais. Leon Powe veio do banco e anotou o seu recorde de pontos da temporada, 20, além de pegar 11 rebotes (Duplo-Duplo), chutou 11 bolas e converteu 9. O time Celta conseguiu 54% de aproveitamento nos arremessos de quadra e com uma defesa fantástica, mesmo sem contar com o melhor jogador defensor da última temporada, Kevin Garnett. Mo Williams anotou 26 pontos e foi o cestinha do Cavaliers.

Por: Flávio Di Donato Catandi e Gustavo Miglioretti.

Author avatar
Flávio Catandi
Jornalista e Radialista apaixonado por basquete. Participa do Celtics Brasil desde 2008. Já foi redator, colunista e hoje é editor do site. Nas horas vagas gosta de escrever roteiros e gravar curtas e documentários. Pode ser encontrado na cidade de São Paulo com uma camiseta Celta.

2 comentários

  1. Drinho

    Lesões, lesões e lesões…

    Não sabia do Billups, que foi pro Pistons.

    Vitória do Celtics em cima do Cavs importantíssima!

    Shaq é o cara e Paul Pierce… IDEM!

  2. Cauê Carneiro

    Dwyane Wade é o cara! (gosto mto dele pq a primeira partida que realmente acompanhei até o final, sem ser do Celtics, foi do Heat contra o Lakers. Vitória do Heat, é claro ^^)
    Utah começou a melhorar justo na etapa decisiva, a segunda metade da temporada. Mas não fará nada de mais nos playoffs
    E o Celtics, mesmo com essa vitória, não acho q chega até as finais

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.