Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Hawks 118 x 107 Celtics

Frustração! Essa é a palavra que melhor ilustra o que aconteceu na noite do último sábado, 9 de abril, quando o Boston Celtics foi derrotado, fora de casa, para o Atlanta Hawks, por 118 a 107.

A equipe Celta teve um início de partida muito lento, tanto defensiva como ofensivamente. Por conta disso, o Atlanta Hawks começou o embate dominando, abrindo uma vantagem de sete pontos logo no início da partida e mantendo o ritmo intenso, obrigando Brad Stevens a pedir tempo. Após a parada, Boston voltou focado na extremidade defensiva e começou a encaixar-se no ataque. Marcus Smart acertou suas duas tentativas para três pontos no primeiro quarto, mas a equipe de Massachusetts terminou o período perdendo por 34 a 32, muito por conta de Dennis Schröder, que acertou um difícil arremesso no estouro do cronometro.

No segundo quarto, ambas as equipes voltaram focadas, e o embate tornou-se dramático. Em um ritmo de “toma lá, dá cá”, Olynyk acertou um arremesso para três pontos, e, logo em seguida, Hardaway Jr. fez uma bandeja em resposta. Com bastante intensidade, a equipe Celta conseguiu impor seu jogo e, mesmo que por um placar apertado, conseguiu ir para o intervalo ganhando por 71 a 67.

O clima de jogo de playoffs pairava sobre a Philips Arena. Era nítido que ambas as equipes estavam dando o seu máximo. O time verde, ao iniciar o terceiro quarto, entrou com muita garra e uma defesa ajustada. Chegou a abrir nove pontos de diferença no marcador, mas deixou a equipe de Atlanta passear durante os minutos finais, derrubando a vantagem e sendo passado no marcador. No final do terceiro quarto, o placar mostrava uma vitória parcial de 93 a 91 para o time da casa.

No ultimo período, o Celtics conseguiu manter o ritmo e fazer jogo duro no início. Mas com muitos erros ofensivos e muitos buracos na defesa, a equipe não teve forças para conter os inspirados Paul Millsap e Dennis Schröder. O aproveitamento de lances livres da equipe foi terrível no quarto e, ainda, as bolas de três simplesmente não caíam. Durante uma tentativa de reação, o pivô adversário Al Horford converteu um arremesso para três pontos, sepultando qualquer esperança da equipe de Massachusetts.

Após o embate, Isaiah Thomas se mostrou frustado e desabafou:

“Devido a posição em que estamos, nós precisávamos dessa vitória. Foi difícil para nós, um jogo difícil para mim, estou muito frustrado com isso. Doeu. Eu tive alguns turnover‘s que são atípicos, e, por alguma razão, eu simplesmente não conseguia converter qualquer bandeja. Eu acho que tem dias assim.”

Destaques do Celtics

Marcus Smart: 19 pontos e cinco rebotes
Jae Crowder: 16 pontos e sete rebotes
Isaiah Thomas: 16 pontos e seis assistências

Destaques do Hawks

Paul Millsap: 31 pontos e 16 rebotes
Jeff Teague: 24 pontos e sete assistências
Dennis Schröder: 15 pontos e sete assistências

Author avatar
Redação Celtics Brasil

5 comentários

  1. Fernando C. da Silva

    Paciência. Derrota aceitável. Agora, é melhor ficar em 4°, penso eu.

  2. drakes

    Com a vitória hoje do wizards contra o Hornets, Celtics só precisa vencer o último jogo contra o Heat e fica com 4 posição do leste.

    Basicamente agora, o último jogo (Boston x Miami) decide quem será o terceiro colocado.

  3. Renato

    Thomas já justificou a derrota, seu desempenho ofensivo comprometeu a nossa partida. Mérito do Hawks que soube anular nossa principal arma de ataque.

  4. Lucas Oliveira

    Isso é o que acontece quando se tem somente um pontuador acima da média na equipe. Quando ele não joga bem, a derrota é quase inevitável.
    Mais um motivo para que jogadores como o Smart treinem mais seus arremeços e jogadores como o Amir dêem mais a cara tapa, pois é muito cômodo viver só de ganhar rebotes, mas se esconder debaixo do garrafão no ataque.

  5. Mauricio Green

    Derrota normal e previsível. O Celtis jogou muito bem depois do primeiro tempo pedido pelo Brad (1 quarto) até quando abrimos 12 pontos no terceiro quarto, depois faltou consetração e perna.

    Foi um jogo de chute, o que é nosso fraco, conseguimos igualar na defesa e as bolas estavam caindo. Mas para nós era um back to back com uma viagem longa e achei que isso pessou. Os chutes param de cair, até os lance livres onde somos uns dos melhores da liga. Eles também souberam parar o Thomas.

    O jogo para valer agroa é contra o Heat. Será o primeiro de uma serei de play offs anormal de ” 8 jogos”. Vale o mando de quadra que conta muito…..

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *