Hawks 96 x 114 Celtics

Nov 23, 2018; Atlanta, GA, USA; Boston Celtics forward Gordon Hayward (20) drives on Atlanta Hawks guard Justin Anderson (1) in the second quarter at Philips Arena. Mandatory Credit: Brett Davis-USA TODAY Sports

O triunfo na noite da última sexta-feira (23), pelo placar de 114 a 96, foi obtido de forma tranquila pelo Boston Celtics sobre o Atlanta Hawks. Com contribuição de todos os jogadores que entraram em quadra pela franquia de Massachusetts, uma excelente vantagem de 20 pontos foi aberta ainda no primeiro quarto da partida. A vitória de ontem encerrou a sequência de três derrotas sofridas pelo maior campeão da história da NBA, mantendo o time na 6ª colocação da Conferência Leste.

Apesar da equipe de Atlanta ser bastante fraca, sendo a pior campanha da liga atualmente, o time comandado pelo técnico Brad Stevens estava bastante afiado no início do jogo. A confortável vantagem foi construída ainda no primeiro quarto, quando a equipe teve aproveitamento de 64% dos arremessos de quadra, sendo 67% nas bolas de três pontos. O alviverde de Boston conseguiu, entre os primeiro e segundo quartos, acertar oito bolas de três pontos seguidas, fato raro nesta temporada.

A distância no placar chegou a 29 pontos, permitindo ao técnico Stevens poupar seus jogadores, já que esta partida foi a primeira de um back-to-back, sendo Terry Rozier o atleta que mais jogou, com 25 minutos apenas. O destaque celta no jogo foi o pivô Aron Baynes, que novamente começou a partida como titular. O australiano anotou 16 pontos e pegou 9 rebotes. O ala Jayson Tatum contribuiu com 14 pontos em eficientes 6 acertos em 11 tentativas.

O astro Kyrie Irving, que jogou somente 20 minutos, foi discreto e anotou 13 pontos. O ala Gordon Hayward, deslocado para o banco de reservas, fez 11 pontos, pegou 5 rebotes e distribuiu 4 assistências, bons números para apenas 22 minutos jogados. Hayward vem evoluindo fisicamente, o que pode ser mais facilmente notado em sua contribuição defensiva.

Pelo lado da franquia do estado da Geórgia, era esperado um bom desempenho do calouro Trae Young, o que não aconteceu. O armador terminou o jogo com somente 5 pontos e 19 minutos jogados. A maior contribuição veio do banco de reservas, com o armador Jeremy Lin, que fez um duplo-duplo de 19 pontos e 10 assistências, bem como o pivô Alex Len, que era dúvida antes da partida, anotando 17 pontos. O time de Atlanta segue sofrendo na atual temporada, mantendo o posto de pior mandante da liga, com apenas duas vitórias em 9 jogos disputados em seu ginásio. Além disso, a derrota de ontem foi a décima seguida da equipe comandada pelo técnico Lloyd Pierce.

O Boston Celtics jogará a segunda perna do back-to-back na noite deste sábado (24), às 23h30 (horário de Brasília), quando irá ao estado do Texas para enfrentar o Dallas Mavericks. Por sua vez, o Atlanta Hawks recebe o Charlotte Hornets no próximo domingo (25).

Destaques do Celtics

Aron Baynes (16 pontos, 9 rebotes e 4 assistências)

Jayson Tatum (14 pontos e 2 rebotes)

Kyrie Irving (13 pontos e 4 rebotes)

Destaques do Hawks

Jeremy Lin (19 pontos e 10 assistências – duplo-duplo)

Alex Len (17 pontos e 2 rebotes)

John Collins (16 pontos e 7 rebotes)

Boxscore


Melhores Momentos

Publicidade

Eduardo Quirino
Eduardo Quirino
Eduardo, 31 anos, nascido em Niterói/RJ, mas é Resendense de coração. Bacharel em Direito, estudante de Administração e flamenguista, é apaixonado por esportes e envolvido com o basquete desde os 14 anos. Ex-pilar do Volta Redonda Rugby, ex-capitão do Resende Rugby e atual ala-pivô do Basquete Resende, tem como espelho a lenda Kevin Garnett, razão pela qual começou a torcer para o Boston Celtics em 2008. KG se foi, mas o amor pelo Celtics é pra sempre!

4 Comentários

  1. Publicidade

  2. Daniel Monteiro disse:

    6 jogadores do boston com +10pts e todos os jogadores pontuaram +2pts. O celtics é isso ai, time coletivo.
    Wanamaker, experiente e joga muito bem vindo do banco. Rob wilis deu um toco desmoralizador ontem e brigou demais por rebotes, gostei de ver o rapaz no garrafão. Qual o motivo do stevens deixar ele de fora? São várias possibilidades, lesão, rotação, teste, comportamento, só quero ver esse garoto nos playoffs.

    2

    0
  3. Iago Pacifico disse:

    O lance do williams acho. que é experiência com o playbook do time, as vezes da pra perceber ele perdido em alguns lances. Então tão jogando o menino aos poucos até ele pegar o estilo de jogo. E essa evolução vai pegando nos treinos e depois colocada em jogo. Eu acho né

    1

    0
  4. Erondi Nunes disse:

    Quando o aproveitamento é bom o time ganha fácil. Acho q tá muito evidente q o grande problema é acerta a bola na cesta. Independente se éra cachorro morto tinha q vencer pra ganhar confiança. Da pra ver o Willians perdido as vezes, mas é um cavalo q se vingar na NBA talvez não seja preciso ir atrás de um pivô reboteiro

    0

    0
  5. Silvio Freitas disse:

    Bateu em bêbado. Time fraco. Não vai longe sem pivôs Silvio Freitas

    0

    1

Deixe um comentário