Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jae Crowder e as polêmicas

Antes de mais nada, quero deixar claro que esse é um artigo de opinião e não um artigo de notícias, e assim sendo, convido todos a discordarem do que será descrito a seguir e deixarem suas opiniões abaixo. Agora, vamos falar um pouco de Jae Crowder e suas últimas interações públicas, um tanto quanto polêmicas.

As polêmicas

Nos primeiros meses da temporada passada, Stevens não tinha uma rotação definida e fazia vários testes no intuito de encontrar a formação ideal. Jae Crowder, então, foi a público de forma inesperada para fazer críticas ao trabalho efetuado por Stevens até aquele momento, dizendo que o Celtics não tinha um padrão e que os atletas estavam se sentindo perdidos. Sem nenhum histórico de polêmicas por parte do atleta e com a aprovação quase que unânime de Stevens para com a torcida, a declaração não chegou a incomodar e ter uma repercussão relevante de fato.

A temporada passou, o Celtics encontrou seu basquete e nunca mais vimos Crowder alimentar nenhum tipo de polêmica. Até que a noite do Draft chegou.

Após alguns torcedores celtas manifestarem-se contrários à seleção de Jaylen Brown, Crowder entrou em seu Twitter e começou a retweetar comentários de torcedores Celtas contrários a escolha. Desgostosos com a atitude do ala, muitos torcedores começaram a ofender Crowder na rede social, alguns até mesmo solicitando sua troca. Então, o atleta manteve-se em silêncio e deixou de interagir.

Dias depois, Crowder voltou a atacar no Twitter, dessa vez retweetando um rumor sobre uma troca que levaria o ala Gordon Hayward ao Celtics, seguido de vários emojis com uma carinha dormindo, demonstrando seu desinteresse pelo artigo do jornalista.

Após o desconforto momentâneo, Crowder manteve-se fora do radar das polêmicas até a tarde desta quinta-feira, onde em entrevista no Memorial do Basquete, Crowder abordou não um, mas diversos assuntos polêmicos. O primeiro deles foi a sua ausência em um dos Times de Defesa da NBA, na temporada 2015-16, por conta de um voto. Crowder fez críticas aos jornalistas que deram seus votos para Paul George, o que em sua opinião, foi um dos motivos para que ele não figurasse na equipe defensiva, e com isso, perdesse uma bonificação financeira.

“Eu fiquei ‘%$¨&$’ com o resultado. Deram vários votos para Paul George! Alguns reportes escolheram caras de forma errada e isso me custou!”

Em outra declaração já menos polêmica, porém bem otimista, Crowder avaliou a chegada de Al Horford ao Celtics e disse que com o acréscimo do bigman dominicano, o Celtics tem como meta algo em torno de 59 vitórias na temporada. Note que, na última temporada, a equipe do Cavaliers, campeã da conferência Leste, terminou a temporada regular com 57 vitórias, duas a menos do que a meta estipulada por Crowder.

Mas como esperado, a declaração que mais causou alarde nos meios de comunicação foi sobre a decisão de Kevin Durant em se juntar ao Warriors. Visivelmente irritado com o desfecho da situação, Crowder contou um pouco sobre a reunião com Durant, da qual ele também se fazia presente.

“Nós fomos a única equipe na temporada a vencer o Cavs (Cleveland Cavaliers) e o GSW (Golden State Warriors) fora de casa, a única! Então nós mostramos pra ele (Durant) como conseguimos fazer isso. Contamos pra ele como conseguimos parar (Stephen) Curry e (Klay) Thompson e então eu fiquei ‘%$&$’ da vida, pois ele foi lá e se juntou a eles.”

Momentos depois, quando questionado qual o jogador mais difícil que ele já marcou, Crowder disse ser Durant, e após vaias de alguns presentes no local, Crowder sorriu e aprovou as vaias. “É isso aí!!!”

Minha opinião

Com exceção às criticas públicas feitas a Brad Stevens no começo da última temporada, nenhuma “polêmica” gerada por Crowder é realmente relevante. Crowder não foi preso por tentativa de agressão à namorada como Jared Sullinger e nem brigou com um companheiro de equipe como Delonte West e Von Wafer fizeram num passado recente. Longe disso. Tudo o que Crowder tem feito é expressar sua opinião, que é seu direito.

Entretanto, causa-me certa preocupação que as polêmicas hoje pequenas e inofensivas possam começar a tomar um corpo maior no futuro.

Certo. Você deve estar pensando “Isso tudo é besteira, deixa o cara falar o que quiser. Chega de jogadores anjinhos”.

Sim, concordo com quem fez essa afirmação neste momento, mas nem por isso deixarei de ficar atento aos próximos passos de Crowder.

Visto de uma forma mais analítica, o que Crowder fez, de fato, nas polêmicas acima descritas, foi:

1) Desqualificar o trabalho de seu treinador;
2) Provocar e expor torcedores de sua equipe;
3) Provocar e desqualificar um artigo de um jornalista;
4) Desqualificar a opinião de vários profissionais de imprensa;
5) Mostrar seu descontentamento e aprovar um comportamento negativo para um jogador que interessa à gerência celta para a próxima temporada.

Ou seja, mesmo que em frases talvez até inocentes, Crowder cometeu diversos erros que poderiam ser evitados apenas deixando de fazer comentários desnecessários.

Como disse, hoje, tais palavras de Crowder não representam nada, mas não custa nada à gerência celta chamar o atleta e dar-lhe algumas orientações, atitude essa que não tenho dúvidas que Ainge tenha tomado após o comentário contrário a Stevens.

Crowder…até o momento você não falou nada de mais. Mas vou ficar de olho! rs

Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

9 comentários

  1. João Gabriel

    Será que ele não está trocado já por alguma estrela ?? Kkkkk tomara. É um preço que eu pagaria

  2. Fernando C. da Silva

    Daniel concordo integralmente.

    É bobagem até agora, mas são sinais.

    Nada contra ele falar o que pensa. É ótimo que seja assim.

    Mas principalmente se for lavar roupa suja, o lugar é em casa.

  3. Samucarj

    Tá mascarado Jae, quem é você pra tá com essa perna toda. Calma, vamos treinar arremesso que é melhor.

    Apenas bom jogador e ponto! Você vai ficar puto quando tio AINGE te trocar ???

  4. Sander

    Tem que cortar as asinhas enquanto estão pequenas.

  5. Tiago Coelho

    Me parece que o Celtics assinou com Gerald Green

  6. PHABIO SANTOS PASSOS

    BEM, SE A GENTE, FAZER UM NEGOCIO COM HOUSTON, MANDA ZELLER,YOUNG, E ATE MESMO JACKSON E ALGUMA PICK NOSSA, POR MOTIJUNAS(LITUANO) E SERIA INTERESSANTE;;;

  7. Bruno Ferronato

    Penso que tem horas que é melhor guardar a opinião para si. A questão do draft por exemplo, os retweets podem ser vistos como uma desaprovação indireta de um futuro colega de time que nem ao menos estreou.
    Além do mais Crowder ficou devendo muito nos offs, não está com essa moral toda pra ficar chamando a atenção.
    Em quadra é um excelente encaixe quando se doa pelo grupo, será uma pena se fora dela ele começar se comportar de maneira contrária.

  8. Maurício Green

    Para mim a penas um cara autenctico, que se entrega, que relamente adora Boston e quer ganhar. Os torcederores de Boston amam como ele se entregou ao time e a cultra celta.

    Um provavelmente cenario que vai ser foda, é enfrentar ele no futuro depois de uma troca.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.