Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jogo 4 – Heat 112 x 109 Celtics

De astral renovado pela vitória incontestável no terceiro jogo da final da Conferência Leste, o Boston Celtics voltou a enfrentar o Miami Heat na noite de quarta-feira (23), no Walt Disney World Resort, vivendo a expectativa de igualar a série e aumentar a confiança em torno da vaga nas Finais da NBA. A equipe celta, entretanto, decepcionou sua fanática torcida mais uma vez: com sua pior atuação na decisão do Leste, o Celtics foi derrotado pelo Heat por 112 a 109 e agora está a uma derrota da eliminação nos playoffs.

Maior esperança do Boston Celtics em busca da virada na final do Leste, o ala Jayson Tatum não conseguiu pontuar no primeiro tempo do Jogo 4 contra o Miami Heat, mas se recuperou nos dois últimos quartos: além de cestinha celta, com 28 pontos, Tatum ficou a um rebote do duplo-duplo. O ala-armador Jaylen Brown, que fez 21 pontos, e o armador Kemba Walker, com 20, também mostraram bom desempenho no ataque. O combo guard Marcus Smart, por sua vez, fez um duplo-duplo: 10 pontos e 11 assistências).

Pelo lado do Miami Heat, o jovem ala-armador calouro Tyler Herro assombrou o mundo do basquete após sair do banco de reservas para marcar 37 pontos. Os experientes Jimmy Butler e Goran Dragic, por sua vez, fizeram sua parte: enquanto Butler marcou 24 pontos, o esloveno contribuiu com 22. Já o pivô Bam Adebayo deixou a quadra com um duplo-duplo, após anotar 20 pontos e pegar 12 rebotes.

O quinto jogo da série entre Boston Celtics e Miami Heat será disputado na noite desta sexta-feira (25), às 21h30 (horário de Brasília), no Walt Disney World Resort, com transmissão da ESPN para todo o Brasil. A equipe celta precisa da vitória para forçar o sexto duelo, enquanto o Heat está a um novo triunfo da vaga nas Finais da NBA.

Destaques do Heat

Tyler Herro (37 pontos e seis rebotes)

Jimmy Butler (24 pontos e nove rebotes)

Goran Dragic (22 pontos e cinco rebotes)

Bam Adebayo (20 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (28 pontos e nove rebotes)

Jaylen Brown (21 pontos e nove rebotes)

Kemba Walker (20 pontos e cinco assistências)

Marcus Smart (10 pontos e 11 assistências / duplo-duplo)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

8 comentários

  1. Teobaldo

    Prezados, como o desastre parece inevitável, gostaria de saber se, como atleta, alguém já foi campeão da NBA jogando pelo Celtics e pelo Lakers. Pesquisei e não encontrei a resposta, por isso recorro aos amigos do blog. Abraços!

  2. Marco Antônio de Paula

    Acho que vou assistir esse jogo com mais tranquilidade.Sem a ansiedade e nervosismo que estava durante a série. Acredito que a série esteja decidida e o que vier é lucro. Não vou ficar irritado com as rotações malucas do Stevens, e nem ao ver o time forçando jogadas e arremessos contestados sem necessidade.

    Esse time apesar de alguns jovens já tem experiencia em playoffs e continua cometendo erros bobos, faltando tranquilidade e maturidade para os momentos decisivos do jogo.

    Maturidade que sobre em Miami, com seu excelente técnico, e com seus Allstar Buttler. Buttler é melhor que o Tatum? Com certeza não é. Tatum é melhor. Mas Buttler tem uma maturidade e uma mentalidade para comandar seu time que Tatum e nenhum cara dentro do Celtics tem.

    Continuo achando na série que Miami se esforça menos que o Celtics para vencer seus jogos. Lideramos em quartos a maior parte da série e no momento decisivo desmoronamos e Miami fecha os jogos.

    Agora é tentar uma vitória para tentar curtir mais um jogo do Celtics nessa temporada. Mas sem Ilusões

    • Marcelo Gouveia

      “Miami se esforça menos pra vencer os jogos.”

      Exato, Marco Antonio.

      O coletivo deles vai sendo bem apoiado pelas individualidades. Esse apoio reduz a oscilação. Mesmo nas desvantagens no placar, Miami parece executar seu plano de jogo.

  3. Marcelo Gouveia

    Salve, torcida!

    O que esperar desse jogo 5? O time do jogo 3, o time do jogo 4?

    Pegando aí um pouco do diagnóstico de cada um… Marco Antônio, Fernando, Marchall, r2, Wesley… temos um time com capacidades, mas incapaz de ser regular com suas capacidades.

    Não é culpa nossa se a expectativa tá baixa. Time que oscila demais afasta confianças.

    Hoje pode ser o último jogo da temporada. Vou assistir com esse jeito de despedida. Melancolia.

    Tomara que me surpreenda e veja esse time exibir algum pensamento de jogo, pois ficar outra vez empacado na zona dos Heats já deu.

    • Marco Antônio de Paula

      Marcelo. Eu concordo com você. Essa marcação Zona do Miami é bem previsível e não conseuimos nos livrar dela. Miami vem jogando essa série com tranquilidade, mesmo quando teve diversar vezes atrás no placar. O Celtics é que vem se desesperando e forçando jogadas contra a defesa de Miami.

      Antes de começar a série, eu acreditava que Miami venceria. Depois que começou, não vi em Miami esse bicho papão todo. Celtics dominou muitos momentos dos jogos da série. Acredito que faltou mentalidade vencedora para derrotar Miami nessa série. Capacidade nós temos. Mas eles tem a maturidade e a mentalidade de vencer.

  4. Saudações, torcida Celta !!!

    Além da demasiada oscilação do time temos um problema crucial que é um banco que simplesmente não pontua. O quinteto titular joga quase até a exaustão.

    Acho também que o Heat fecha a série hoje. Mais um ano de frustração. Vamos ver se no Draft o DA faz alguma coisa que preste.

    Saudações Verdes !!!

  5. wesleyml

    Dá pra virar a série? Dá.
    Vai ser na sorte? Não necessariamente.

    Já foi a época que o 3 a 1 era sinônimo de derrota, precisamos só que o Brown se encontre na defesa, só isso, nada mais. Se possível que ele não pire o cabeção no ataque e ache que é o MJ.

    Se isso acontecer já tenho 80% de certeza que o Celtics vira a série. Caso contrário, acaba hoje mesmo.

    Não tenho expectativa nenhuma no Kemba pra esse jogo, não dá pra contar com ele na armação e não dá pra contar com ele na liderança em quadra.

    A chave da virada está nas mãos do Brown perceber que o jogo está acontecendo e algum espirito divino ter iluminado a mente do Stevens dizendo pra ele colocar alguém no espaço do garrafão do Heat.

    Adebayo tá meia-bomba dá pra se aproveitar disso, e, ao contrário do que os amigos pensam, vejo o Heat com as costas na parede, não tem nenhuma fuga quando o jogo deles é lido corretamente. Estão dando sorte do Celtics não estar conseguindo ser inteligente dentro da quadra.

    O Celtics só vai ser eliminado por ele mesmo.

    • Marco Antônio de Paula

      Wesley você falou tudo. Falta leitura de jogo para o Celtics. Esse espaço deixado entre o Buttler e o garrafão, tem que ser explorado. Ali ficam os caras baixos. Tatum e Brown precisam receber a bola ali. Não adianta esses caras carregar a bola e sair trombando fora do perímetro com Buttler e Crowder. Essa bola tem que girar com Kemba e Hayward e chegar neles no mismatch contra os caras mais baixos, que estão nesse buraco que a defesa do Heat apresenta.

      Miami não está fazendo nada de espetacular na série. O problema é que o Celtics não tem aproveitado a vulnerabilidade do jogo deles. Ha mas o Herro pode fazer 50 pontos? Com certeza. Mas podemos fazer pelo menos uns 30 na defesa dele. E não conseguimos explorar isso.

      O problema é que Herro e Robinson estão ” protegidos” nessa defesa Zona e ficamos batendo de frente com Crowder e Buttler antes de chegar nesse espaço.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.