Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jogo 6 – Bucks 97 x 86 Celtics

Assim que o chaveamento dos playoffs foi definido, o que se esperava era que o confronto entre Celtics e Bucks fosse o mais equilibrado, devido as ausências por lesões da equipe de Boston, e é exatamente isso o que aconteceu.

Em noite com pouco ou quase nenhum destaque individual, o Celtics não suportou a pressão e força defensiva realizada pelos donos da casa e viu a franquia rival novamente empatar a série, levando a disputa para um sétimo e decisivo jogo, agora em Boston.

O jogo

Ciente da necessidade de vencer o jogo ou dizer adeus a temporada, o Bucks entrou em quadra demonstrando muito nervosismo.

Do lado de Milwaukee, Middleton e Maker cometiam vários desperdícios de bola e também começaram a se comprometer com faltas muito cedo, enquanto pelo lado de Boston, Rozier se destacava no ataque e a dupla Horford e Ojeleye se destacava na defesa, intimidando Giannis, que em inúmeras vezes preferia passar a bola do que ir para o confronto direto com seus defensores.

Tudo corria bem até o meio do segundo quarto, quando algumas opções de rotação no mínimo duvidosas de Brad Stevens começaram a tirar o jogo do controle Celta.

Com Horford fora de quadra, Giannis pode jogar com mais liberdade e começou a criar uma confiança que não perderia mais por todo o decorrer da partida.

Khris Middleton parou de cometer desperdícios de bola, e com isso, mais uma vez começou a pontuar com extrema facilidade sem ser incomodado por Tatum e Brown, filme este, que vem sendo repetido por toda a série.

E por fim, Rozier, que era o único desafogo ofensivo no primeiro tempo, foi figura decorativa na volta do intervalo, não conseguindo converter uma única cesta e vendo seu aproveitamento de 62% no primeiro tempo ser dizimado para 29% ao fim da partida, após 9 tentativas de finalização mal sucedidas.

Como resultado de todos esses fatores e das péssimas apresentações de Tatum (não se engane pelos seus números), Brown e Morris, o Celtics foi presa fácil no segundo período e chegou a estar perdendo por 14 pontos.

Em dois momentos da partida o Celtics até conseguiu reações, mas algumas trocas inoportunas de Brad Stevens que insistia em poupar minutos de seus atletas em pleno jogo decisivo de playoffs, colocavam por fim as reações, de forma que a equipe de Boston em nenhum momento conseguiu a virada no placar.

Destaques do Bucks

Giannis Antetokounmpo (31 pontos – 14 rebotes – 4 assistências)
Khris Middleton (16 pontos – 5 rebotes – FG 87,5% )
Malcolm Brogdon (16 pontos – 6 rebotes – 2 assistências)

Destaques do Celtics

Terry Rozier (16 pontos – 7 rebotes – 5 assistências)
Al Horford (10 pontos – 10 rebotes – 4 assistências)
Jayson Tatum (22 pontos – 3 rebotes – 3 assistências)

 

Melhores momentos

Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

3 comentários

  1. romuloe2

    Rolou uma falha de publicação pessoal. As estatísticas estão repetidas… duas dos celtics e nenhuma dos bucks.

  2. phabio passos

    Bem deve ter acontecido algo com Brad e Monroe, tem dois jogos sem atuar ele no banco, ontem sô entrou 3 minutos,os bucks com jogadores alto contra larkin e smart tem vantagem, ai ficar difícil, tem hora BRAD tem uma burrices e teimosias…..

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.