Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Kevin Garnett grava vídeo motivacional e inspira elenco do Celtics nos playoffs

Conhecido por sua gigantesca tradição no basquete mundial e pelos seus 17 títulos da NBA, o Boston Celtics também é lembrado por ser uma grande família. Demonstrações de apoio de atletas de outras franquias da capital de Massachusetts e ex-jogadores são muito comuns, prova da força celta e do poder que essa equipe tem de cativar quem veste as suas cores. Nesta edição dos playoffs da Conferência Leste, tivemos um grande exemplo desse “Celtic Pride”: quase quatro anos após deixar o Alviverde, o ídolo Kevin Garnett gravou um vídeo motivacional para o elenco verde e branco, antes da vitória por 104 a 87 sobre o Chicago Bulls, no terceiro duelo da série.

Antes do terceiro jogo contra o Chicago Bulls, o primeiro fora de casa nos playoffs, o elenco do Boston Celtics estava com o emocional em frangalhos. Além das duas derrotas em casa na abertura dos playoffs, o Alviverde ainda sofria com a dor de Isaiah Thomas, que perdeu a irmã Chyna em um acidente de carro. Conhecido não só pelo talento em quadra, mas também pela força de suas palavras, tanto que é considerado um dos maiores trash talkers de todos os tempos, Kevin Garnett sabia que a situação era delicada em Boston, e mandou uma mensagem emocionante, de pura vibração, exaltando o Celtics e cobrando empenho dos atletas. O vídeo não foi divulgado, mas atingiu o seu objetivo.

Único ex-companheiro de Kevin Garnett ainda no Boston Celtics, o ala-armador Avery Bradley não escondeu a empolgação com a mensagem do antigo dono da camisa 5. Conhecido por ser um jogador de poucas palavras, Bradley disse que o vestiário celta foi outro depois das palavras motivacionais do “Big Ticket”.

“Todo mundo ficou empolgado, senti como se ele estivesse no vestiário comigo de novo. Isso nos energizou um pouco antes do jogo, nos lembrou porque estamos jogando, o que o Celtics representa. É engraçado, ele era o nosso líder quando estava aqui, era o líder dessa família que é o Celtics. Ele largou o que estava fazendo para nos enviar uma mensagem como essa, e isso significa muito para todos nós”, afirmou Bradley, que deu pequenos detalhes sobre o vídeo. “Era um lembrete sobre a família Celtics, sobre jogar duro cada vez que estamos em quadra. Nós temos que dar o nosso máximo lá, essa tem que ser a nossa mentalidade”.

O apoio de Kevin Garnett ao Boston Celtics não ficou restrito ao vídeo motivacional. Depois da vitória sobre o Chicago Bulls no Jogo 4, Garnett usou o Twitter para comemorar o triunfo celta e exaltar a boa atuação de Isaiah Thomas.

Vale lembrar: em seis temporadas no Boston Celtics, Kevin Garnett conquistou o seu único título da NBA e o prêmio de melhor defensor, ambos na temporada 2007/2008. Além disso, Garnett também foi convocado cinco vezes para o All-Star Game, figurou três vezes no time de defesa e uma vez no time da temporada. Uma história e tanto.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

8 comentários

  1. Felippe Carmello

    Dava gosto de ver aquele time e dava gosto ver o Garnett jogando…. fantástico!!!!

  2. Barros

    Queria demais ver esse vídeo.

  3. JailtonSV

    Pergunta inócua, sob quais condições uma camisa é aposentada? É necessário um período X? Ter muitos títulos? Ou basta ser relevante para a história da franquia?

    Se não houver nenhuma restrição, ao meu ver já pode aposentar a 5 e a 34!!!

  4. Mateus Paiva

    Basta fazer história na franquia ser parte ativa da história dela

  5. Renato Green

    Sempre será meu jogador favorito
    KG ✌🏻👌🏻☘️

  6. Fernando C Silva

    Uma pena que os anos passam e o corpo perde suas forças. Vamos perdendo os ídolos. Novos aparecem mas um pedaço de nós fica no passado.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *